Wednesday, 20 de March de 2019

SAÚDE


SAÚDE

Profissionais da saúde que atuam na educação inclusiva alinham fluxograma de atendimento

09 Aug 2018    16:53
ASCOM/DIVULGAÇÃO Profissionais da saúde que atuam na educação inclusiva alinham fluxograma de atendimento Oficina de Integração e Construção de Fluxos foi realizada na manhã desta quinta, 09

Profissionais das redes municipais de saúde e educação participaram na manhã desta quinta-feira, 09, no auditório do Instituto 20 de Maio de uma Oficina de Integração e Construção de Fluxos voltada para a educação inclusiva, proporcionando a troca de experiências entre os profissionais acerca da organização do trabalho das equipes e dos serviços em rede no enfrentamento das situações de saúde e socioeducacionais.

 

Na Capital o Centro de Educação Inclusiva (CEI) funciona desde janeiro na Escola Municipal Francisca Brandão (Arse 121) e atende 138 alunos, sendo 121 da rede municipal, seis da rede estadual, e seis da rede particular e cinco fora da idade escolar.

 

O coordenador do Centro de Atenção Inclusiva (CAI), Raimundo Bezerra, destacou que desde março a Secretaria Municipal de Saúde tem disponibilizado uma equipe multiprofissional (nutricionista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, terapeutas ocupacionais e fonoaudióloga) para atender o CEI. “Com seis meses de funcionamento é o momento de fortalecer analisar os pontos fortes e os pontos fracos, compartilhar fluxos e disparar uma construção de perfis e competências profissionais com todos os que atuam no CEI da área pedagógica educacional e da saúde e ter um fluxograma comum que atenda todas as necessidades dessas crianças tanto de saúde e quanto educacional”, ressaltou.

 

A presidente da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp), Jaciela Leopoldino, destacou a possibilidade de ampliar o atendimento dentro da rede. “Vamos identificar e reconhecer quais as atribuições das áreas específicas e em seguida construir um fluxo para fortalecer tanto a integralidade quanto à interdisciplinaridade dessas duas áreas com vistas a fortalecer o cuidado dessas crianças. Existe a possibilidade de discutir estratégias que ampliem a atenção na rede de saúde que possa qualificar a Atenção Primária e descentralizar o processo de trabalho que vem sendo construído no CEI. E que os profissionais do CEI possam fazer estudos de caso com os profissionais da Atenção Primária dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasfs) e que eles possam articular o atendimento nos seus territórios”, destacou.

 

A superintendente de Avaliação e Desempenho Educacional (Semed), Judith Dall’Agnol, destacou que esse atendimento voltado à educação inclusiva pode ser descentralizado em breve. “Temos uma grande demanda de crianças com deficiências, vindo inclusive das escolas particulares e estaduais, e hoje aqui precisamos parar e refletir, trazendo todas as situações que estamos vivendo, as práticas exitosas, para que agora a gente analise como vamos ampliar esse atendimento. Então assim, dentro das habilidades dessas crianças, o que nós podemos fazer para dar uma qualidade de vida, e já depois de alinhado pensar no segundo CEI que será implantado na região Sul. Acredito que daqui para o final do ano a gente já pode traçar esse novo espaço”, informou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Redução

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa de energia

A quitação antecipada vai gerar economia de R$ 8,4 bi para consumidor

Transplantes de Córneas

Estado realizou 128 transplantes de córnea por intermédio e captação do Banco de Olhos

Oftalmologista, responsável técnica do BOTO, Doutora Núbia Maia aconselha o diálogo familiar sobre a doação de órgão para sanar a dúvida da família.


Crime

Corte estético de cauda e orelha de animais é crime ambiental

Além disso, os cães de cauda comprida possuem essa estrutura anatômica como contrapeso em corridas. “O corte acaba interferindo no equilíbrio natural do animal”, afirma.


Lançamento

Campanha da Fraternidade 2019 é lançada na Câmara Municipal

Durante sessão solene de quarta feira, 20, o Arcebispo Metropolitano Dom Pedro Brito Guimarães lançou a Campanha da Fraternidade 2019, na Câmara Municipal.


Balanço

ICMS Ecológico encerra prazo com adesão de 136 municípios


Energisa ouve clientes em audiência pública sobre projetos de eficiência energética


Palmas

Estudantes da UFT vencem 1º Prêmio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Tocantins


18 de março

Dia da Autonomia homenageia luta de antepassados pela emancipação do norte de Goiás


Norte

Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína


Boa forma

Diva Fitness choca seguidores nas redes sociais com foto de seu antes e depois



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira