Thursday, 23 de May de 2019

SAÚDE


Palmas

Hospital Geral de Palmas recebe doação de laringes eletrônicas

07 Apr 2019    12:03    alterado em 07/04 às 12:03
Ellayne Czuryto Hospital Geral de Palmas recebe doação de laringes eletrônicas

O serviço de cabeça e pescoço do Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu a doação de cinco laringes eletrônicas, nesta quinta-feira, 4, por meio do projeto REDE+VOZ, da Associação do Câncer de Boca e Garganta (ACBG), com o intuito de amparar e facilitar a reabilitação dos pacientes laringectomizados, cirurgia para que seja removida totalmente ou parte da laringe.

O médico de cabeça e pescoço do HGP, Daniel Hiramatsu, explica que algumas pessoas precisam passar pela laringectomia total, que é a remoção de toda a laringe, quando acometidas pelo câncer de cabeça e pescoço, e uma de suas consequências é a perda da fala, contudo, é possível viabilizar novamente a comunicação oral por meio da utilização da laringe eletrônica.

O gestor de projetos da ACBG, Eduardo Knoll, explica sobre o Projeto Rede+Voz. “É um projeto que tenta formar um controle social do câncer de cabeça e pescoço e fazer um retrato de como está à situação no Brasil. Nós estamos visitando os principais hospitais e centros de referência de câncer de cabeça e pescoço, pelo menos um em cada estado do Brasil, para conhecer os pacientes, os profissionais e o que o serviço oferece para os pacientes, para poder conhecer qual a situação real da doença no país.”

Ele esclarece ainda como foram viabilizadas as doações da laringe eletrônica. “O projeto “laringe eletrônica uma voz possível”, é uma parceria da ACBG com a Associação Brasileira dos Portadores de Câncer- AMUCC, viabilizado pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), que é uma lei de incentivo fiscal voltado para a oncologia. Nós cadastramos um projeto no PRONON, e se aprovado a gente pode captar verbas de imposto de renda de outras empresas, e foi através dessa captação que conseguimos comprar 350 laringes eletrônicas, possibilitando a reabilitação de 350 pacientes laringectomizados em situação de vulnerabilidade social.”

A fonoaudióloga e educadora clínica,  Andrea Maduro, da ATOS Medical, falou sobre reabilitação vocal nos paciente que sofreram laringectomização total e os produtos disponíveis. “Não só a prótese traqueoesofágica que possibilita o paciente falar novamente, nós temos todos os acessórios para uma reabilitação pulmonar, por exemplo, porque o paciente quando ele tira a laringe ele perde a função do nariz, o ar entra muito seco e frio, e o paciente tem muita secreção, então nós temos os acessórios que facilitam o paciente a ter uma vida normal após uma cirurgia tão mutiladora, porque além de mutilar a voz ele perde todas as funções do nariz.”

Daiane Francisco, esposa do paciente João Gomes Gontijo, de 63 anos, que passou pela laringectomização total relatou a situação do seu marido. “Ele foi diagnosticado com câncer de laringe, passou pela primeira cirurgia, ficou três meses sem a doença, e quando voltou teve que tirar toda a laringe. Tem dois meses que ele passou por essa cirurgia, e a possibilidade dele voltar a se comunicar com esse aparelho, foi motivo de muita emoção e alegria pra todos nós.”

Laringe eletrônica
São aparelhos pequenos, leves e portáteis e funcionam a base de pilhas ou baterias de 9V. Possui uma membrana na parte superior que vibra e quando encostada no pescoço ou nas bochechas gera um som que é transformado em fala por meio da articulação dos lábios e da língua. Um dos benefícios do uso da laringe eletrônica é a recapacitação da comunicação de forma mais rápida e barata, ajudando na reintegração social e profissional.

COMPARTILHE:


Confira também:


Setor Aéreo

Senado aprova MP com 100% de capital estrangeiro ao setor aéreo brasileiro

Primeira companhia internacional a se estabelecer no país, a Air Europa também foi autorizada nesta quarta-feira (22) a operar no Brasil

CPI do PreviPalmas

Max Fleury é ouvido na CPI do PreviPalmas

O ex-presidente do PreviPalmas estava no comando quando o instituto fez um investimento na ordem de R$ 30 milhões no Cais Mauá, como também, aplicou R$ 20 milhões no Fundo Tercon.


Fenelon Barbosa

Primeiro prefeito acredita que Palmas será uma das maiores e melhores cidades do Brasil

Ex-prefeito de Palmas conta a história da luta pela criação e construção da mais nova capital do país


Homenageados

Carlesse e vice-governador Wanderlei Barbosa são homenageados em sessão pelos 30 anos de Palmas

Ao todo 41 personalidades receberam a honraria, dentre elas, o ex-governador Siqueira Campos, fundador da Capital e todos os ex-prefeitos da cidade


Taguatinga

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável no sudeste do Estado


Mandado de prisão

Condenado por roubo é preso pela Polícia Civil em Palmas


Palmas 30 anos

Em entrevista exclusiva, Siqueira Campos diz que Palmas integrou e fortaleceu a economia do Tocantins


Norte do TO

BRK Ambiental leva teatro sobre preservação para mais de 30 escolas do Bico do Papagaio


FORJEF

I Fórum Interinstitucional dos Juizados Especiais Federais do Tocantins termina com balanço positivo


Competição

Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 quilômetros da 5ª edição



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira