Tuesday, 18 de September de 2018

Tuesday, 18 de September de 2018

VIVER


Quadrilhas

Centenas de voluntários colaboram com as apresentações das quadrilhas juninas no Arraiá da Capital

26 Jun 2018    21:08
Divulgação/ASCOM Centenas de voluntários colaboram com as apresentações das quadrilhas juninas no Arraiá da Capital A voluntária Delacir Bezerra junto com sua filha Micaelle e o colega Yrlands Aquino

De 27 de junho a 1º de julho acontece o 26º Arraiá da Capital São João das Palmas, uma festa colorida e com grande participação popular. Mas o que pouca gente sabe é que a maior parte das quadrilhas conta também com integrantes que se doam voluntariamente para ver esta ‘festança’ acontecer todos os anos. São costureiras, cabeleireiros, maquiadores, artesãos, grafiteiros, marceneiros, serralheiros, e muitos outros profissionais voluntários. Gente que doa seu tempo livre para dar vida aos enredos, cenários e aos figurinos dos dançarinos neste espetáculo que já é parte da nossa cultura.


A assistente social, Delacir Bezerra, já tem 20 anos de Arraiá da Capital e diz que não se cansa de ajudar seu grupo, a Quadrilha Cafundó do Brejo que conta com 36 casais se apresentando e mais de 140 voluntários que ajudam a construir cenografia e figurinos. Este ano Delacir cedeu a sua própria casa para a montagem dos cenários e também para a realização de alguns ensaios.


“É uma tradição que nos aproxima da comunidade, cria um laço de amizade muito forte e um sentimento de poder ser útil, de fazer parte de um grupo”, explica Delacir, acrescentando que ela ainda dança na quadrilha e que seus três filhos e duas sobrinhas também são dançarinos e voluntários na organização dos ensaios. “Nós passamos meses envolvidos com a festa, não é apenas um dia, nem um mês, nessa semana estou com seis pessoas trabalhando no cenário da quadrilha lá em casa”, conta.


Já o servidor público federal, Renato Amorim, resolveu escutar seu coração e criar um grupo de quadrilha junina em 2010. Nascia então a Fogo na Cumbuca que hoje conta com 16 casais dançando e envolve mais de 60 pessoas na confecção e montagem da apresentação.


“Faço de tudo aqui na ‘Junina Fogo na Cumbuca’. Desde reuniões para organizar o grupo, ajudo a montar cenários, figurinos, repertório enfim, participo de tudo”, diz Renato. Ele conta ainda que o trabalho começa lá atrás, ainda no ano anterior à festa. “Começamos os trabalhos em novembro com a escolha de tema, repertório, montagem do espetáculo e ensaiamos em janeiro. Sem os voluntários seria impossível fazer uma festa tão bonita”, analisa.


A esposa do Renato, Raimunda Sousa, também coloca a mão na massa, ou melhor, nos cabelos, ela é uma das responsáveis pelos penteados das damas do grupo. “Eu ajudo na confecção dos acessórios e nos penteados. A gente sabe que a aparência dos dançarinos tem que estar impecável e sempre buscamos fazer o melhor a cada apresentação”, destaca Raimunda.


A comunidade vai poder conferir e torcer por cada quadrilha junina a partir da próxima quarta-feira, 27, na Vila Olímpica, ao lado do Estádio Nilton Santos, na Avenida Teotônio Segurado. 

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

30

PARABÉNS!
PARABÉNS!

15

BOM
BOM

17

AMEI!
AMEI!

17

KKKK
KKKK

16

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

16

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

17

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Quadrilha voluntários Palmas

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Radioterapia

Estado começa instalação da máquina de radioterapia de Araguaína

Após a instalação, o Estado solicitará vistoria da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para liberação do serviço.

Declaração Polêmica

Kátia Abreu comenta declaração polêmica de vice de Bolsonaro

“De onde saiu esse homem meu Deus do céu. Criei 3 filhos sozinha como milhares de mulheres de mulheres no Brasil”, indaga Kátia.



Trânsito

Número de vítimas fatais reduz em 20% comparado a 2015

Em Palmas, a proporção de veículo é de 0,62 para cada habitante.


Propagando Irregular

A Justiça Eleitoral suspendeu nesta terça-feira, 18, mais uma propaganda irregular do candidato Carlos Amastha (PSB). De novo, o ex-prefeito de Palmas “invadiu” o horário eleitoral

Esta é a quinta vez, nestas eleições, que a Justiça Eleitoral suspende propaganda irregular de Amastha, a segunda por “invasão” do tempo de TV destinado aos candidatos a deputado estadual de sua coligação.


Carlesse

Amastha tenta confundir população mostrando caso da gestão de Marcelo Miranda em seu programa

No programa eleitoral, Amastha utiliza o depoimento da mãe da criança, Fabiana Evangelista Ferreira, para jogar a culpa do ocorrido no recém-eleito Governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), que na época do ocorrido era deputado estadual.


Campanha

No desespero, Amastha usa hospitais municipais para criticar Carlesse e tem propaganda suspensa pela Justiça


Irrigação

Carlesse fortalece projetos de irrigação São João e Manuel Alves com investimentos de mais de R$ 12 milhões


Educação

Bernadete é a segunda candidata ao governo do Tocantins a firmar compromisso com a educação


Jalapão

Carlesse garante que vai melhorar qualidade de vida no Jalapão com infraestrutura e fortalecimento da cultura e do turismo


Ponto de vista

O necessário tempo para as relações


Consumidor

Núcleo do Procon de Paraíso do Tocantins é aberto com estrutura moderna



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira