Wednesday, 20 de November de 2019

SAÚDE


Sesau

Hospital Dona Regina recebe visita técnica do Ministério da Saúde

10 Apr 2015

As visitas, que acontecem em todos os estados do País, fazem parte da programação do Ministério para conhecimento dos serviços realizados no atendimento às crianças e aos adolescentes vítimas de violência sexual.  O intuito é que, com as visitas, parcerias sejam formadas no sentido de que os hospitais possam ser referência e receber serviços de outros estados.

De acordo com a técnica do Ministério da Saúde, Maria de Lourdes Magalhães, o Hospital Dona Regina segue as orientações do Ministério e já é referência no Estado quanto ao atendimento de vítimas de violência sexual. "Estou feliz em estar aqui e ver que as pessoas estão envolvidas nos serviços e ver o comprometimento da Secretaria da Saúde. As pessoas estão engajadas, querendo mudança e melhorias de todo o processo", afirmou.

Porém, a intenção do Ministério é que os serviços também sejam expandidos para o Hospital Infantil, dependendo da demanda do Estado.  "Nossa intenção é dar apoio e ampliar os serviços, mas sempre na avaliação dos gestores e rede de atendimento", explicou.

Durante a visita, os gestores e profissionais também foram sensibilizados para o registro dos serviços no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). A diretora de Atenção Primária da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Marudiney Cesar Rodrigues, chamou atenção para a importância do cadastro. "É importante os profissionais se adequarem a isso, pois fará com que os serviços existam no cenário nacional. Podemos ser referência para que outros estados venham nos visitar. No sistema de informação, é uma questão mais burocrática, porém, é através dele que podemos receber mais incentivos federais", afirmou.

Só nos primeiros três meses deste ano, o Savis do Dona Regina já contabilizou 60 atendimentos.  A quantidade já é considerada alta com relação ao total do ano passado, que foi de 189 vítimas.  Segundo a coordenadora do setor, Zelma Moreira, o hospital recebe demanda de todos os municípios do interior e de estados vizinhos. "Independente de idade e do sexo, o Dona Regina é referência no atendimento 24 horas de violência sexual. Contamos com uma equipe capacitada de profissionais para receber essas pessoas, orientar e prestar os devidos serviços", informou.

O Ministério da Saúde oferecerá ainda visita técnica e estágio em serviços de referência nacional para profissionais do Savis do Dona Regina e Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica (Savid) do Hospital Infantil de Palmas. O objetivo é aprimorar as práticas de cuidado de crianças e adolescentes, em situação de violência.
Durante a tarde, o Ministério percorre o Hospital Infantil Público de Palmas e se reúne com gestores e profissionais do hospital e profissionais da Sesau.  Nesta sexta-feira, 10, a representante do Ministério da Saúde deve se reunir com o secretário de Estado da Saúde, Samuel Bonilha, diretores dos hospitais e diretoras de atenção primária, especializada e vigilância em saúde.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Uso inadequado de antibióticos aumenta resistência de bactérias

Prática pode levar ao agravamento de doenças, alerta OMS


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira