Monday, 15 de July de 2019

SAÚDE


Saúde

Fórum Perinatal que discutirá assistência à gestante acontece nesta quinta, 27

26 Sep 2018    00:20

Com o tema “Mudanças de Paradigmas na Assistência à Gestante”, será realizada no próximo dia 27, das 8h às 18h, no Auditório do Palácio do Araguaia, o Fórum Perinatal. O evento será um espaço de discussão e busca de solução dos desafios sobre a Política de Atenção Integral a Saúde da Mulher e Criança. O fórum é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio da área técnica de Atenção Especializada. As inscrições já se encerraram e foram destinadas  aos profissionais da saúde que atuam em maternidades e  na Atenção do Básica dos municípios.

A gerente da Rede Cegonha da Secretaria de Estado da Saúde, Raquel Marques Soares Santana ressaltou a necessidade de discutir o cuidado à gestante. “Será um momento para discutir a linha de cuidados materno infantil, as novas recomendações do cuidado à gestante da Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, pré-Natal e parto baseado em evidências científicas, as boas práticas no parto e nascimento dentre outros assuntos" enfatizou a gerente. 

Sobre o Fórum Perinatal 

Desde  de setembro de 2016, foi criado o Fórum Perinatal que se constitui em um espaço coletivo, plural, gestor interinstitucional onde se firmam acordos éticos do Estado com instituições, conselhos e sociedades civil para a promoção da saúde e qualidade de vida da mulher e criança. É composto por representantes da esfera estadual, municipal e do judiciário.

 

Programação

08h15min – abertura

08h45min Apresentação da Política da Rede Cegonha - Raquel Marques - Gerente da Rede Cegonha

09h15min Pré-Natal Baseado em evidências científicas - Dr. Edson Hospital e Maternidade Sofia Feldman- Médico Obstetra

10h  Boas práticas no Parto e Nascimento - Wilma Manduca Fisioterapeuta pela PUC/CAMP – Doula

10h45min Relato da experiência de um parto normal - Andreza Correia Silveira

11h - Mesa Redonda/Discussão - Wilma Manduca Fisioterapeuta - Doula /Dr. Edson Borges, Médico  e a Obstetra Raquel Marques - Enfermeira- Gerente da Rede Cegonha

11h30min - Alta responsável Débora Petry - Diretora do Hospital e Maternidade Dona Regina

14hmin - Apresentação da Lei N° 3.385, de 27 de Julho de 2018. Dispõe sobre a implementação de medidas de informação e proteção à gestante e parturiente contra a violência obstétrica no Estado do Tocantins Deputada Luana Ribeiro, autora da Lei N° 3.385, de 27de Julho de 2018.

14h35min - Parto Normal baseado em evidências científica -  Dr. Alexandre Soares Barbosa Médico Obstetra

15h35min -  Mesa Redonda/Discussão -  Deputada Luana Ribeiro,  Dr. Alexandre Soares Barbosa e Raquel Marques

16h00min - Apresentação das causas dos óbitos maternos

Mediadores/Facilitadores:Luanda Alencar Pacheco Freitas - Área Técnica da Vigilância do Óbito

16h30min - Apresentação dos Indicadores Materno- Infantis acompanhados pela Atenção Primária Facilitadora: Gilian Cristina Barbosa - Diretora de Atenção Primária

17h Discussão - Mediadores/Facilitadores: Luanda Alencar P. Freitas   e Gilian Cristina Barbosa

18 h  - Encerramento

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira