Thursday, 02 de April de 2020

ECONOMIA


Palmas

Empresários comemoram resultados de programa desenvolvido pela FIETO e Sebrae

08 Mar 2020
Adilvan Nogueira Empresários comemoram resultados de programa desenvolvido pela FIETO e Sebrae

“O programa mostrou não só aonde queremos chegar, mas o caminho a seguir para chegar lá”. Foi com essas palavras que o empresário Guilherme de Paula, da Bolos do Cerrado, encerrou sua apresentação sobre os resultados alcançados por meio do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FEITO) em parceria com o Sebrae. “Aumento do faturamento, implantação de projeto visual, reestruturação do marketing e padronização dos processos foram alguns dos benefícios que tivemos”, destacou o empresário.

Ao todo, 19 empresas de Palmas do segmento de alimentos e bebidas receberam, durante 11 meses, consultorias e capacitações voltadas ao aumento da produtividade e competitividade. Outros segmentos, como reparação de veículos, cerâmica vermelha, madeira e móveis e confecção, também foram contemplados pelo Procompi.

“Para nós pequenos empresários seria muito difícil desenvolver uma ação dentro de nossas empresas de forma tão abrangente. A expertise da FIETO, do Sebrae e dos consultores têm nos ajudado muito”, avaliou Crimério Pacheco, proprietário da D´mero, empresa familiar que atua no segmento de temperos e condimentos especiais. O empresário destacou o aumento da produtividade e do faturamento, além de parâmetros para monitorar melhor o seu negócio, como os principais benefícios obtidos por meio do Procompi.

Com foco na gestão empresarial, esta edição do Procompi, que teve início em abril de 2019, levou aos empresários industriais do Tocantins, além de várias consultorias, quatro capacitações específicas: nivelamento de conceito, gestão de estratégia com foco em resultados, rodada de crédito e apresentação dos resultados das consultorias – encerramento das atividades.

“Eu visitei algumas empresas e pude presenciar a transformação do projeto no dia a dia delas. Agora, é preciso aplicar de fato tudo que foi passado nos negócios, para que sejam gerados resultados cada vez maiores”, observou Alex Vera Dias, representante do Sebrae Tocantins.

A gerente da Unidade de Desenvolvimento Industrial da FIETO, Amanda Barbosa, destacou que Procompi Alimentos e Bebidas alcançou os resultados esperados e que a meta foi atingida.  A expectativa agora, segundo ela, é que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) juntamente com o Sebrae Nacional publiquem um novo edital do programa para garantir a sua continuidade. “Precisamos continuar trabalhando para aumentar cada vez mais a produtividade e a competitividade das empresas tocantinenses, contribuindo, assim, para o desenvolvimento industrial do estado”, afirmou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Justiça

STF pede manifestação do presidente sobre medidas contra covid-19

Ação foi movida pela OAB; Bolsonaro não é obrigado a se manifestar


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira