Monday, 15 de July de 2019

SAÚDE


Saúde

Apoio familiar é a melhor terapia para quem está hospitalizado

21 Feb 2018    17:42
João Neto Apoio familiar é a melhor terapia para quem está hospitalizado O acompanhamento dos pacientes e seus familiares também acontece com apoio da assistência social do HMA​

Ter a família por perto durante uma internação hospitalar é elemento fundamental para a recuperação do paciente infantil. Essa é a consideração da psicóloga do Hospital Municipal de Araguaína (HMA), Cleide Nascimento Silva. Segundo ela, a internação priva a criança e o adulto da rotina habitual e do contato com os círculos sociais, e a família - o pai, a mãe, os irmãos e parentes mais próximos - são os pontos de apoio mais importantes do paciente neste momento.

 

“No caso do HMA, que atende o público infantil, os pais e mães são os agentes terapêuticos mais importantes no momento da hospitalização das crianças. São eles que dão o suporte emocional, que é imprescindível, e proveem os cuidados não médicos necessários para que o tratamento seja otimizado”, considera Cleide.

 

Quem já teve um filho internado sabe que, apesar dos cuidados da equipe, nem sempre é fácil processar e levar numa boa o período de internação. “Aqui no hospital, a Psicologia trabalha, entre outros pontos, acolhendo a família do paciente para que ela tenha condições de oferecer estrutura afetiva para a criança hospitalizada. Nesse contexto, nós sabemos que a criança será mais receptiva aos cuidados dos seus pais que de qualquer outra pessoa da equipe. É uma relação de confiança estreitada desde a gestação. Então nosso papel é estruturar emocionalmente a família para que ela acolha o paciente”, ressalta a psicóloga.

 

Daniele Pereira de Sousa, que é dona de casa e está com as duas filhas internadas no HMA, conta que a atenção e cuidados necessários da equipe hospitalar desde o primeiro dia de internação deixaram-na mais tranquila e relaxada para dar apoio e carinho às crianças.

 

“Fui recebida de forma acolhedora e percebo extrema boa vontade de todos os profissionais do hospital para me ajudar. Assim, eu fico menos preocupada e mais disponível junto das minhas filhas. Queremos ir logo para casa!”, enfatiza a mãe. 

 

Além do suporte para os familiares, a psicóloga Cleide também comenta que a equipe hospitalar e as crianças hospitalizadas são focos de atenção da Psicologia no processo terapêutico. “Nós atuamos no sentido de fazer com que a hospitalização e a situação de doença sejam melhor compreendidas pela criança e sua família, bem como evitar situações difíceis e traumáticas. ‘Brincando’ e ‘conversando’ comigo, as crianças também expressam seus medos, dúvidas, angústias, aliviando assim seu sofrimento, caminhando para uma recuperação mais rápida. Com os profissionais do hospital, trabalhamos no sentido de humanizar o atendimento aos pacientes, fortalecendo o trabalho em equipe e a família também”, finaliza a profissional.

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira