Monday, 18 de February de 2019

SAÚDE


Saúde

Saúde capacita servidores para realização de testes rápidos de patologias como HIV, sífilis e hepatites virais

10 Aug 2018    20:03
ASCOM/Divulgação Saúde capacita servidores para realização de testes rápidos de patologias como HIV, sífilis e hepatites virais Regina Rodrigues: “Os testes sorológicos exercem papel importante na redução da epidemia global de patologias como HIV, sífilis e hepatites virais"

Técnicos em Enfermagem dos Centros de Saúde da Comunidade estão participando de um curso sobre testagem rápida. O curso faz parte do projeto de descentralização do manejo do HIV e Hepatites Virais para a Atenção Primária que visa aumentar, na Capital, a oferta e o acesso ao diagnóstico e tratamento para a população.

 

O curso é ministrado por uma equipe composta por médicos, enfermeiros e psicólogos e consiste em 20 horas na modalidade presencial (teoria e prática), mas os formandos ainda participam do curso teórico com carga horária de 92 horas, pela plataforma Telelab do Ministério da Saúde.

 

A meta da Secretaria de Saúde de Palmas é formar ainda no mês de agosto, duas turmas com média de 30 profissionais de saúde de diversos setores e dos Centros de Saúde da Comunidade habilitados a fazer o TR na rede municipal de saúde do território.

 

Segundo a enfermeira Regina Rodrigues, que é uma das especialistas da Secretaria Municipal de Saúde, a capacitação busca agilizar o acesso ao diagnóstico, ao tratamento e à prevenção do HIV, hepatites virais (B e C) e da sífilis para a população, principalmente à que se encontra em situação de vulnerabilidade social. “Os testes sorológicos exercem papel importante na redução da epidemia global de patologias como HIV, sífilis e hepatites virais, pois são ferramentas simples, de fácil execução e interpretação, inclusive fora do ambiente laboratorial, desde que sejam realizados por profissionais habilitados para a metodologia”, explica.

 

Com a capacitação dos profissionais, a secretaria pretende aumentar a oferta de serviços para o TRD de HIV, sífilis e o aconselhamento de IST/AIDS. “O TRD é importante porque permitirá fazer o teste em todas as gestantes, em pacientes com tuberculose e a testagem em usuários de procura espontânea na rede municipal de saúde”, destaca enfermeira acrescentando que com o diagnóstico positivo o paciente pode ser, dependendo do agravo, realizar exames complementares e ser tratado imediatamente no CSC ou, se precisar, ser encaminhado para o Serviço de Atendimento Especializado em IST/AIDS do município e iniciar o tratamento mais rapidamente.

 

São destaques nas aulas teóricas a história natural da doença, vias de transmissão, tratamento e prevenção e a correta utilização dos testes rápidos, importância dos procedimentos de biossegurança, controle de qualidade dos testes e abordagem do paciente (orientação pré e pós-teste). Documentos necessários para a realização da metodologia (Procedimentos Operacionais Padrão, Ficha de Controle de Estoque, Folha de Trabalho e Laudo dos resultados)

 

Já as aulas práticas compreendem o próprio Teste Rápido Diagnóstico para HIV, o teste rápido de triagem para sífilis e hepatites B e C. Além disso, promover o intercâmbio de conhecimento entre os profissionais da Rede.

COMPARTILHE:


Confira também:


Reforma da Previdência

Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

Informação foi divulgada pelo secretário Rogério Marinho

Saúde

Governo , Ministério Público e Defensoria Pública discutem soluções para judicialização da saúde

O defensor público, Arthur Marques, apontou problemas recorrentes como a superlotação dos hospitais, a dificuldade do abastecimento de alguns medicamentos e as interrupções de tratamentos de pacientes com câncer.



Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins

De acordo com a legislação, anualmente, os municípios tem prazo até o dia 15 de março, para manifestar o interesse e comprovar o cumprimento das exigências, conforme disposto no Decreto nº 5.264/2015.


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado

“O que queremos é que todas as instituições compreendam que a situação em que nos encontramos requer ações imediatas, de modo que possamos ter um estado sustentável a médio e longo prazo”, frisou Edson Cabral.


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade


Segurança

Identificação facial e papiloscópica da Polícia Civil é destaque em operações de combate à criminalidade no Tocantins


Brasília

Damaso fala da responsabilidade do cargo assumido e pede ao Governo apoio para os municípios



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira