Tuesday, 23 de July de 2019

POLÍTICA


Agrotóxicos

"Risco aceitável" é brincadeira tenebrosa com a saúde da população, dizem contrários à mudanças na lei dos agrotóxicos

03 Jul 2018    12:15    alterado em 03/07 às 12:18
Divulgação "Risco aceitável" é brincadeira tenebrosa com a saúde da população, dizem contrários à mudanças na lei dos agrotóxicos

Contrários às modificações feitas na chamada lei dos agrotóxicos, uma apresentadora de TV, chef de cozinha natural e escritora de TV, um membro do Greenpeace Brasil e um ator e produtor orgânico criticam a proposta em discussão no Congresso. Os argumentos de Bela Gil, Marcio Astrini e Marcos Palmeira também estão em artigo publicado na Folha de S.Paulo nesta segunda-feira, dia 2, com o título “No mundo dos agrotóxicos, não há jantar grátis”. Eles defendem que o discurso dos favoráveis ao tema de necessidade de modernizar a legislação “só tenta enganar o público”. 

“Na letra da lei, o projeto permitirá o uso e registro de produtos com potencial cancerígeno, capazes de causar malformação fetal e mutação genética, alguns deles proibidos em outros países. Substâncias banidas ao redor do mundo ganharão mercado por aqui”, escrevem os três, que assinaram em conjunto o artigo no jornal. “Além disso, caso a requisição de registro de agrotóxico não tenha desfecho em menos de 24 meses, o produto poderá ganhar o direito provisório e ser usado, enquanto as análises de sua periculosidade correm em paralelo”, complementam.

Logo no início do artigo eles se referem ao tema como “Pacote do Veneno”, como se disseminou o termo nas redes sociais. E afirmam que a medida visa “colocar ainda mais agrotóxicos no prato dos brasileiros”. “Ao longo do debate, diversos órgãos declararam que as consequências desse projeto seriam catastróficas para a saúde e o meio ambiente: Ministério Público Federal, Fiocruz, Instituto Nacional do Câncer, Ministério Público do Trabalho, Anvisa, Ibama, Ministério da Saúde, Conselho Nacional dos Direitos Humanos, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e mais de 300 outras organizações da sociedade civil”, afirmaram.

Para ele, é “difícil acreditar que todos esses órgãos, seus cientistas e pesquisadores estariam errados, ficando a razão e o interesse público exclusivamente ao lado de um punhado de deputados e das indústrias que têm interesse na comercialização de pesticidas. Obviamente, não é o caso”.

Os três reforçam ainda que “não está presente em nenhum momento das mal traçadas linhas” do projeto que a meta é a modernização do setor. “O projeto deixa absolutamente clara sua intenção ao retirar da análise de tais substâncias os órgãos que hoje cuidam da saúde pública e ambiental. Depositam a força decisória nas mãos apenas do Ministério da Agricultura e na boa vontade das empresas. Para substâncias que causam câncer, instituem o conceito de "risco aceitável", uma espécie de brincadeira tenebrosa com a saúde da população”, destacaram Bela Gil (apresentadora, chef de cozinha natural e escritora), Marcio Astrini (coordenador de políticas públicas do Greenpeace Brasil) e Marcos Palmeira (Ator e produtor orgânico).

(Norte agropecuário)


COMPARTILHE:


Confira também:


Queda de Braços

Prefeita Cinthia Ribeiro ataca Palácio Araguaia e governo libera servidora para assumir pasta da educação

Mesmo liberando a servidora Cleizenir Divina dos Santos para assumir a educação do município governo não demonstra interesse em participar da gestão Cinthia.

Editorial

Isolada, prefeita Cinthia perde o equilíbrio mirando no Palácio Araguaia

Na postagem desta segunda, a prefeita ataca o Palácio Araguaia. Sem meias palavras falou que o governo estava pegando carona na programação de férias nos eventos de Taquaruçu



Hospital de Amor

Ao completar 10 anos, Leilão Pecuária Solidária volta a Palmas: edição deste ano será dia 9 de novembro

Organizador e realizador do projeto, o leiloeiro Eduardo Gomes anuncia: “Arrecadações serão destinadas integralmente para as obras do Hospital de Amor do Tocantins, em Palmas”


Poluição

Aceiros realizados pela Seder no Parque Estadual do Lajeado auxiliam no combate às queimadas

Neste ano foram realizados cerca de 50 km de faixas ao longo de alguns limites do Parque. A ação resultou na eliminação da vegetação na superfície do solo.


Palmas

Divulgado resultado preliminar dos projetos classificados para concorrerem ao Edital do Itaú Social 2019

Das modalidades apresentadas, o eixo atendimento de crianças e/ou adolescentes, tendo em vista a defesa, proteção e promoção dos direitos do público recebeu quatro projetos


Turismo

Taquaruçu merece um olhar especial por parte das gestões públicas


Defensoria

Dados apontam que 81,6% das pessoas atendidas pela Defensoria Pública vivem com até um salário mínimo


Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado


PM

Ação conjunta da Polícia Civil do Tocantins e da Polícia Militar de Goiás resulta na prisão de homicida foragido de Araguaína


Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira