Wednesday, 12 de December de 2018

VIVER


Arraiá

Milhares de palmenses curtem a penúltima noite do Arraiá da Capital

01 Jul 2018    14:09    alterado em 01/07 às 14:10
Milhares de palmenses curtem a penúltima noite do Arraiá da Capital

“Anarriê! Preparar para a grande roda!... Formar o Xis! Preparar para a despedida!”, os dizeres e a paixão típicos da dança junina marcaram o primeiro dia de apresentações das quadrilhas do grupo especial na arena do 26º Arraiá da Capital - São João das Palmas. O público vibrou e se emocionou com as cinco juninas que trouxeram seus enredos na noite deste sábado, 30.


Enquanto as quadrilhas se apresentavam lá dentro, o pessoal que estava no Coreto do Forró aproveitava para dançar o arrasta-pé ou forró pé de serra, do lado de fora da arena, naquele forrozinho, xote ou xaxado em que o casal dança agarradinho, ‘dois pra lá e dois pra cá’. A animação ficou por conta dos sanfoneiros Agostinho do Acordeon, Trio Chapéu de Couro e Trio Bacana. 


O casal paulista, João Victor Dias e Aryane Salvato, acabou de mudar-se para Palmas e nunca havia participado de uma festa junina. Eles se surpreenderam com a beleza e a alegria que encontraram no Arraiá palmense. “Em São Paulo não temos esta tradição e essa dança, a quadrilha, a gente viu as fotos da festa em um folder de turismo que divulgava Palmas e já estávamos ansiosos para conhecer”, conta João.


Aryane diz que eles gostaram tanto que já estão na segunda noite de festa. “A decoração está linda, viemos ao show do Falamansa e hoje nesse espetáculo dos grupos juninos. É uma festa muito bonita. E a gente dança forró, então fica muito melhor para aproveitar”, diz a Aryane Salvato.


O show no Palco Principal teve início por volta de 23h com o cantor Dorivã, que também cantou muitos sucessos de Luiz Gonzaga, Elba Ramalho, Dominguinhos e outros.


Grupo Especial


A primeira junina a se apresentar na primeira noite do Grupo Especial foi a Quadrilha Luar de Santo Antônio que trouxe como música tema “A Saga de um Vaqueiro” do grupo Mastruz com leite. Com riqueza de detalhes mostraram ao público como vivem os vaqueiros sertanejos do Brasil e contaram a história de um amor proibido que resulta no nascimento de um filho.


Em seguida, o grupo ‘Arrasta Pé da Liberdade’ apresentou na Arena o tema ‘Tayná’, encenando a cultura e as lutas das três raças que formam o povo tocantinense, representadas pelo índio, o branco e o negro. Com muita empolgação os festeiros homenagearam o Tocantins, o sanfoneiro Zé Lourinho e cantaram Parabéns pelos 30 anos de criação do Estado junto com o público das arquibancadas.


O grupo de quadrilheiros da ‘Cafundó do Brejo’ trouxe para a arena o tema ‘Enquanto a cidade dorme’ falando da luta entre os cangaceiros de Lampião e os volantes do Coronel Zé Pereira (soldados ou contratados que combatiam o cangaço). A luta sanguenta deu origem à uma maldição que assolava o povo da cidade de Poço Redondo e que só seria ‘quebrada’ com o casamento de dois membros de cada grupo. A saga traz ainda a participação de índios que também habitavam Poço Redondo.


A quarta junina a entrar na arena foi a quadrilha ‘São João das Palmas’ que trouxe o tema ‘Crenças, Crendices e Superstições’. O grupo falou de uma história de amor que contou com a ajuda de uma cigana para acontecer. A narração também apresentou o universo das simpatias e das crenças populares comuns no imaginário sertanejo.


A quinta e última quadrilha, ‘Estrela do sertão’, trouxe o tema “O Sanfoneiro” com a história de amor entre dois jovens apaixonados pela música e pelo ‘resfulegado’ da sanfona.  


Comidinhas


O movimento nas barraquinhas de comidas e bebidas que funcionam no evento também não parou durante toda a noite de sábado. Os visitantes tiveram a seu dispor uma variedade de sabores e muita comida típica junina para marcar ainda mais esta festança do Arraiá 2018.


O jovem Edinaldo Viana participa do Arraiá da Capital com a Barraca Rainha dos Sucos onde comercializa pizzas, mini pizzas e sucos naturais, como o suco de melancia, laranja, acerola e maracujá. O comerciante disse que as vendas tem respondido às expectativas dele e do seu irmão.


No Arraiá é possível degustar uma variedade de delícias como  tapiocas, paçocas, pipocas, pamonha, milho verde, churros, algodão doce, pastéis, carne na chapa, caldo e outros quitutes. Há ainda os doces, sorvetes, açaí e food trucks


COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

29

PARABÉNS!
PARABÉNS!

30

BOM
BOM

31

AMEI!
AMEI!

26

KKKK
KKKK

30

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

28

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

26

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Arraiá. Capital

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Hospital de Amor

Festival do Colégio Dom Alano reúne atrações e arrecada fundos para o Hospital de Amor de Palmas

No Festival, haverá venda de alimentos e refrigerantes, além de um bazar beneficente. Toda a renda arrecadada será destinada para o Hospital de Amor.

Recursos

Banco do Empreendedor injeta mais de R$ 1,5 milhão na economia durante Gestão Carlesse

Segundo Messias Araújo, o BEM planeja, para o próximo ano, aprimorar ainda mais as ações de redução de custos administrativos e investir no atendimento eficiente e ampliar o seu atendimento.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira