Friday, 19 de July de 2019

POLÍTICA


Economia

Paulo Mourão expõe retrato da inadimplência no setor de micro e pequenas empresas

12 Apr 2018    15:56
Antônio Golçalves Paulo Mourão expõe retrato da inadimplência no setor de micro e pequenas empresas

As micro e pequenas empresas voltaram a bater novo recorde de inadimplência no mês de fevereiro, conforme estudo da Serasa Experian, com cerca de 5,025 milhões de micro e pequenas empresas negativadas. O assunto foi abordado pelo deputado Paulo Mourão (PT) na sessão desta quarta-feira, dia 12, da Assembleia Legislativa (AL) que também falou da crise política e econômica que o país atravessa. O setor já havia fechado 2017 no vermelho, com cinco milhões de inadimplentes.

“Os estados se encolheram, a economia está em frangalhos e o desemprego assombrando o povo, são mais de 13 milhões de brasileiros desempregados, a inadimplência das micro e pequenas empresas chegou ao teto, saiu o índice de inadimplência são 5 milhões de 25 mil micro e pequenas empresas inadimplentes, é histórico esse índice no Brasil , é muito grave”, sustentou.

O montante de negativadas representa 21,9% do total de companhias deste porteAinda de acordo com o estudo, do total de 5,025 milhões de MPEs no vermelho, em fevereiro/2018, 45,9% eram prestadoras de serviços, 44,9% empresas comerciais e 8,7% indústrias.

Paulo Mourão fez questão de ressaltar que na época do governos Lula e Dilma a inadimplência nunca atingiu índices tão elevados e justificou: “porque havia oferta de empregos, a renda era melhor distribuída, o Brasil viveu momentos brilhantes”, lembrou. “O Brasil hoje vive um processo de quebra de renda, os estados não estão conseguindo pagar os salários dos servidores, data-base, progressões”, pontuou.

O parlamentar lamentou que enquanto a economia se enfraquece a única pauta no meio político e nos meios de comunicação é a discussão política, especialmente envolvendo a prisão e a não participação do ex-presidente Lula nas eleições. “É um medo brutal que o presidente Lula volte a governar o país, por que esse medo da elite, do sistema bancário, financeiro e dos conglomerados de empresas?”, indagou. “Não estão vendo que o povo brasileiro está abandonado”, frisou Paulo Mourão.

Pré-sal e Eletrobrás

O parlamentar ainda acusou o governo federal de vender as riquezas do Brasil, citando o pré-sal e a Eletrobrás. “O petróleo brasileiro já não é mais do brasileiro, é dos ingleses, dos canadenses e o governo Temer ainda deu R$ 1 trilhão de benefícios tributários para as empresas virem aqui tirar o petróleo que é a nossa riqueza”, disse Paulo Mourão. “O presidente Lula tinha resguardado o pré-sal para investir essencialmente na educação do nosso povo, não há desenvolvimento sem educação, os países de primeiro mundo se desenvolveram porque investiram no processo educacional, na ciência, tecnologia, inovação, é assim que o mundo está se desenvolvendo e o Brasil retroagindo&rd quo;, ressalta.

Mais grave ainda, frisa o parlamentar, é a entrega da Eletrobrás. “Estão vendendo a Eletrobrás para um representante do banco financeiro americano, é um brasileiro de grande notoriedade no mundo, Paulo Lemann, dono da Ambev”, discursou.  Segundo ele, a venda está sendo feita por um preço irrisório, R$ 32 bilhões, enquanto “ao preço de mercado ela deveria valer em torno de R$ 400 bilhões”.

O sistema Eletrobrás é composto por oito empresas de geração e transmissão e seis distribuidoras. “O mais preocupante é que a Eletrobrás tem em torno de 250 hidroelétricas, como esta do lago que é da Eletronorte, a qual faz parte da Eletrobrás e se houver problema de abastecimento de água, o Brasil não vai discutir com a política interna, mas com a empresa que comprou a Eletrobrás, que vai priorizar é a produção de energia e não abastecimento de água”, considerou. “Esta é a maior gravidade quando se entrega das riquezas, então é um governo sem compromisso com o futuro do país e a sociedade brasileira sem fazer movimento para bloquear a venda das nossas riquezas ”, opinou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Panorama

Planos de saúde articulam golpe com nova proposta para o setor, afirma Idec

Em análise, Instituto critica conteúdo elaborado por empresas de planos de saúde e demonstra preocupação com os nítidos prejuízos à população

Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU

A intervenção rápida e eficiente da aeronave do Ciopaer contribuiu de forma decisiva para que a vítima, que se encontrava em estado grave, pudesse receber o atendimento médico adequado em um menor espaço de tempo.


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef

Nesta temporada, todos os desafios do MasterChef Brasil seguem valendo prêmios. Após a conquista do avental, os vencedores das provas individuais acumularão R$ 1 mil em compras no cartão Carrefour


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019

As inscrições dos reeducandos e socioeducandos iniciaram dia 15 e finalizam dia 26. As provas acontecem dia 8 e 9 de outubro.


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019


Investimento

Wanderlei Barbosa apresenta ações de turismo e cultura à artesãos de Taquaruçu


SSP

Com base em investigações da Polícia Civil Ministério Público denuncia servidora por peculato


Tocantins

Inscrições para o 1° Prêmio de Jornalismo da Adpeto continuam abertas


Campo

Comunidade rural se torna caso de sucesso por meio do Crédito Fundiário


Segurança

Duas crianças vítimas de acidente de trânsito no Sudeste do Tocantins são resgatadas pela aeronave da SSP



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira