Saturday, 23 de February de 2019

POLÍTICA


TV Legislativa

Reestruturação em projeto pode gerar polêmicas

24 Jun 2008

Após a veiculação da matéria publicada pelo jornal O GIRASSOL na última edição, que levantou a discussão sobre a implantação da TV Assembléia no Estado, o presidente da Casa, deputado Carlos Henrique Gaguim (PMDB), apresentou, na última quarta-feira, dia 18, à CCJ - Comissão de Constituição, Justiça e Redação o projeto de lei complementar, de sua autoria, que institui a Fundação Rádio e Televisão da Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins.

Apesar de na maioria dos estados brasileiros a TV e Rádio não funcionarem por meio de uma Fundação, o deputado afirmou que esta oferece condições para que a programação seja mais abrangente no sentido de firmar convênios com entidades públicas e privadas, além de não ter finalidade comercial, apenas informativa, cultural e educativa. E esta é uma das polêmicas geradas em outras partes do Brasil, onde a população tem, de certa forma, questionado a veiculação de programas culturais dentro da grade das TVs legislativas, visto que o objetivo da emissora é apresentar, na íntegra, o que acontece no cenário político do legislativo, através da apresentação ao vivo das sessões plenárias, além de transmitir todas as reuniões das comissões da Casa (ao vivo, ou gravado), e demais atividades relacionadas ao Parlamento, como encontros dentro e fora do prédio. Essa programação deveria ocupar, no mínimo, 80% da grade. Em Brasília, por exemplo, discute-se, por meio de ampla rede de colaboradores interligados pelo Interlegis, se a programação cultural da TV Senado (que só compromete 15% da grade da emissora) não estaria suprimindo o objetivo maior do canal, que é transmitir integralmente todas as atividades legislativas.

A AL informou que o projeto foi apresentado à Comissão e, após receber parecer, será encaminhado ao plenário para votação. Em 60 dias, após a publicação da lei, será convocada uma assembléia geral para a autorização do estatuto da fundação que disporá sobre a organização, funcionamento e a denominação de cargos e funções.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pressão

Parlamentares solicitam retomada de cirurgias e reforma de hospitais

Também foi solicitada pela deputada Cláudia Lelis (PV) a compra de insumos e materiais para unidades hospitalares do Estado.

Xingu

Viagem Gastronômica oferece menu degustação com pratos inspirados na culinária da Aldeia do Xingu

Para Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também uma transformação da sua vida pessoal e uma experiência rica em conhecimentos.


Tocantins

Membros do MPE comemoram aprovação de Lei que permite Promotores concorrerem ao cargo de Procurador-Geral de Justiça

Pelo projeto de Lei, poderão compor a lista tríplice, a partir da próxima eleição, os Promotores de Justiça de 3ª entrância, em exercício na instituição, que tenham no mínimo 10 anos de carreira e 35 anos de idade.


Palmas

Tiago Andrino apresenta projeto que institui tradução simultânea em Libras na Câmara

Anteriormente, Andrino já havia solicitado o serviço, por meio de requerimento, o que permitiu que um profissional de Libras atuasse na Casa de Leis por aproximadamente um ano.


Palmas

Projeto aconchego acolhe e leva tranquilidade aos acompanhantes na UTI do HGP


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde


Em audiência com Tiago Dimas, Ronaldo Dimas e Eduardo Gomes, ministro garante liberação de recursos


AL

Presidente da Assembleia recebe demandas do sindicato dos jornalistas do Tocantins


Presidente

Léo Barbosa é eleito presidente do Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos


Defesa do Comércio

Diogo Fernandes lidera Frente Parlamentar em defesa do comércio



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira