Saturday, 23 de February de 2019

POLÍTICA


8 de Março

Josi chama atenção para os altos índices de violência contra a mulher no Brasil

08 Mar 2018    10:43    alterado em 08/03 às 10:43
Luis Macedo Josi chama atenção para os altos índices de violência contra a mulher no Brasil A parlamentar aproveitou o clima de comemoração do dia 8 de março para falar sobre a violência contra a mulher.

“A cada 4 minutos, uma mulher é vítima de agressão; a cada uma hora e meia, ocorre um feminicídio no Brasil”. Foi citando os dados divulgados pela pesquisa realizada pelo Instituto Avon/Data Popular que a deputada federal  Josi Nunes(MDB/TO) iniciou sua fala durante as breves comunicações na sessão não deliberativa desta terça-feira, 06.

A parlamentar aproveitou o clima de comemoração do dia  8 de março para falar sobre a violência contra a mulher. “Iremos comemorar mais um dia 8 de março, mas apesar de algumas conquistas a serem comemoradas, não podemos deixar de falar sobre um assunto preocupante: a violência contra a mulher. Mais de 43 mil mulheres foram assassinadas nos últimos 10 anos, boa parte delas por seus parceiros.

O Brasil é o sétimo no ranking de assassinato de mulheres, entre 84 países, e as mulheres de menor nível educacional são as mais agredidas”, citou.
Josi chamou a atenção para o aumento dos índices de violência moral e psicológica e também, para a questão da impunidade. “A violência física predomina, mas aumenta a violência moral e psicológica. A maioria dos brasileiros acredita que não há punição para esse tipo de comportamento. Infelizmente, 30% das mulheres não acreditam que as leis brasileiras possam protegê-las”, ressaltou.
 
Ao finalizar, Josi reforçou a importância da denúncia. “Não aceitem qualquer tipo de violência. Disquem 180 e denunciem o agressor. É importante que a mulher denuncie e que possamos trabalhar juntos em defesa das mulheres do Brasil”, finalizou.

Vale lembrar, que na pauta da Câmara Federal desta quinta-feira, 08,  tem vários projetos de lei que visam garantir os direitos da mulher,  entre eles, o requerimento que solicita a urgência do PL 6433/2013, que pretende dar mais efetividade à proteção da mulher vítima de violência doméstica.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pressão

Parlamentares solicitam retomada de cirurgias e reforma de hospitais

Também foi solicitada pela deputada Cláudia Lelis (PV) a compra de insumos e materiais para unidades hospitalares do Estado.

Xingu

Viagem Gastronômica oferece menu degustação com pratos inspirados na culinária da Aldeia do Xingu

Para Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também uma transformação da sua vida pessoal e uma experiência rica em conhecimentos.


Tocantins

Membros do MPE comemoram aprovação de Lei que permite Promotores concorrerem ao cargo de Procurador-Geral de Justiça

Pelo projeto de Lei, poderão compor a lista tríplice, a partir da próxima eleição, os Promotores de Justiça de 3ª entrância, em exercício na instituição, que tenham no mínimo 10 anos de carreira e 35 anos de idade.


Palmas

Tiago Andrino apresenta projeto que institui tradução simultânea em Libras na Câmara

Anteriormente, Andrino já havia solicitado o serviço, por meio de requerimento, o que permitiu que um profissional de Libras atuasse na Casa de Leis por aproximadamente um ano.


Palmas

Projeto aconchego acolhe e leva tranquilidade aos acompanhantes na UTI do HGP


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde


Em audiência com Tiago Dimas, Ronaldo Dimas e Eduardo Gomes, ministro garante liberação de recursos


AL

Presidente da Assembleia recebe demandas do sindicato dos jornalistas do Tocantins


Presidente

Léo Barbosa é eleito presidente do Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos


Defesa do Comércio

Diogo Fernandes lidera Frente Parlamentar em defesa do comércio



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira