Tuesday, 16 de July de 2019

VIVER


Série

Redesat e Cidadania firmam parceria para a produção de série televisiva que será exibida em rede nacional

18 Apr 2018    23:22    alterado em 18/04 às 23:45
Redesat e Cidadania firmam parceria para a produção de série televisiva que será exibida em rede nacional

A diversidade cultural e étnica expressadas por meio das tradições e costumes das comunidades tradicionais do Tocantins vão ganhar visibilidade na televisão pública brasileira, a partir do próximo mês de maio. A série televisiva, intitulada Prosa e História, tem como proposta mapear audiovisulamente as comunidades remanescentes de quilombolas, indígenas, extrativistas, de pescadores e outras existentes no Estado. A estreia em rede nacional, pela TV Brasil, está prevista para maio de 2018, na faixa “TV de Todos os Brasis”, levada ao ar entre 8 e 9h da manhã e 23h15 e 23h45.

Prosa e História conta a tradição em manusear o Capim Dourado

Prosa e História é um projeto do Núcleo de Produções da Fundação de Radiodifusão Educativa do Estado do Tocantins (Redesat), que pela primeira vez emplaca uma série de interprogramas em rede nacional. Em sua primeira temporada, a série traz 12 episódios, com uma duração de 15 minutos cada. O programa de estreia conta a história de Mumbuca, comunidade quilombola localizada na região do Jalapão, considerada o berço do capim dourado. Por meio de depoimentos dos seus moradores a história local é registrada, preservada e ganha visibilidade. Os próprios tocantinenses vão conhecer melhor a diversidade cultural que existe no interior dessas comunidades, explica a presidente da Redesat, jornalista Gizeli Bertollo. “Esses ricos relatos são entrecruzados e legitimados com depoimentos de pesquisadores, permitindo que essas memórias ganhem aportes de base científica e assim, teremos conteúdos de alta qualidade e atemporais, que podem ser também utilizados como material de apoio didático nas redes públicas de ensino”.

Programa piloto foi gravado no Mumbuca, comunidade quilombola localizada na região do Jalapão

Para a produção da série, a Redesat assina nesta terça feira, às 14h, na sede da emissora, um protocolo de cooperação técnica com a Secretaria da Cidadania e Justiça, que será parceira nesse projeto, comprometendo a fornecer todas as informações necessárias sobre as comunidades tradicionais, por meio de sua Diretoria de Direitos Humanos, e também com o apoio logístico, cedendo um veículo traçado para dar suporte às equipes de gravação, tendo em vista o difícil acesso às comunidades mais isoladas.

Prosa e História tem como proposta mapear audiovisualmente as comunidades remanescentes de quilombolas, indígenas, extrativistas, de pescadores

Mumbuca

Mumbuca ficou conhecida no mundo pela produção do capim dourado. O povoado, localizado no município de Mateiros, no Jalapão, fica a 310 quilômetros de Palmas. Ocupa uma área próxima à rodovia TO-110 (trecho entre Mateiros e São Félix do Tocantins). A comunidade é formada por 165 moradores, em sua maioria descendentes de escravos que saíram da Bahia em 1909, buscando melhores condições de vida.

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira