Palmas, 22/01/2018

√öltimas

Protocolo do Fogo

Gestores de 24 municípios assinam o Protocolo do Fogo com o Naturatins

  • O vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral, deu as boas-vindas aos participantes e agradeceu a presen√ßa de todos, ressaltando que o Naturatins encerra o ano com a implanta√ß√£o de 66 Protocolos do Fogo no Estado

Gestores de 24 municípios assinam o Protocolo do Fogo com o Naturatins



T√Ęnia Caldas / Governo do Tocantins

Como o objetivo de antecipar a√ß√Ķes de controle e combate √†s queimadas do pr√≥ximo ano, gestores de 24 munic√≠pios do Tocantins, assinaram na tarde desta quinta-feira, 21, no audit√≥rio do Instituto de Gest√£o Previdenci√°ria do Estado do Tocantins (Igeprev), a documenta√ß√£o relativa ao Protocolo do Fogo.

A cerim√īnia contou com prefeitos e secret√°rios de Meio Ambiente de cidades como Aguiarn√≥polis, Arraias, Augustin√≥polis, Axix√° do Tocantins, Bandeirantes do Tocantins, Brasil√Ęndia, Brejinho de Nazar√©, Buriti do Tocantins, Carmol√Ęndia, Duer√©, Esperantina, F√°tima, Itaguatins, Mauril√Ęndia, Muricil√Ęndia, Praia Norte, Sampaio, Sandol√Ęndia, Santa Rosa do Tocantins, S√£o Bento, S√£o Sebasti√£o do Tocantins, Silvan√≥polis, Wanderl√Ęndia e Nazar√©.

O vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral, deu as boas-vindas aos participantes e agradeceu a presença de todos, ressaltando que o Naturatins encerra o ano com a implantação de 66 Protocolos do Fogo no Estado. "O ano de 2017 foi difícil em relação ao período de seca. Mas os municípios atenderam o nosso chamado na tarefa de criar mecanismos para que junto com a sociedade consigamos preservar e conservar o meio ambiente. Esperamos que 2019, tenhamos menos prejuízos com a seca e mais sensibilização", considerou.

Para o superintendente de Gest√£o Ambiental do Naturatins, Natal C√©sar Alves de Castro, a assinatura do Acordo de Coopera√ß√£o entre o √≥rg√£o ambiental e os munic√≠pios √© um avan√ßo. "√Č primordial haja vista o ranking nacional que o Tocantins ocupou relativo √†s queimadas como a morte de mais de mil cabe√ßas de gado em Carmol√Ęndia. A queima de um piv√ī central em Pedro Afonso, e tamb√©m a queima de viveiros de mudas de eucaliptos em Miracema, quando dezenas de pessoas ficaram desempregadas. E ainda vale lembrar que os munic√≠pios que aderiram ao ICMS Ecol√≥gico no ano passado, j√° est√£o colhendo os frutos neste ano", ressaltou.

Segundo o prefeito de Augustin√≥polis, J√ļlio da Silva Oliveira, que comp√īs a mesa de honra e representou os prefeitos do Bico do Papagaio, a ades√£o ao Termo de Coopera√ß√£o, conhecido como Protocolo do Fogo vem somar a√ß√Ķes valiosas de preserva√ß√£o e combate ao fogo. "Esse ano houve situa√ß√Ķes graves de queimadas principalmente em Carmol√Ęndia, com preju√≠zos que contabilizou morte humana, de gado, al√©m da fauna e flora que ficaram prejudicadas", enfatizou.

Como os outros participantes, o prefeito do munic√≠pio de Wanderl√Ęndia, Eduardo Vila Madruga e vice-presidente da Associa√ß√£o Tocantinense dos Munic√≠pios (ATM), lamentou as ocorr√™ncias de queimadas em Carmol√Ęndia. "No nosso munic√≠pio vamos reimplantar e equipar a nossa Brigada Contra Inc√™ndios Florestais, que ir√° funcionar com 17 brigadistas, que se dedicaram a preservar e combater os focos de calor que surgirem no pr√≥ximo per√≠odo de seca, no sentido de evitar estes preju√≠zos, declarou.

Al√©m dos gestores municipais compareceu ao evento, o 2¬ļ Tenente do Ex√©rcito, Jos√© Ribamar Sousa, representando o coronel Athos, comandante do 22¬ļ Batalh√£o de Infantaria do Tocantins e tamb√©m a gerente de Educa√ß√£o Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos H√≠dricos (Semarh), Edicleides Brito, na ocasi√£o representando a secret√°ria Meire Carreira.

Protocolo do Fogo

O Naturatins por meio de equipes que desenvolvem a√ß√Ķes pertinentes a Educa√ß√£o Ambiental, se desloca at√© os munic√≠pios aonde realiza uma mobiliza√ß√£o popular. O Protocolo visa reunir institui√ß√Ķes organizadas que se comprometem no desenvolvimento de a√ß√Ķes sustent√°veis, tendo em vista a redu√ß√£o significativa de impactos gerados pelo uso indiscriminado do fogo.

O programa tem como objetivo implantar Protocolos Municipais de Prevenção e Controle do Uso do Fogo, nos municípios tocantinenses. Visa ainda negociar e estabelecer acordos entre os diversos atores sociais da região, para obter resultados na redução dos focos de incêndios/queimadas.

As atividades possuem o respaldo do Decreto Estadual n¬ļ 649/98, que institui o Comit√™ Estadual de Preven√ß√£o, Controle e Combate √†s Queimadas e Inc√™ndios Florestais, o qual tem entre suas metas, a busca por estrat√©gias e a√ß√Ķes no sentido de atuar efetivamente na problem√°tica das queimadas. 


Confira também


Coment√°rios

comments powered by Disqus