Saturday, 21 de September de 2019

CONCURSOS


Destaque

Fifa aponta o zagueiro David Luiz como melhor jogador da Copa até as oitavas

02 Jul 2014

Neymar pode até ser o representante ideal desta Copa do Mundo brasileira, mas as razões da presença dos anfitriões nas quartas de final, em que enfrentarão a Colômbia, podem ser encontradas bem mais atrás no esquema de Luiz Felipe Scolari. É o que mostra a classificação do Índice Castrol desta semana.

"Os destaques do Brasil foram Thiago Silva, David Luiz e Júlio César", escreveu Tostão em sua coluna diária após a tensa decisão por pênaltis que terminou com a vitória sobre o Chile nas oitavas. Os dois zagueiros da equipe de Scolari aparecem entre os dez melhores do Índice Castrol, junto a Neymar. David Luiz, aliás, assumiu a primeira colocação após marcar o gol brasileiro – completando o desvio de cabeça de Thiago Silva –, converter sua cobrança nas penalidades máximas e interceptar de forma impressionante o chute de Charles Aránguiz no primeiro tempo do jogo. Tudo isso ajudou o jogador do Chelsea a aumentar sua pontuação na classificação e chegar aos 9,79.

O Brasil é a seleção que mais desarmes fez na competição (79), o que deixa claro que não são só os dois zagueiros que estão trabalhando para valer defensivamente. Vai ser interessante ver como a equipe lidará com as ameaças de uma Colômbia cujo principal nome é James Rodríguez, segundo colocado do Índice após o término das oitavas de final.

Os melhores momentos de Rodríguez no Brasil 2014 com certeza darão um vídeo espetacular, ainda mais incluindo o primeiro de seus dois gols contra o Uruguai, em que dominou a bola com o peito e, sem deixá-la tocar o chão, acertou um chute de longa distância. Ele se tornou o primeiro jogador a marcar nos quatro jogos iniciais de uma Copa do Mundo desde Ronaldo e Rivaldo em 2002. É importante deixar claro que James só caiu para a segunda posição no Índice porque os jogadores recebem pequenas punições quando atuam menos minutos do que os outros – e ele só entrou no segundo tempo da partida de sua seleção contra o Japão.

Dois novos nomes entre os dez melhores são o lateral-esquerdo belga Jan Vertonghen e o zagueiro suíço Johan Djourou. Qualquer pessoa que assistiu à épica vitória da Bélgica sobre os EUA na noite desta terça-feira deve ter ficado impressionada com a exibição destemida de Vertonghen na lateral, com várias arrancadas, cruzamentos perigosos e passes buscando companheiros com condições de bater a gol. Somem-se a isso os três chutes que ele deu à meta de Tim Howard e fica fácil saber por que ele subiu da 20ª para a quinta posição no Índice.

Já Djourou aparece em nono depois do esforço realizado em uma seleção suíça que ficou a dois minutos de levar para os pênaltis o jogo com a Argentina em São Paulo. A contribuição do jogador do Hamburgo se destaca por seus números defensivos. Suas 21 tentativas de afastar a bola em ataques adversários só são superadas pelas 22 do chileno Gary Medel. Além disso, o suíço lidera em total de interceptações (sete) no torneio, ao lado do americano Geoff Cameron e do croata Vedran Corluka.

Outros dois nomes conhecidos na última parcial do Índice são o terceiro colocado Karim Benzema e o quarto lugar Arjen Robben, que subiram uma posição cada. Apesar de Benzema não ter marcado contra a Nigéria, ele deu mais quatro chutes a gol, enquanto Lionel Messi, 11º colocado, só conseguiu acertar um diante da Suíça. Benzema é o jogador com mais chutes a gol na competição (19), e um bom indicador da constante ameaça que ele representa para as defesas rivais é o fato de que todos, exceto um, foram de dentro da área. Quanto a Robben, ele foi decisivo mais uma vez para Holanda, que passou no sufoco pelo México. Não será surpresa alguma saber que o jogador do Bayern de Munique tem o maior número de jogadas individuais que terminam na área adversária (dez).

A lista completa dos dez primeiros do Índice Castrol após as oitavas de final é a seguinte: David Luiz, Brasil (9,79); James Rodríguez, Colômbia (9,74); Karim Benzema, França (9,7); Arjen Robben, Holanda (9,66); Jan Vertonghen, Bélgica (9,62); Neymar, Brasil (9,59); Thiago Silva, Brasil (9,56); Ivan Perisic, Croácia (9,53); Johan Djourou, Suíça (9,5); Thomas Müller, Alemanha (9,48). (Fifa)

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

MP da liberdade econômica é sancionada; veja os principais pontos

Lei entra em vigor na data da publicação, ainda nesta sexta-feira

PPA

Governo abre consulta pública do PPA 2020-2023 e reafirma gestão voltada às necessidades da população

O vice-governador Wanderlei Barbosa destacou a relevância do formato de consultas públicas adotado pelo Governo do Estado, em que foram ouvidas milhares de pessoas de todas as regiões do Tocantins.



Operação Ruptura

Polícia Civil deflagra operação ruptura e prende vários criminosos em Araguaína

Operação resultou na prisão de um indivíduo considerado o chefe do tráfico de drogas em Araguaína


Saúde

Hospital Regional de Miracema amplia serviços e realiza cirurgia inédita

A equipe responsável pelo procedimento foi composta pelo médico urologista Danilo Maranhão; o anestesista Paulo Márcio; o médico auxiliar Jobel Egito e as equipes de enfermagem, técnica de enfermagem e limpeza.


Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras

Para o Delegado Rérisson as reuniões foram bastante positivas.


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital


Drogas

Polícia Civil prende quatro traficantes e apreende mais de 30kg de maconha em Gurupi


Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira