Saturday, 29 de February de 2020

SAÚDE


Mais Médicos

Profissionais ainda podem ser inscrever no Mais Médicos

15 Oct 2015

Profissionais com interesse em atuar na Atenção Básica têm no Mais Médicos uma oportunidade de qualificação e experiência. Com o lançamento do edital de reposição no início deste mês, o Programa está ofertando vagas desocupadas, e os interessados podem se inscrever até o próximo domingo (18). Já as prefeituras com vagas ociosas têm até esta quinta-feira (15) para aderir.

Podem participar desta etapa, entre outros, médicos recém-formados que obtiveram o diploma neste primeiro semestre de 2015 e possuem registro em conselho regional. Os candidatos devem se inscrever na seleção através do site do Mais Médicos, preenchendo o cadastro e apresentando a documentação exigida.

"O Mais Médicos é uma excelente oportunidade para o profissional recém-graduado se qualificar, ganhar experiência, e, ao final, dependendo da modalidade escolhida, fazer jus a uma pontuação adicional de 10% para ingressar em uma residência. Tanto para aqueles que acabaram de sair da faculdade, como para os que querem consolidar sua formação e atuação na atenção básica, o Programa é uma opção segura, e, claro, muito gratificante" destaca o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.

Os profissionais deverão optar, no ato na inscrição, pela modalidade de participação desejada: receber pontuação adicional de 10% nas provas de residência, atuando na unidade básica por no mínimo 12 meses; ou permanecer no município por até três anos e receber auxílios moradia e alimentação custeados pelas prefeituras.

CRONOGRAMA – Após realizarem inscrição, os profissionais deverão indicar, a partir dia 20, até quatro cidades de diferentes perfis onde desejam atuar conforme a sua prioridade. Os candidatos concorrerão somente com aqueles que optarem pelos mesmos municípios. Quem não conseguir alocação terá acesso às vagas remanescentes em outra oportunidade, a ser ofertada em novembro.


Para a classificação na concorrência das vagas foram estabelecidas as mesmas regras adotadas nos editais anteriores, nesta ordem: ter título de Especialista em Medicina de Família e Comunidade; ter experiência comprovada na Estratégia Saúde da Família; ou ter participado do Programa de Educação pelo Trabalho – PET (Vigilância, Saúde, Saúde da Família e Saúde Indígena), do VER-SUS, do ProUni ou do FIES. Como critérios de desempate serão considerados a maior proximidade entre o município desejado e o de nascimento, e ter maior idade.

Não poderão ingressar neste edital candidatos que participaram das chamadas anteriores do Mais Médicos e que tenham sido desligados por descumprimento de normas do Programa. Caso as vagas não sejam preenchidas será cumprida a ordem de chamamento prevista na Lei. O edital será aberto aos brasileiros que se formaram no exterior e, em seguida, aos profissionais estrangeiros. Por fim, havendo ainda vagas, serão chamados médicos da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde. A previsão é que os primeiros profissionais brasileiros selecionados nesta etapa iniciem as atividades no início de novembro. Como os editais de reposição são trimestrais, o próximo está previsto para janeiro de 2016.

MUNICÍPIOS – Os municípios interessados em preencher os postos não ocupados no momento têm até esta quinta-feira (15) para aderir e confirmar se está mantida a necessidade das respectivas vagas. Neste edital de reposição, 323 municípios poderão preencher 410 vagas ociosas.


Apenas serão ofertadas para escolha dos profissionais as vagas confirmadas pelos municípios, que devem fazer essa opção pelo site do Mais Médicos. Os postos em aberto que não forem solicitados neste momento ou que estão suspensos temporariamente pela coordenação do Programa poderão ser disponibilizados nas próximas seleções, a depender da manifestação do município ou da regularização da situação que levou à suspensão.

SOBRE O PROGRAMA – Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Com a expansão de 2015, o Programa passou a contar com 18.240 médicos em 4.058 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas.

Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país. No eixo de infraestrutura, o governo federal está investindo na expansão da rede de saúde. São mais de R$ 5 bilhões para o financiamento de construções, ampliações e reformas de 26 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Já as medidas relativas à expansão e reestruturação da formação médica no país, que compõem o terceiro eixo do programa, preveem a criação, até 2017, de 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina, de 12,4 mil vagas de residência médica até 2018. Destas, 5.306 vagas de graduação já foram autorizadas (3.616 privadas e 1.690 públicas) e 7.742 vagas de residência.

COMPARTILHE:


Confira também:


Fish’n Strategy

Tocantins lidera o ranking de locais mais procurados para prática de pesca esportiva

Pesquisa realizada pela Fish’n Strategy aponta que pousada localizada em Peixe foi a mais lembrada no ano de 2019

Economia

Intenção de Consumo das Famílias de Palmas volta a subir

Mais especificamente sobre o consumo, a maioria das famílias disseram que estão comprando menos atualmente (48,5%) e apenas 28,2% acreditam que o consumo nos próximos meses será maior que no mesmo período do ano passado.



ALETO

Assembleia realiza semana da mulher com programação especial voltada para elas

Na terça-feira, 03, também está prevista uma sessão solene em homenagem as mulheres, às 09 horas, no plenário da Casa. Na data serão entregues diplomas a personalidades femininas.


Seciju

Representantes das forças de segurança do Estado participam de reunião de alinhamento entre as equipes

O encontro foi realizado na manhã desta quinta-feira,27, na Seciju, e teve como objetivo planejar ações para o trabalho coletivo entre as forças


Sul

Governo assina termo de cooperação com prefeituras que vai beneficiar abrigo em Gurupi

O Abrigo Renascer recebe crianças e adolescentes que necessitam de atenção especial, em Gurupi e outros 12 municípios


Palmas

Grupo Sabin desenvolve teste para detectar o novo coronavírus


Segurança

Operações deflagradas pela Polícia Civil contribuem para redução da criminalidade no Tocantins


Opinião

Final de uma semana que nem começou


Decisão

Justiça define que Incra não pode desistir de ação e desapropria Fazenda Vera Cruz, no TO


Oportunidade

IEL Tocantins seleciona estagiários para o Ministério Público


ATS

Obras de extensão de rede são entregues em Palmeirante



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira