Thursday, 04 de June de 2020

CONCURSOS


Decreto n° 9.725/2019

MPF consegue liminar para suspender exoneração e extinção de cargos em comissão e gratificações de servidores de instituições federais de ensino

17 Dec 2019
  MPF consegue liminar para suspender exoneração e extinção de cargos em comissão e gratificações de servidores de instituições federais de ensino

O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu na Justiça liminar contra a União, para que a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) se abstenham de aplicar o Decreto nº 9.725, de 12 de março de 2019, ao observar o perigo na medida em que prevê extinções de cargos e funções gratificadas e comissionadas, assim podendo comprometer o desempenho das instituições de ensino, uma vez que diversos setores seriam afetados pela extinção desses cargos, acarretando prejuízos diretos e indiretos às atividades administrativas e acadêmicas.


A Ação Civil Pública ajuizada pelo MPF teve o objetivo de assegurar a manutenção dos organogramas estruturais da UFT e do IFTO em razão dos efeitos concretos do decreto, o qual extingue diversas funções gratificadas e cargos em comissão ocupados no âmbito do Poder Executivo Federal, medida vedada pelo art. 84, inc. VI, “b”, da Constituição Federal, e que afeta diretamente a gestão de instituições autônomas administrativamente e de gestão financeira e patrimonial.


A liminar impõem também à União a obrigação de abster-se das práticas ilegais e inconstitucionais previstas no decreto. A Justiça determinou que a União não considere exonerados, extintos e dispensados os ocupantes dos cargos em comissão e funções de confiança descritos no Decreto.

COMPARTILHE:


Confira também:


Auxílio Emergencial

Em dois meses, 107 milhões de brasileiros pediram auxílio emergencial

Cerca de 100 mil pessoas se cadastraram de ontem para hoje

Pandemia

Tocantins confirma 228 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 4.698 casos no total, destes, 1.734 pacientes estão recuperados, 2.882 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 82 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira