Palmas, 18/10/2017

Últimas

Palmas

Equipes da Prefeitura continuam retirando galhadas e árvores caídas em avenidas e ruas após chuva forte

  • Os trabalhos se iniciaram ainda na quarta-feira, 4, logo após as chuvas, com recolhimento de galhadas e troncos caídos nas vias públicas


Juliana Matos 

Nesta quinta-feira, 5, equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp) seguem empenhadas na retirada de galhadas e árvores caídas em avenidas e ruas da Capital em razão dos ventos fortes que a chuva da última quarta-feira, 4.
 
Os trabalhos se iniciaram ainda na quarta-feira, 4, logo após as chuvas, com recolhimento de galhadas e troncos caídos nas vias públicas. No entanto, em razão da grande quantidade de árvores caídas, o trabalho deve ser concluído apenas na sexta-feira, 6, quando se fechará o balanço de todo material recolhido.
 
Para garantir a limpeza mais rápida das avenidas, todo o material recolhido de via pública está sendo depositado em canteiros e rotatórias para ser retirado por três caminhões que serão disponibilizados na sexta-feira.
 
Desobstrução de vias e poda de árvores
 
"Primeiramente as equipes seguem desobstruindo ruas e avenidas, posteriormente podando e retirando as galhadas de avenidas, ruas e áreas públicas. A superintendência já realiza os serviços de poda e manutenção de árvores de todas as praças, jardins e demandas da Fundação Municipal  de Meio Ambiente (FMA) quando solicitados. O que ocorreu ontem foi uma chuva típica de início de temporada, com rajadas muitos fortes, que levou à derrubada de várias árvores novas e  velhas e de várias espécies", explicou o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Hebert Veras.
 
Reaproveitamento da madeira
 
Toda a madeira recolhida, segundo o diretor de Parques e Jardins, Eduardo Pelaez Risuenho, será reaproveitada para manutenção de jardins de rotatórias e áreas públicas da Capital. Grande parte será destinada a construção de cochos de flores, bolachas de limitação de jardim, bancos e tutor de mudas de árvores, uma haste usada como guia de crescimento de mudas.
 
Chuva e ventania
 
A chuva da última quarta-feira, 5, foi rápida, mas como tipicamente acontece nas primeiras chuvas que marcam o retorno do período chuvoso, houve fortes rajadas de vento, que, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), chegaram a 65 km/h. A quantidade de chuva registrada pela estação de monitoramento do instituto foi de 4,5 milímetros.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus