Saturday, 20 de July de 2019

VIVER


Leitura

Projeto Ponto de Leitura arrecada livros para acervo de unidades prisionais

16 Aug 2018    12:55
Divulgação Projeto Ponto de Leitura arrecada livros para acervo de unidades prisionais

Entre vários direitos fundamentais de cada cidadão, a educação é um instrumento assegurado por lei no alcance de novos objetivos e perspectivas de vida. Ler livros é uma ferramenta paralela no aperfeiçoamento das habilidades educacionais e também na remição da pena daqueles que estão privados de liberdade. Para isso, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Políticas e Projetos de Educação para o Sistema Prisional, está arrecadando livros diversos para o projeto “Pontos de Leitura e Cultura nas Prisões”.

 

A sociedade pode participar deste projeto, diretamente, fazendo doações de livros. Ao todo, são 11 pontos de recolhimento de livros em Palmas. Segundo o diretor da área Valcelir Borges, o “Projeto Ponto de Leitura e Cultura nas Prisões” visa incentivar o hábito da leitura, promover a remição da pena e desenvolver práticas correlatas, como contação de histórias, teatro, sarau, concursos de produção de textos em várias modalidades, além de aulas de canto e dança, dentro das unidades prisionais do Tocantins.

 

As doações são por tempo indeterminado e podem ser feitas nos espaços de recolhimento instalados em Palmas, como a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil, Instituto Federal do Tocantins em Palmas, Igreja Universal (na Avenida Theotônio Segurado), Centro de Direitos Humanos de Palmas, Tribunal de Justiça do Tocantins, Federação Espírita em Palmas e Universidade Federal do Tocantins.

 

O Projeto

 

A oferta de leitura nas prisões vem mudando as perspectivas de vida de muitos internos, como é o caso da reeducanda K.S.B, de 26 anos. Anteriormente encarcerada na Unidade Prisional Feminina (UPF), em Palmas, K.S.B leu todo o acervo de livros do estabelecimento penal, estimado em mais de 100 livros. “A gente que está encarcerada precisa de alguma coisa para entreter nossa mente e a leitura de livros me proporcionou muitas coisas boas. Através da leitura eu consegui enxergar a vida de outra forma, melhorar minha autoestima, minha inteligência. Hoje, até a forma como falo com as pessoas mudou”, disse a interna, que progrediu de pena e hoje está na Unidade de Regime Semiaberto (Ursa) de Palmas.

 

Mais acervo

 

No começo deste mês, a Cadeia Pública de Xambioá e a Unidade Prisional Feminina de Babaçulândia receberem Kit de livros para o projeto, sendo que outras 12 unidades também serão beneficiadas nesta primeira fase. Os kits são compostos por acervos, alguns com 150 e outros com 50 livros, de acordo com o tamanho da unidade. Até o momento, 26 unidades prisionais do Estado já aderiram ao projeto “Ponto de Leitura e Cultura nas Prisões” e aguardam o aumento de seus acervos por meio de doações.

 

K.B.S conta que o projeto de remição pela leitura garante uma redução de pena para cada livro lido. “Desde o início de 2014 eu comecei a ler os livros, de todos os tipos, já perdi as contas de quantos li. Primeiramente, a gente tinha que ler um livro por mês, mas perguntei à professora se podia ler mais. Tiveram meses em que li mais de cinco livros”, conta.


COMPARTILHE:


Confira também:


Cuiabá

Em encontro com o ministro Dias Tofolli, presidente do TJTO defende autonomia dos Tribunais para aprovar projetos de interesse do Judiciário estadual

Do encontro convocado pelo ministro Dias Toffoli e no qual ele franqueou a palavra a todos os presidentes dos tribunais, saiu a Carta de Cuiabá

Estacionamento Rotativo

Tribunal de Justiça reconhece competência do TCE para emitir cautelar durante julgamento sobre o Estacionamento Rotativo de Palmas

O relator do processo, desembargador Ronaldo Eurípedes, apresentou seu voto no último dia 27 de junho negando o pedido da empresa com fundamento. no posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF)



Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado

Equipes técnicas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) participaram de reuniões para fortalecimento da Rede de Proteção e realizaram ações de sensibilização nas praias de Porto Nacional e Pedro Afonso e fortaleceram a Rede de Proteção.


PM

Ação conjunta da Polícia Civil do Tocantins e da Polícia Militar de Goiás resulta na prisão de homicida foragido de Araguaína

Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos dois homicídios praticados, em Araguaína, nos anos de 2018 e 2019 e foi capturado, mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva, oriundos da 1° Vara Criminal da Comarca de Araguaína.


Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019

O Instituto de Terras do Tocantins vem trabalhando com responsabilidade e eficácia para contribuir a cada dia com o desenvolvimento do Estado.


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína


Premiação

EDP, controladora da Investco e da Enerpeixe no Tocantins, está entre as 15 marcas mais valiosas no mundo


Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira