Thursday, 22 de August de 2019

POLÍTICA


Desenvolvimento

Novos frigoríficos vão promover a sanidade da carne e o desenvolvimento regional, gerando empregos e oportunidades

11 Sep 2018    15:14
Divulgação Novos frigoríficos vão promover a sanidade da carne e o desenvolvimento regional, gerando empregos e oportunidades

O Governador do Tocantins e candidato à reeleição Mauro Carlesse (PHS) afirmou nesta terça-feira, 11, que a construção de oito frigoríficos/matadouros para abatimento de carne vai coibir o abate clandestino, promover a sanidade da carne e gerar mais empregos e desenvolvimento regional no Tocantins.


Os frigoríficos/matadouros serão construídos nos municípios de Ananás, Araguanã, Arapoema, Barrolândia, Campos Lindos, Novo Acordo, Ponte Alta do Bom Jesus e Wanderlândia. As obras e os equipamentos estão sendo financiados pelo Governo do Tocantins, por meio do financiamento do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), com contrapartida dos municípios, com a doação da área.


“Com os frigoríficos, os municípios poderão comercializar as carnes garantindo, assim, mais segurança alimentar para os consumidores. Além disso, a previsão é que em cada local seja investido R$ 2.150,000,00 com capacidade inicial de abate de 50 a 100 cabeças/dia, sendo um total de 96 mil cabeças de animais por ano. Isso vai gerar mais empregos e renda para as populações desses munícipios, que é o que mais interessa neste momento”, garantiu o Governador Mauro Carlesse.


De acordo com a Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro), o Governo já assinou as ordens de serviço em cada município e as obras já estão em andamento.  A previsão de entrega é para o ano de 2019.


O matadouro é uma estrutura regional, na qual, após sua construção, os municípios poderão comercializar a carne produzida com segurança. Todos terão Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e poderão vender carne para todo o Tocantins.


A escolha das localidades onde serão construídos os matadouros foi feita com base em critérios de viabilidade como sanidade, suficiência de rebanhos, demanda de abate condizente com a capacidade dos matadouros, compras institucionais, Compra Direta e Programa Nacional de Alimentação em Escolas (Pnae), garantia de comercialização, processo de abate certificado com o Serviço de Inspeção Municipal, entre outras normas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Justiça

União pode bloquear repasses voluntários a estados, decide STF

A possibilidade do bloqueio está prevista no artigo 11 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), cuja validade é julgada nesta quarta-feira pelo plenário do Supremo.

Operação Medusa

Polícia Civil prende 15º suspeito da Operação Medusa

Deflagrada no último dia 15, a Operação Medusa visa combater ataques criminosos ocorridos em 2018 a mando de facção criminosa de renome nacional.


Saúde

Pacientes do Tocantins correm o risco de ficar sem diálise

Instituto de Doenças Renais não recebe repasses desde abril. 140 pacientes serão prejudicados pela ausência de recursos para oferecer o tratamento adequado


Fotografia

Dia da Fotografia com a TIM: dicas para tirar boas fotos e ofertas em smartphones

Quando o assunto é fotografia, o foco é o mais importante na hora de fazer os cliques. O elemento a ser destacado deve estar claro e bem posicionado.


Festival Gastronômico

Prefeitura lança programação artística do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu


AL

Audiência pública homenageia UMA e Siqueira Campos


Agricultura

Seminário de Apicultura supera expectativa em números de participantes


Futebol

Capital empata com Palmas na abertura do Estadual de Futebol Sub19


Taquaruçu

Governo inaugura Núcleo de Identificação de Taquaruçu e entrega viaturas e armamentos para a Polícia Civil


Sanidade Animal

Adapec reúne mais de 70 médicos veterinários autônomos para debater sanidade animal



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira