Sunday, 22 de April de 2018

Sunday, 22 de April de 2018

POLÍTICA


Fórum Mundial da Água

Paulo Mourão participa de 8º Fórum Mundial da Água em Brasília

21 Mar 2018    12:31
Paulo Mourão participa de 8º Fórum Mundial da Água em Brasília

O maior evento internacional dedicado à água está acontecendo em Brasília (DF) desde domingo, dia 18, e conta com a presença do deputado estadual Paulo Mourão (PT). O parlamentar tem sido um defensor da busca de soluções urgentes para fins de preservação dos rios e mananciais para que não falte água num futuro breve. “Não poderia ficar fora dessa importante discussão que acontece pela primeira vez no hemisfério sul, no Tocantins enfrentamos problemas graves com a crise hídrica, a sociedade precisa parar para debater o que podemos fazer para reverter a situação de seca, adotando medidas de preservação dos rios, em equilíbrio com a produção agrícola”, destacou.

A 8ª Edição do Fórum Mundial da Água reúne delegações de todo o mundo, autoridades governamentais,  empresariais e chefes de estado na busca de soluções para a preservação da água em todo o Planeta.

Paulo Mourão já usou a tribuna diversas vezes para alertar sobre a escassez de água no Tocantins e sugerir uma ampla discussão com a sociedade, governos e entidades responsáveis.  Em novembro ele articulou a realização do “Encontro das Águas”, em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), que discutiu um planejamento emergencial e ações concretas para apontar soluções para a crise hídrica que naquele momento atingia as bacias hidrográficas dos rios tocantinenses, como o rio Tocantins, Araguaia, Javaé, Sono, Soninho, Taquaruçu Grande, Formoso e vários outros. Ao final foi produzido um documento com propostas e soluções para enfrentar a falta d´água intitulado &ld quo;Carta das Águas”.  

Paulo Mourão usou a tribuna diversas vezes para chamar a atenção para a seca dos rios do Estado. Em agosto do ano passado, ele deixou clara sua preocupação com as bacias hidrográficas do estado e com a proposta de transposição do Rio Tocantins para o Rio São Francisco. O parlamentar propôs que o assunto fosse discutido em audiência pública com a sociedade tocantinense. “O já não combalido Rio Tocantins vem baixando suas água, como se observa entre os municípios de Miracema e Tocantínia, onde é possível atravessar o Rio Tocantins a pé”, alertou. No mês passado, Paulo Mourão cobrou da mesa diretora da Casa que marque a data de realização da audiência pública para debater o Projeto de Lei do deputado federal, Gonzaga Patriota (PSB/PE) acerca da transposição das águas da bacia do Rio Tocantins para a bacia do Rio São Francisco, que já foi aprovado pela Câmara Federal.

Na ocasião, Paulo Mourão apresentou mais dois requerimentos pedindo a realização de audiências públicas nas cidades de Novo Acordo e Pedro Afonso, a fim debater com a sociedade e órgãos responsáveis a situação dos impactos ambientais do Rio Sono, Rio Soninho, Rio Novo e Rio Preto. Segundo ele, estariam sendo propostas a implantação de hidrelétricas no Rio Sono, sem se observar os impactos ambientais e prejuízos à flora e fauna do Jalapão que esses empreendimentos vão causar.  “Em pleno século 21 e Revolução 4.0, com o processo da inovação das energias renováveis, eólica, solar e biomassas o Estado continua com essa visão retrógrada das hidrelétricas”, considerou.

Nesta terça-feira, dia 20, a Declaração Ministerial do 8º Fórum, intitulada “Chamado Urgente para uma Ação Decisiva Sobre a Água” foi aprovada por representantes de mais de 100 países, com o compromisso de tomar medidas urgentes relacionadas à água e ao saneamento. O fórum prossegue até sexta-feira, dia 23.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

43

PARABÉNS!
PARABÉNS!

27

BOM
BOM

29

AMEI!
AMEI!

28

KKKK
KKKK

25

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

15

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

14

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Paulo Mourão Brasília Água

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Araguaia

Carlesse cria programa de equilíbrio financeiro para o Estado e corta 8 mil cargos em comissão e contratos temporários

O documento estabelece como meta uma redução de despesas com pessoal não efetivo (contrato temporário) em até 60%, e nos cargos em comissão em até 40%

Vacinação

20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa na próxima segunda-feira, 23

Segundo a diretora de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis e não Transmissíveis a meta é vacinar pelo menos, 90% dos grupos prioritários



Ciência & Tecnologia

Gerente de Planejamento



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira