Wednesday, 26 de June de 2019

VIVER


Fenearte

Fenearte oferece boas perspectivas de negócios aos artesãos do Tocantins

05 Jul 2018    17:31    alterado em 05/07 às 17:33
SECOM Fenearte oferece boas perspectivas de negócios aos artesãos do Tocantins Guilherme: “aqui, posso expandir meus negócios”

Em clima de otimismo, os artesãos tocantinenses que participam da 19ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), aberta nessa quarta-feira, 4, esperam realizar bons negócios durante o evento, que segue até o dia 15 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) é responsável pelo transporte das peças e participa das atividades com duas técnicas da pasta, a superintendente de Desenvolvimento da Cultura, Noraney de Castro, e a coordenadora do setor de Artesanato, Núbia Maria Cursino Machado.

“Participar da Fenearte é uma grande honra. Aqui, posso expandir meus negócios, conseguir mais lojistas para comercializar minhas peças, vender no varejo, então é uma ótima oportunidade que o Governo está proporcionando”, aponta o artesão palmense Guilherme dos Santos, que trabalha com bonecos de jatobá, bucha vegetal e cabaça, quadros e porta chaves com talos de buriti. “Meu trabalho se baseia no que o Cerrado oferece”, revela.

Para Márcio Bello, que participa pela segunda vez da Feira, a expectativa também é de bons negócios para todos os tocantinenses. “A Fenearte é considerada a maior feira de artesanato da América Latina e a maior do Brasil, então, a gente tem uma perspectiva de mais de 600 mil pessoas durante a feira”, lembra ele, que trabalha com instrumentos musicais, miniaturas, gravuras e esculturas.

“Estamos aqui representando nosso Tocantins e a perspectiva de vendas é muito boa, queremos agradecer por essa oportunidade de realizar grandes negócios”, completa Lúcia de Carvalho Gomes, que trabalha com biojoias e assessórios em capim dourado e seda do buriti, em Palmas.

Apoio

Por meio de edital, sete produtores artesanais e uma associação foram selecionados para participar do evento. Já o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) leva outras três entidades, em parceria com a Seden. Rosirene Pereira Menezes, da Associação dos Artesãos de Capim Dourado de Ponte Alta, está entre os convidados do Sebrae. “Sou grata por essa parceria que deu oportunidade de trazermos nosso trabalho à Fenearte”, comemora, assim como Darlene Francisca de Souza, da Associação Comunitária dos Extrativistas, Artesãos e Pequenos Produtores do Povoado do Prata, localizado em São Félix. “Agradeço ao Sebrae e à Seden, que trouxe nossos produtos”.

Elisângela Ribeiro Amâncio, que trabalha com biojoias em madeiras, sementes e fibras, além de mensageiros do vento e pastilhas de coco babaçu, por meio do projeto Xambiart, de Xambioá, também comemora a oportunidade. “Sem o apoio do Governo, não poderíamos participar.”

Nesta edição, a Fenearte presta homenagem ao saudoso Mestre Salu, artista que é referência da cultura popular pernambucana, um dos precursores do Mangue-beat e manifestações musicais e culturais do Estado, como o Coco, a Ciranda, o Maracatu, o Cavalo-marinho, o Caboclinho e o Mamulengo.


COMPARTILHE:


Confira também:


Incentivo

Agência de Fomento libera mais de R$ 1 milhão para linha de Microcrédito

Recurso será direcionado para impulsionar as atividades empresariais e na geração de empregos

Hospital de Amor

Baile em prol do Hospital de Amor do TO acontece na próxima sexta

Com o apoio da esposa do presidente da Assembleia, Virgínia Andrade, o evento conta também com a participação de voluntários de outros órgãos públicos.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira