Thursday, 20 de September de 2018

Thursday, 20 de September de 2018

SAÚDE


Tratamento

De portas abertas, o Caps AD III oferece tratamento para pessoas que desejam vencer o vício por bebida alcoólica

23 Feb 2018    13:13
De portas abertas, o Caps AD III oferece tratamento para pessoas que desejam vencer o vício por bebida alcoólica O coordenador do Caps AD III, Tony Ely Cunha, explica que o projeto terapêutico abrange atividades dentro e fora da unidade

O consumo de bebida alcoólica é cultural, mas o abuso dessa “droga lícita” pode levar ao alcoolismo, uma doença que pode trazer transtornos à saúde do indivíduo e prejudicar as relações familiares, sociais e de trabalho. No último dia 18, foi o Dia Nacional de Combate ao Alcoolismo, mas em Palmas o combate ao uso abusivo de álcool é feito diariamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Na Capital, a população conta com tratamento gratuito oferecido pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas, o Caps AD III, que trabalha dentro da lógica de redução de danos, com foco nos aspectos biopsicossociais da pessoa, de forma que ela escolha reduzir o consumo ou até mesmo a abstinência.

O Caps AD III adota a política de portas abertas, 24 horas, sem necessidade de prévio agendamento e não há fila de espera. O acompanhamento consiste em três etapas: ambientação, aprofundamento no sentido de vida e reintegração ao meio social. “A pessoa é recebida, se há uma necessidade avaliada, ela já permanece durante o dia e daí ela começa um processo de ambientação, onde os profissionais em equipe interdisciplinar trabalham para produzir junto com essa pessoa o projeto terapêutico singular dela”, explica o coordenador do Caps AD III, Tony Ely Cunha, informando que o projeto terapêutico abrange atividades dentro e fora da unidade. “O ideal é trabalhar com as adaptações da vida diária do indivíduo, então se ele já trabalha, já estuda, a gente vai tá reforçando esse comportamento e abrindo mais para que esse projeto se estenda lá fora, na rede de apoio do próprio Sistema Único de Saúde e também na rede de apoio do indivíduo para que ele se sinta apoiado no tratamento”, complementa.

O coordenador explica ainda que o tratamento consiste em trabalhar com o sentido de vida do paciente, respeitando os aspectos psicológico, social e biológico. “A gente não só apoia e dá suporte a esse indivíduo para que ele tenha menos agravos biopsicossocial como a gente atende a toda essa profundidade. Ele tanto pode  escolher ter força para ficar abstinente como ele pode fazer redução desse uso, acordar para um cuidado maior da sua própria vida, ter maior funcionalidade, passar a protagonizar, a administrar melhor as ações da sua vida. Porque o objetivo da vida de todo o ser humano é ter sucesso, e ter saúde hoje, é sinônimo de adaptação à vida, aos problemas que a vida traz e a felicidade que se quer ter”, ressalta.

Atividades e busca ativa

O coordenador assegura que todas as atividades desenvolvidas, mesmo as de lazer, são planejadas, podendo ser em grupo ou individual que buscam a reflexão da pessoa sobre o seu sentido de vida. “Nós buscamos focar não nas drogas, mas no sentido de vida, então ela passa por atividades de grupos operativos, por oficinas terapêuticas, oficinas de artesanato, oficinas de culinária. Ela passa por grupos que trabalham a cognição, grupos operativos que trabalham a questão de características de personalidade como ele se comporta em grupo, como ele lida com a questão da cooperatividade, da competitividade. Os grupos são voltados para as características que compõem a personalidade do indivíduo”, explica.

O Caps AD III também trabalha com a chamada busca ativa, ou seja, não espera o paciente buscar o atendimento, até porque nem sempre ele tem consciência de que precisa de tratamento. Nesse sentido, as pessoas que estão a sua volta podem procurar o Caps que fará a busca ativa do paciente. “A família pode nos procurar mesmo se o indivíduo não queira vir ou não tenha vindo, ela vai ter um suporte aqui, um espaço de escuta, de aprendizado e de reeducação de como lidar com isso. Temos casos e casos de quando os profissionais buscam esse indivíduo ele consegue fazer um vínculo e esse indivíduo muitas vezes adere ao tratamento. Geralmente começa com uma visita, onde a gente bate na porta, a gente diz nós somos da saúde, a gente tem a preocupação para que você fique bem”, explica.

Atualmente, o Caps AD III está atendendo 600 pessoas por mês, das quais 300 estão estabilizadas (ou diminuíram o uso de álcool ou estão completamente abstinentes). “Quase todas essas pessoas usam múltiplas drogas e o álcool é uma delas. Apenas 5% não usam álcool”, conta o coordenador.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

42

PARABÉNS!
PARABÉNS!

46

BOM
BOM

37

AMEI!
AMEI!

33

KKKK
KKKK

34

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

29

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

34

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Vício Bebidas Alcoólicas CAPS AD II

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


HGP

Hospital Geral de Palmas comemora fila zero e dez mil procedimentos no serviço de hemodinâmica

Além do marco de dez mil procedimentos, a equipe envolvida celebra o sucesso e a agilidade do serviço prestado à população

CPI do PreviPalmas

Presidente da CPI do PreviPalmas convoca envolvidos com investimentos suspeitos a prestarem esclarecimentos

Na ocasião, Geo convocou o ex-presidente do PreviPalmas, Maxcilane Fleury, o ex-diretor de investimentos, Fábio Matins, o ex-secretário Municipal de Finanças, Christian Zini e citou uma quarta pessoa que será convocada após o período eleitoral



Carlesse

Multidão recepciona Carlesse e reunião vira grande caminhada em Gurupi

Após uma pausa na campanha, para acompanhar sua mãe com problema de saúde em São Paulo, o governador e candidato à reeleição Mauro Carlesse, da coligação Governo de Atitude, voltou a Gurupi, nesta quarta-feira, 19, e foi surpreendido por uma multidão que o


Violência

“Violentômetro” alerta mulheres sobre níveis de agressão e violência

O material informativo, composto por cartazes, flyers e marcadores de páginas, será distribuído em blitzen, universidades e faculdades, feiras e bares, entre outros, nesta quinta e sexta-feira, dias 20 e 21.


Trânsito

Número de vítimas fatais reduz em 20% comparado a 2015

Em Palmas, a proporção de veículo é de 0,62 para cada habitante.


Propagando Irregular

A Justiça Eleitoral suspendeu nesta terça-feira, 18, mais uma propaganda irregular do candidato Carlos Amastha (PSB). De novo, o ex-prefeito de Palmas “invadiu” o horário eleitoral


Carlesse

Amastha tenta confundir população mostrando caso da gestão de Marcelo Miranda em seu programa


Campanha

No desespero, Amastha usa hospitais municipais para criticar Carlesse e tem propaganda suspensa pela Justiça


Irrigação

Carlesse fortalece projetos de irrigação São João e Manuel Alves com investimentos de mais de R$ 12 milhões


Educação

Bernadete é a segunda candidata ao governo do Tocantins a firmar compromisso com a educação


Jalapão

Carlesse garante que vai melhorar qualidade de vida no Jalapão com infraestrutura e fortalecimento da cultura e do turismo



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira