Saturday, 16 de February de 2019

POLÍTICA


Brasil

PF continua investigando se há mais envolvidos em ataque a Bolsonaro

09 Sep 2018    11:48    alterado em 09/09 às 11:48
Polícia Federal PF continua investigando se há mais envolvidos em ataque a Bolsonaro Adélio foi transferido de Juiz de Fora para o presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, onde ocupa cela individual

Com a quebra do sigilo telefônico e de dados, a Polícia Federal vai aprofundar as investigações sobre Adélio Bispo de Oliveira, que confessou ter esfaqueado, na última quinta-feira (6), o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), em Juiz de Fora (MG). Ainda não foi revelado quem está pagando os honorários dos quatro advogados que o defendem –.Fernando Magalhães, Zanone Oliveira Júnior, Marcelo da Costa e Pedro Possa.

Os advogados disseram que foram contratados por um fiel da igreja Testemunhas de Jeová de Montes Claros, frequentada pela família de Adélio. Em comunicado à imprensa, a igreja Testemunhas de Jeová no Brasil disse que não contratou os advogados e que nem Adélio nem sua família são seguidores da igreja. "Portanto, a declaração do advogado de que foi contratado por Testemunha de Jeová, conforme veiculada pela mídia, não é verídica", diz a nota.
PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato Jair Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora.

Polícia Federal investiga se há mais envolvidos

A Polícia Federal (PF) está investigando se Adélio recebeu ajuda para praticar o ato. Mais duas pessoas, sendo que uma está internada após se envolver em uma briga durante a agressão, são suspeitas de participação no ataque ao candidato.

A investigação vai levantar se Adélio agiu sozinho e como se mantinha na cidade, onde estava hospedado em uma pensão. Ele pagou adiantado R$ 400 pelo maior quarto da hospedagem. A PF poderá rastrear a movimentação de Adélio a partir da quebra de seu sigilo telefônico, autorizada pela juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora.

A magistrada converteu a prisão em flagrante de Adélio em prisão preventiva, sem prazo determinado. O agressor foi transferido para o presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS), onde está em uma cela individual, para resguardar sua integridade física.

A defesa de Adélio descarta a participação de outras pessoas no ataque a Bolsonaro, inclusive de um mentor intelectual. Os advogados disseram que ele agiu sozinho e de rompante. A ideia de atacar o candidato, segundo a defesa, surgiu três dias antes, e Adélio foi estimulado pelo discurso de Bolsonaro sobre quilombolas.

Mas a familia de Jair Bolsonaro tem falado, sem apontar indícios, em  "crime premeditado". - Agencia Brasil

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Paz e Sossego

Forças de Segurança estaduais participam de mais uma fase da Operação Paz e Sossego na Capital

Para o delegado Túlio Mota, a participação do efetivo da Polícia Civil reforça a integração das forças de segurança no cumprimento de ações que visem garantir o bem-estar dos usuários de estabelecimentos comerciais na Capital.

Porto Nacional

Travessia do Rio Tocantins com voadeiras inicia nesta sexta em Porto Nacional

A ponte continua aberta para pedestres, ciclistas, motociclistas e veículos de urgência e emergência. Técnicos atuam na realização da inspeção da estrutura. Os dados coletados embasará o relatório sobre as condições da via.



Incentivos Fiscais

Empresários aprovam medida do Governo para avaliação dos incentivos fiscais

O decreto publicado, pelo Governo do Tocantins, na terça-feira, 12, que visa fazer um levantamento sobre os incentivos fiscais concedidos pelo Estado, agradou a classe empresarial.


Cirurgias Eletivas

Tocantins cumpre meta e garante mais recursos para realização de cirurgias eletivas em 2019

O cumprimento da meta, segundo o secretário de Estado da Saúde, Renato Jayme, se deu pelo comprometimento de todos os profissionais envolvidos.


Comerciantes

Agtur realiza sorteio dos espaços da Praça de Alimentação do Capital da Fé 2019 nesta sexta, 15

A Agtur oferecerá um curso de manipulação de alimentos e práticas em data a ser definida.


Foco na Humanização

Cinthia reúne secretariado e determina foco na humanização e qualidade dos serviços públicos


Operação Fragmentos

Polícia Civil realiza Operação Fragmentos no Sudeste do Estado


Vistorias no HGP

Defensoria e MPE encontram desassistência a pacientes e falta de 177 medicamentos


Setor Santo Amaro

Prefeitura inaugura praça do setor Santo Amaro nesta quarta, 13


Tarifa de Protesto

Protestar em cartório agora não tem custo para quem cobra dívidas


Saúde

Quantidade de profissionais da saúde ainda é insuficiente, afirmam DPE-TO e MPE em ação civil pública



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira