Wednesday, 16 de October de 2019

CONCURSOS


Brasil se Destaca

Para ministro russo, desafio em 2018 é reproduzir atmosfera da Copa no Brasil

13 Jul 2014

A Rússia lutará para reproduzir em 2018 a atmosfera criada nesta Copa do Mundo do Brasil. Essas foram as palavras do ministro do Esporte e presidente do Comitê Organizador Local (COL) para o próximo mundial, Vitaly Mutko. Ele revelou números do orçamento russo para a realização da competição e minimizou problemas relacionados a racismo. A insatisfação de Mutko, no momento, é com o desempenho da seleção russa, que deixou o Mundial de 2014 na primeira fase, e mostrou especial preocupação com o desenvolvimento do esporte no país, chegando a citar a possibilidade de limitar o número de estrangeiros nas equipes profissionais russas.

- A Rússia é um país com tradição no futebol, o esporte é muito popular, e resolvemos sediar o evento no maior nível possível. Reconhecemos que os organizadores da Copa atual conseguiram um nível de futebol muito alto, uma atmosfera única, é algo incrível, então gostaria de parabenizar por esse grande sucesso. É uma grande festa do futebol e vamos fazer tudo para organizar algo comparável ao que vimos aqui na Rússia. O conceito da Copa é de tal forma que vocês conhecerão vários pontos do país, por isso estamos fazendo o possível para criar uma infraestrutura para a Copa não permita somente sediar a Copa, mas produzir um legado - disse Mutko.

O ministro confirmou que serão feitas novas linhas de trem de alta velocidade e que todos os torcedores com ingressos para os jogos não precisarão de passagem. Ele afirmou ainda que, com o ticket, nenhum torcedor de qualquer parte do mundo precisará de visto para entrar no país.

- A Fifa tenta desenvolver novas regiões, por isso a Copa foi na África, por isso estamos no Brasil e isso também é muito importante para nós. Apresentamos 12 garantias do governo, precisamos de estádios, infraestrutura esportiva, entendemos que é imperativo ter esses estádios, então estamos garantimos a construção até 2017 de 12 estádios. Estamos abrindo o país para a Copa, qualquer torcedor de qualquer parte do mundo com um ingresso poderá entrar, só precisa de passaporte e ingresso. Estamos desenvolvendo trens de alta velocidade, como há entre Moscou e São Petesburgo. E os torcedores com ingresso poderão usar as linhas de trem de graça. Estamos apresentando um grande país, é um grande esforço logístico - afirmou.

Sobre o desempenho da seleção russa na Copa de 2014, as respostas mostraram decepção dos organizadores do próximo mundial.

- Uma das nossas prioridades é mostrar um nível diferente do que mostramos aqui. Não posso dar nenhuma avaliação detalhada, mas acho que o time atuou abaixo de suas possibilidades aqui no Brasil. Nossos jogadores poderiam jogar melhor e deveriam ter se classificado.

O presidente do COL russo também apresentou números do orçamento para a realização da Copa no país. Serão investidos quase R$ 22 bilhões em infraestrutura de transportes, a maior fatia do orçamento, seguida pela construção de instalações esportivas, o que inclui 12 estádios e dezenas de campos de treinamento, com total previsto de R$ 11.3 bilhões. A Rússia prevê ainda gastos de R$ 4.2 milhões com acomodações, um problema que preocupa especialmente fora de Moscou e São Petesburgo, que já contam, segundo Mutko, com estrutura suficiente para receber os turistas. Para segurança, o orçamento é de R$ 2 bilhões, com R$ 800 milhões a serem investidos em comunicações.

Ao comentar sobre o que espera da relação entre o presidente russo Vladimir Putin, que estará no Brasil neste domingo para a final da Copa, e a Fifa, visto que houve momentos de tensão entre o governo brasileiro e a entidade organizadora do evento, Mutko afirmou que se o que foi acordado for cumprido, não haverá problemas. O ministro é membro do Comitê Executivo da Fifa.

- A Fifa é uma federação esportiva, muitas coisas foram ditas recentemente, algumas verdade, outras não. É uma organização internacional séria. Todos esses anos a Fifa vem tentando desenvolver o futebol. A Fifa hoje é muito influente. Claro que muita gente não gosta disso, é bom achar falhas, é humano. Não creio que há muitas ameaças no horizonte por trabalhar com a Fifa nos próximos anos. Gostaríamos de ver mais investimentos por parte da Fifa na organização, mas não temos nenhum desentendimento maior. Tivemos uma situação semelhante com o COI (Comitê Olímpico Internacional) antes de Sochi (Jogos de Inverno). O que tiver acordado, tem de ser feito. É melhor não acordar se não tiver condições de cumprir. Se o país aceitou o desafio, deve cumprir, precisamos ser coerentes e se isso acontecer faremos uma grande competição e teremos uma ótima relação com a Fifa - disse Mutko, sem relacionar a questão em nenhum momento às diversas obras não entregues e previstas como legado da Copa no Brasil. (Globo Esporte)

 

Veja a íntegra

COMPARTILHE:


Confira também:


Orçamento 2020

Governo do Estado protocola na Assembleia Legislativa Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020

Projeto, que foi encaminhado para apreciação dos deputados estaduais traz metas e prioridades da Administração Pública Estadual para o exercício de 2020

Refis Palmas

Defensoria Pública inicia atendimentos jurídicos no Mutirão de Negociações Fiscais

A participação da Instituição na atividade se deve à parceria estabelecida com o Tribunal de Justiça do Tocantins e com a gestão municipal de Palmas



TJTO

TJ garante apoio à iniciativa de Kátia Abreu para aumentar adoção de crianças acima de três anos

Esta foi a terceira reunião do grupo desde a realização de um seminário no final de agosto, promovido pela parlamentar, para debater o tema.


Região Central

Prefeitura divulga balanço econômico do 1º Festival Gastronômico de Miracema

De acordo com levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, em 10 estabelecimentos, incluindo hotéis, pousadas e dormitórios, com cerca de 320 leitos, a média de ocupação foi de 86.25%


Vestibular Unitins

Inscrições para o Vestibular Unitins 2020/1 se encerram nesta quarta-feira, 16

As provas serão aplicadas nos quatro municípios onde a Unitins tem unidade.


Palmas

Câmara autoriza Executivo a contratar financiamento para obras de infraestrutura


Campo

Simpósio do Desenvolvimento da Aquicultura mostra potencial da cadeia da produção de peixe no Tocantins


Consumidor

Projetos desenvolvidos com crianças no Tocantins são apresentados a Escola Paulista de Defesa do Consumidor


Panorama

Confiança dos empresários do comércio tem leve aumento em outubro


Segurança

Polícia Civil realiza projeto Academia Itinerante em Gurupi na próxima semana


Economia

Governador recebe empresários interessados em implantar projeto de aproveitamento do lixo



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira