Friday, 28 de February de 2020

VIVER


Saúde

Câncer de mama deixou de ser uma preocupação apenas para mulheres

18 Jul 2008

Pouca gente sabe, mas o câncer de mama pode desenvolver-se em homens. De acordo com o Inca - Instituto Nacional do Câncer, os casos masculinos representam 1% da incidência da doença no país. Um dos principais problemas desse tipo de patologia no gênero masculino é a desinformação e a falta de prevenção por meio do exame do toque. A possibilidade de cura da infecção está totalmente ligada às fases do diagnóstico e à deserção do campo maligno da glândula mamária, se prognosticada precocemente.

De acordo com o oncologista, especialista em Mastologia André M. Aleixo, que atua na recuperação de pacientes com câncer há três anos em Palmas, mesmo o homem tendo a glândula mamária atrofiada, pode desenvolver o câncer. O médico, que até hoje não lidou com casos masculinos, explica que o diagnóstico tardio “pode piorar a situação do paciente”. “Os sintomas do câncer de mama masculino não difere das mulheres. O aparecimento de nódulo indolor, secreções com elevação da pele ou mudança no formato do bico do peito podem ser sinais de câncer, independente do sexo do examinado”, relata.

Os pacientes homens mais propensos à manifestação do câncer de mama estão na faixa etária entre 50 a 60 anos de idade. Diferentemente das mulheres, que têm um período de risco maior, entre os 45 aos 69 anos. De acordo com o mastologista, a mamografia é o mais completo exame de detecção, pois se trata da “radiografia da mama”, ou seja, o exame que permite a detecção precoce do câncer, por ser capaz de mostrar lesões em fase inicial, mesmo que ainda não haja manifestação na região peri-mamária.

A incidência do câncer em homens chama a atenção, pois, diferentemente das mulheres, eles ainda não se conscientizaram sobre a importância de se prevenir contra a doença. O auto-exame e consultas periódicas com especialistas podem evitar problemas, principalmente se há a detecção de alguma anomalia. O nódulo cancerígeno pode ser diagnosticado pelo próprio homem, até dois anos antes, por meio do hábito periódico do auto-exame mamário.

O médico explica que pode haver a “prevenção do câncer através de consultas médicas freqüentes”. De acordo com o especialista, esta é uma patologia que interfere no psicológico das pessoas, por se tratar de uma doença encarada apenas por mulheres, durante anos. “O homem tem, sim, que fazer o auto-exame periodicamente. Quanto mais cedo diagnosticar a doença, mais rápido será o tratamento e a recuperação do paciente. Temos que erradicar esse “pré-conceito” em pensar que apenas homens ou mulheres estão propensos a adquirir certas tipologias patológicas”, explica.

COMPARTILHE:


Confira também:


Desfile

Viradouro é a campeã do carnaval no Rio de Janeiro

Em segundo lugar ficou a Acadêmicos do Grande Rio

Decisão

Justiça define que Incra não pode desistir de ação e desapropria Fazenda Vera Cruz, no TO

Decisão destaca que insuficiência de dotação orçamentária não pode se sobrepor à efetivação dos direitos fundamentais à moradia, ao trabalho, à alimentação e à função social da propriedade


Oportunidade

IEL Tocantins seleciona estagiários para o Ministério Público

Todas as informações estão publicadas no site www.iel-to.com.br


ATS

Obras de extensão de rede são entregues em Palmeirante

Mais de 200 famílias passaram a receber água tratada no Povoado Paciência


Internacional

Novo coronavírus: Itália registra 11 mortes e contágios aumentam


Araguaína

Alegria e interação marcaram o bloquinho das crianças do HMA


Sucesso

CarnaPraça levou mais de 20 mil foliões para a Praça dos Girassóis


Brasil

Skyy Vodka patrocina Carnaval cheio de diversidade


Dia 29/02

Dia Mundial das Doenças Raras é marcado por atividades em todo o país


Ponto de Vista

Cobrança indevida de bagagem por cias aéreas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira