Saturday, 20 de October de 2018

VIVER


Serviço

Fruto de intercâmbio entre grupo da Espanha e de Palmas, Agulhas Cenas apresenta Horas Breves

25 Aug 2018    14:28    alterado em 25/08 às 14:39
Fruto de intercâmbio entre grupo da Espanha e de Palmas, Agulhas Cenas apresenta Horas Breves

Fruto de colaboração entre o grupo Agulha Cenas (Palmas-TO) e Sleepwalk Collective (País Basco, Espanha), o espetáculo de dança-teatro Horas Breves será apresentado na Capital nos dias 15 e 16 de setembro, no Theatro Fernanda Montenegro, às 17 e 19 horas. Os ingressos antecipados já estão à venda na loja da Fundação Cultural de Palmas, no Capim Dourado Shopping, por R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). A duração é de 55 minutos e a classificação é livre.
 
Horas Breves transforma diferentes sensações da passagem do tempo em imagens, sonoridades e movimentos. Responsável pelo projeto, a bailarina Renata Oliveira adianta que o espetáculo se desenvolve em torno das diferentes sensações da passagem do tempo, abordando, por meio da experiência artística, a questão da ansiedade. “A ansiedade, caracterizada pela sensação de não ter tempo para nada, é um mal do nosso tempo, marcado pelo excesso de informações e pela pressa nas diversas esferas da vida”, descreve.
 
Textos em domínio público de Luís de Camões surgem em meio a textos originais e contemporâneos como material na construção do espetáculo. Além de estar conectada à própria temática e à narrativa de saltos temporais, essa escolha proporciona diálogo com um importante legado cultural compartilhado, gerando uma via de comunicação com o público e potencial de contribuição para enriquecimento da vida cultural. “O texto, os movimentos e a narrativa de Horas Breves proporcionam uma experiência artística em diálogo com essa importante questão contemporânea. Sem oferecer respostas prontas, promove sensações e reflexões sobre como vivenciamos o tempo”, ressalta Renata.
 
Com essa mescla de fontes e linguagens artísticas, Horas Breves apresenta distintas camadas de composição cênica. Os estímulos sensoriais ora avançam por sua lógica própria, ora são capturados por uma narrativa fragmentada. O espectador é convidado a construir sentidos e seguir uma cronologia tortuosa que percorre marcos da história da humanidade, memórias pessoais e fictícias e o tempo real da apresentação.
 
Intercâmbio
A colaboração entre os coletivos foi iniciada à distância e concretizada em intercâmbio presencial realizado no Brasil, em fevereiro e março de 2018.  No dia 20 de outubro, o espetáculo do grupo palmense será apresentado na Sala Baratza em Vitoria-Gasteiz, na Espanha, como parte da programação do projeto Intercâmbio Cultural 2018 promovido por Sleepwalk Collective com patrocínio de instituições culturais espanholas.
 
Sleepwalk Collective é uma premiada companhia internacional de arte ao vivo e teatro experimental. Formada em 2006, o coletivo é composto por Iara Solano Arana, Malla Sofia Pessi e Sammy Metcalfe e tem sede na Espanha. No currículo, Sleepwalk Collective já criaram 12 espetáculos para teatros, uma série de peças intimistas e um grande número de performances e peças cênicas experimentais.
Em atividade desde julho de 2016, o coletivo de criação cênica Agulha Cenas, de Palmas, tem obtido reconhecimento local e regional, com participação em festivais e contemplação com recursos de patrocínio da Fundação Cultural de Palmas e do Banco da Amazônia. Por meio de parceria com Sleepwalk Collective (Espanha), o grupo inicia também um movimento de internacionalização de seus horizontes, por meio de recursos da municipalidade de Vitoria-Gasteiz para projeto de intercâmbio cultural em outubro de 2018.
 
Sinopse
Quatro pessoas em uma sala de espera. Ao seu redor, o tempo avança lenta e inexoravelmente. O tempo que leva para piscar. O tempo entre uma sentença e a próxima sentença.
Em seu interior, o tempo se move em todas as direções e velocidades. O tempo como é sentido pelas árvores. O tempo que existe nos sonhos. Sua rotina os aprisiona. Em suas lembranças e saudades, revivem o tempo perdido.
Todo o tempo que lhes resta. Todo o tempo restante.
 
Ficha técnica
Criação: Agulha Cenas
Olhar externo: Sleepwalk Collective
Textos: Sammy Metcalfe, Luís de Camões, Heitor Oliveira, Whyllyan Goetten
Direção: Iara Solano e Sammy Metcalfe
Coreografia, cenário e figurinos: Renata Oliveira
Iluminação: Sammy Metcalfe
Cenotécnica: Josely Rocha e Renata Oliveira
Música: Heitor Oliveira e Fabrício Ferreira
Fotografia e design gráfico: Flaviana OX
Intérpretes: Fabrício Ferreira, Heitor Oliveira, Josely Rocha e Renata Oliveira
 
Agulha Cenas
Agulha Cenas foi idealizado pela bailarina Renata Oliveira e pelo músico Heitor Oliveira, agregando também o ator Fabrício Ferreira, a bailarina Josely Rocha, a atriz Fátima Salvador e a fotógrafa Flaviana OX. Estabelece parcerias com profissionais e coletivos para crescimento mútuo e concretização de projetos específicos. No ano de 2016, o grupo apresentou seu primeiro espetáculo, No Ciclo Eterno das Mudáveis Coisas, inspirado em textos de Fernando Pessoa e com direção de Juliano Casimiro. O segundo trabalho, Horas Breves, com direção do Sleepwalk Collective estreou em março de 2018.
 
Renata Oliveira
Renata Oliveira é bailarina e atriz. Vive e atua profissionalmente em Palmas e, com passagem pelo elenco de algumas das principais companhias locais, já se apresentou em todo o Brasil. Em 2007, integrou o corpo de baile juvenil do Ballet Municipal de Palmas, participando das montagens “Caminho das Águas” e “Suíte Classic”. Em 2008, integrou a Cia. Municipal de Dança Contemporânea, apresentando-se em “O Céu Não Sai de Cima” e “42 Graus”. Em 2009, apresentou sua própria coreografia, “Contraponto de Encontro”, no espetáculo Novos Criadores Intérpretes em Dança Contemporânea. De 2011 a 2016 integrou o elenco da Lamira Artes Cênicas, nos espetáculos “Do Repente”, “Fela da Gaita”, “Gibi” e “Olhai Por Nós”, com extensa circulação nacional pelo SESC Amazônia das Artes, Palco Giratório, Circuito SESC de Artes (SP) e diversos festivais de destaque, como Porto Alegre em Cena e Cena Contemporânea (Brasília). Pelo Balé da Cidade de Palmas, dançou os espetáculos “O Jogo” (2015) e “Kim Kardashian” (2016), criado em parceria com Sleepwalk Collective (Espanha).
 
Serviço
O quê: Horas Breves
Quando: Dias 15 e 16 de setembro
Onde: Theatro Fernanda Montenegro
Horário: Sessões às 17 e 19 horas
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Ponto de Venda: Loja da Fundação Cultural de Palmas (FCP), no Capim Dourado Shopping, ou na recepção da FCP, no Espaço Cultura.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

25

PARABÉNS!
PARABÉNS!

27

BOM
BOM

24

AMEI!
AMEI!

26

KKKK
KKKK

31

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

31

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

16

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Teatro Palmas Brasil Espanha

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Economia

Mauro Carlesse recebe empresários interessados em investir no Estado

Grupo de empresários vão investir na produção de ovos no Estado; Gurupi e Paraíso são cidades estudadas para receber o empreendimento

Cinoterapia

Projeto com cães no HGP e Infantil comemora um ano

De acordo com a psicóloga do HGP, Jaqueline Monteiro o projeto vem beneficiando pacientes adultos e crianças.


Serviço

Inscrições abertas para o Curso de Supervisão em Serviço Social

Dos 12 módulos, três ocorrerão em Miracema (UFT) e os outros nove em Palmas, nos locais junto às unidade de Ensino (Unip, Unitins, Unopar, Itop) conforme programação disponibilizada no site do conselho.


Sanidade

Tocantins se prepara para vacinação de rebanho contra febre aftosa a partir de 1º de novembro

Após a vacinação, o produtor tem até 10 dias para fazer a declaração em qualquer uma das 139 unidades da Adapec no Estado,


Tocantins

Ligados: projeto itinerante da Energisa está ouvindo a população


Tocantins

Visando concorrência legal Metrologia Estadual verifica taxímetros em Palmas


Sermão aos Peixes

PF apura desvios na área da saúde


Segurança

Forças de segurança do Tocantins recebem a visita do ministro Raul Jungmann em Palmas


Economia

Estimativa do PIB Industrial do Tocantins aponta leve recuperação em 2017


Meio Ambiente

População de Palmas gasta o dobro de água recomendado pela ONU



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira