Wednesday, 26 de June de 2019

POLÍTICA


Palmas

Frente Parlamentar discute situação das feiras e regularização dos produtos de origem rural

03 Jun 2019    11:08    alterado em 03/06 às 11:08
Jessika de Jesus Frente Parlamentar discute situação das feiras e regularização dos produtos de origem rural

Na quinta feira, 30, a Frente Parlamentar em Defesa ao Comércio, coordenada pelo vereador Diogo Fernandes, discutiram a reforma das feiras, capacitação dos feirantes, regularização dos produtos de origem rural, fomento do agronegócio e estradas rurais.

O coordenador da reunião destacou que o momento é relevante para conhecimento das dificuldades, bem como para avaliar formas do Parlamento, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, contribuir para a resolução dos problemas “É um momento de debate para saber como o Poder Público pode contribuir, e através da força da lei possamos trazer uma nova diretriz e facilitar a vida de todos” esclareceu Fernandes.

O representante da Associação de feirantes da região Norte, Orivaldo Thomas, pontuou alguns problemas referente à infraestrutura das feiras. Segundo ele, alguns reparos são necessários como, por exemplo, a pavimentação de pátio, reforma da feira da 503 Norte bem como reparo dos portões.

Em resposta, a Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico (SEDEM), Adriana Almeida, Informou que a Prefeitura tem um planejamento de capacitação para trabalhar com comitês temáticos, que farão levantamento das demandas, junto com os feirantes a fim de resolver a situação “Quando trabalhamos diretamente com eles, vemos que existe a boa vontade de fazer a parceria. Vamos reunir com todos os feirantes e trabalhar cada feira dentro do seu comitê” explicou a secretária.

Projeto Feira Solar
O vereador Tiago Andrino (PSB), sugeriu que a SEDEM, juntamente com a Prefeitura, possam viabilizar o projeto de desenvolvimento de energia renovável no âmbito das feiras, segundo o parlamentar, existe um recurso de 50 milhões de reais para este fim na Capital “Se conseguirmos implantar as feiras solares, já é uma grande vitória, porque com o seu tamanho, a metragem na parte superior, elas se tornarão uma usina e gastarão menos que a produção. Se produzir razoavelmente bem, tirar o custo, e negociar com a Prefeitura pode transformar a produção em um tipo de crédito” defendeu. 

Serviço de Graxaria
A graxaria é a atividade de coleta e reciclagem dos restos de animais gerados pelos abatedouros, açougues e frigoríficos, especialmente de animais como bois e aves. Na semana passada a Capital passou por um momento crítico, devido a suspensão dos serviços pelo frigorífico responsável.

O comerciante da Palmas Brasil Norte, Francisco Severino, questionou  que tipo de ações a Prefeitura poderá tomar no sentido de resolver a situação.

O representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SEDER), Geraldino Ferreira Paz, explicou que a Prefeitura não tem condições de atender os açougues, e sugeriu que a classe juntamente com a CDL, viabilize uma forma para resolver a questão “Cabe aos produtores e donos de açougue se reunir, através da CDL para discutirem uma forma de solucionar o problema. Quem sabe montarem uma graxaria. A Prefeitura fará a parte social promovendo o bom andamento dos serviços ” assegurou.

Além disso, Paz explanou sobre o serviço que a Prefeitura realiza, na inspeção dos insumos comercializados por produtores rurais, e ressaltou que tudo é feito de acordo com as Leis Federais e Estaduais que regularizem cada serviço prestado no âmbito municipal, tanto na área de frigoríficos, laticínios, abate de animais e afins.

Por fim, o presidente da CDL Silvan Portilio, defendeu que é fundamental que o poder público ajude no crescimento do comércio. “Palmas precisa que o comércio tome as rédeas da economia e faça com que as pessoas cresçam independente do Poder Público.”

COMPARTILHE:


Confira também:


Para Servidores

Marilon Barbosa propõe que prefeita envie à Câmara Projeto de Lei que autorize o empréstimo consignado de recursos do PreviPalmas

Ele ainda sugeriu no anteprojeto que os recursos do PreviPalmas para empréstimos consignados aos servidores públicos municipais sejam alocados no Banco do Povo como linha de crédito exclusiva para empréstimos a esta finalidade.

Ferrovia Norte-Sul

Início das operações da Ferrovia Norte-Sul, entre Anápolis e Porto Nacional, é anunciada

Executivos anunciam que operadora está pronta para fazer o transporte de cargas industrializadas, num trecho de 800 km




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira