Thursday, 20 de February de 2020

VIVER


Leitura

Civilização Brasileira lança coletânea de Franz Kafka com conto inédito e tradução diretamente do alemão

06 Feb 2018
  Civilização Brasileira lança coletânea de Franz Kafka com conto inédito e tradução diretamente do alemão

Um dos maiores escritores da história, Franz Kafka tem seus romances, novelas e contos incluídos nas mais diversas listas do que de melhor já se produziu na literatura mundial. Sua escrita influenciou – e influencia até hoje – a cultura não apenas na literatura, mas ainda no cinema e nas artes em geral. Na coletânea “Blumfeld, um solteirão de mais idade e outras histórias”, que chega às livrarias em fevereiro pela Civilização Brasileira, o organizador Marcelo Backes não apenas reúne os contos mais importantes do autor. Aqui, ele nos apresenta os diversos heróis que aparecem ao longo dos anos na obra do escritor tcheco para defender a tese de que, no fim das contas, todos eles são o mesmo. Além das narrativas mais conhecidas no Brasil, como “Josefine, a cantora” e “Um artista da fome”, a seleta traz ainda um texto inédito de Kafka: a peça “O guarda da cripta”, único drama que escreveu.

“Quando é um camundongo – até mesmo quando é a cantora dos camundongos – ou quando é um cão, quando é um solteirão ou quando é um pai de família, quando é um médico rural ou um professor de aldeia, quando é um comerciante ou um vizinho, quando é Ulisses ou as sereias que o encantam, quando é Sancho Pança ou Bucéfalo, quando é Prometeu ou Posídon, quando é um pião ou o filósofo que o persegue, até mesmo quando é um índio ou o campeão de natação que não sabe nadar do fragmento “O grande nadador”, o herói de Kafka é sempre o mesmo, Kafka é sempre o mesmo. Até num aforismo, o escritor tcheco se confunde de maneira lúdica e insinuante, às vezes dando falsas pistas, com seu personagem sempre igual, e diz de um certo e aparentemente indeterminado “ele”: “Há quem negue a existência das desgraças apontando para o sol; ele nega a existência do sol apontando para as desgraças.” Ele também é sempre Kafka!", escreve Backes no posfácio.

Premiado pela Biblioteca Nacional, Marcelo Backes é o responsável também pela tradução, diretamente do alemão, dos 36 contos que compõem a obra. A edição inclui ainda um posfácio no qual Backes analisa vida e obra de Kafka, detalha suas influências e as características de suas principais obras, além de aprofundar a teoria sobre as semelhanças entre os heróis do autor. O leitor encontrará também uma cronologia da vida do autor e um índice de cada uma das 36 narrativas e suas origens e datas de publicação.

 

TRECHO DE “O GUARDA DA CRIPTA”

 

Príncipe: Mais uma vez, então. Até agora a cripta no Parque Frederico era vigiada por um guarda que tem uma casinha na qual mora, à entrada do parque. Havia alguma coisa a reparar nisso tudo? 

Camareiro: Com certeza não. A cripta tem mais de quatrocentos anos, e durante esse tempo todo também foi vigiada desse mesmo modo.

Príncipe: Poderia se tratar de um abuso. Por acaso não é um abuso? 

Camareiro: É uma instituição necessária.

Príncipe: Quer dizer então que é uma instituição necessária. Agora já estou há tanto tempo aqui no castelo de campo, consigo vislumbrar detalhes que até o momento eram confiados a estranhos – eles se mostram eficazes só aos trancos e barrancos – e descobri: o guarda lá em cima no parque não basta, é necessário que um guarda vigie também na parte de baixo, junto à cripta. Talvez não se trate de um encargo agradável. Mas a experiência ensina que para qualquer posto se encontram pessoas dispostas e adequadas.

Camareiro: É claro que tudo que Vossa Alteza ordenar será executado, ainda que a necessidade da ordem não seja compreendida.

Príncipe (Enfurecido.): Necessidade! Por acaso a guarda no portão do parque é necessária? O Parque Frederico é uma parte do parque do castelo, é completamente envolvido por ele, e o parque do castelo é vigiado à farta, inclusive militarmente. Por que, então, vigiar de modo especial o Parque Frederico? Isso não é uma simples formalidade? Um leito de morte amigável para o pobre ancião responsável pela guarda por lá?

Camareiro: É uma formalidade, mas uma formalidade necessária. Testemunha do respeito ante os grandes mortos.

Príncipe: E uma guarda na própria cripta? 

Camareiro: Ela teria, segundo a minha opinião, um ressaibo policialesco, ela seria uma guarda real de coisas irreais e distantes do humano.

 

 

Franz Kafka (1883-1924) nasceu em Praga, numa família judia, e foi educado em colégio alemão. Sua infância e adolescência foram marcadas pela figura dominadora do pai, comerciante próspero, que sempre fez do sucesso material a tábua de valores para medir o mundo a sua volta, inclusive seu filho, que, no entanto, se tornaria – à revelia do pai e das circunstâncias – uma das maiores expressões da literatura do século XX.

 

Marcelo Backes é doutor em Germanística e Romanística pela Universidade de Freiburg, na Alemanha. É escritor, tradutor e professor. Em 2015 recebeu o Prêmio Nacional da Áustria, na condição de primeiro brasileiro condecorado. Em 2014, foi contemplado com o Prêmio Literário Paulo Rónai da Biblioteca Nacional, pela tradução de “Michael Kohlhaas”, de Heinrich von Kleist.

COMPARTILHE:


Confira também:


Estradas

Governo orienta condutores para uma viagem segura durante o feriado de Carnaval

Os motoristas precisam atentar de que a segurança no trânsito depende, além da boa trafegabilidade das estradas, da conduta prudente ao volante e do bom estado dos veículos.

Normativas

Metrologia Estadual orienta consumidores com dicas sobre abastecimento de veículos

Bombas de combustível devem contar com Selo de Conformidade Inmetro e apresentar bom estado geral


Honraria

Governador Mauro Carlesse recebe menção honrosa pelo apoio ao fortalecimento da Universidade do Tocantins

Outras 17 personalidades também foram homenageadas pela Unitins, entre elas a primeira reitora da instituição, professora Maria do Rosário Cassimiro


ALETO

Deputados convocam BRK Ambiental para explicações sobre poluição no Lago de Palmas

Foram convocados para a audiência, a diretora-presidente a BRK, Teresa Cristina Quirino Veraglia, o diretor operacional no Tocantins, Rodrigo Lacerda, representantes de órgãos ambientais no Estado e lideranças comunitárias.


Fique atento

Adapec emite alerta fitossanitário sobre a praga Amaranthus hybridus


Economia

Wanderlei Barbosa participa de assinatura de contrato para exploração de minério em Palmeirópolis


Cinema

Espetáculo Drácula oferece ingressos a preços populares para projetos sociais


Carnaval

Prefeitura de Palmas decreta ponto facultativo de dois dias durante o período de Carnaval


Convênio

Escola do Legislativo firma convênios com Faculdade Serra do Carmo e OAB-TO


BRB

Tocantins será o primeiro estado da região Norte a contar com agências do Banco de Brasília



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira