Tuesday, 23 de July de 2019

POLÍTICA


Laboratório virtual chinês é lançado oficialmente no Brasil

08 Aug 2012

O Laboratório Virtual da Academia Chinesa de Ciências Agrárias (CAAS, em inglês) no Brasil foi lançado oficialmente nesta quarta-feira, 8 de agosto, pelos ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Mendes Ribeiro Filho, e da Ciência e Tecnologia da China, Wan Gang. A cerimônia aconteceu no Ministério da Agricultura (Mapa) do Brasil.

Mendes Ribeiro parabenizou a parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a CAAS como forma de trocar experiências na área agrícola para aumentar a produção no campo. “É do interesse do Brasil o avanços nessas pesquisas com a finalidade de aumentar a demanda de alimentos e a segurança alimentar”, afirmou. Ele ainda destacou que de 1991 a 2012 a produção brasileira de grãos aumentou 173%, enquanto a área de cultivo cresceu apenas 52%.

O ministro da China lembrou a necessidade do país asiático de aumentar a produtividade a partir do uso de tecnologias, especialmente para atender a demanda local. “Possuímos aproximadamente 22% da população mundial em nosso território. Nos últimos 9 anos, conseguimos ampliar a produção graças as pesquisas no setor e a Embrapa é fundamental nesse processo”, destacou Wan Gang.

De acordo com o presidente da Embrapa, Pedro Arraes, o principal objetivo para o Brasil com a parceria é o intercâmbio, caracterização e avaliação de recursos genéticos vegetais para apoiar os programas de melhoramento dos dois países. Por sua vez, a instituição chinesa pretende estreitar o intercâmbio de pesquisa na área de Biologia avançada, em temas como biologia molecular e transgenia.

O Laboratório Virtual da CAAS é fruto da cooperação científica bilateral entre Brasil e China. Em abril de 2011, a presidenta Dilma Rousseff inaugurou o Laboratório Virtual da Embrapa (Labex China) na Sede da CAAS, em Pequim. Em agosto, a pesquisadora Damares de Castro Monte inicia as atividades nesse Labex.


Saiba mais
Em janeiro de 2003, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e a Chinese Academy of Agricultural Sciences (CAAS) assinaram acordo viabilizando minuta para cooperação técnica e científica. Seis anos depois, as instituições acordaram o intercâmbio de cientistas.

O objetivo é melhorar a cooperação entre os países em relação a recursos genéticos vegetais (informações, exploração conjunta, manutenção do acervo e pesquisa); tecnologias e informações relativas à descoberta de genes e transformação de plantas; criação de plataforma para demonstração dos materiais e canal de comunicação entre os cientistas.

O Labex China é o quarto Laboratório Virtual da Embrapa instalado nos principais centros de pesquisa internacionais. A iniciativa, que visa fomentar a cooperação científica com outros países, teve início em 1998, com a abertura, do Labex Estados Unidos. A Embrapa conta também com equipes atuando em centros de excelência na França, Reino Unido, Alemanha e Coréia do Sul.

COMPARTILHE:


Confira também:


Editorial

Isolada, prefeita Cinthia perde o equilíbrio mirando no Palácio Araguaia

Na postagem desta segunda, a prefeita ataca o Palácio Araguaia. Sem meias palavras falou que o governo estava pegando carona na programação de férias nos eventos de Taquaruçu


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira