Wednesday, 25 de April de 2018

Wednesday, 25 de April de 2018

ESPECIAL


Claro Brasil

Claro Brasil anuncia maior programa de geração distribuída de energia limpa do país

18 Dec 2017

São Paulo, 18 de dezembro de 2017 – A Claro Brasil, representada pelas marcas Claro, Embratel e NET, anuncia o Programa A Energia da Claro que prevê o uso de energia limpa, por meio de Geração Distribuída, e a adoção de ações de proteção ao meio ambiente em todas as suas operações e instalações no Brasil. Na prática, o programa representa uma redução de mais de 100 mil toneladas métricas de CO2 ao ano, o equivalente à retirada de quase 420 mil carros de circulação. É o maior projeto de Geração Distribuída do País entre empresas privadas e o primeiro entre empresas de Telecomunicações.

A energia utilizada pela Claro será proveniente de diversas fontes renováveis: Solar, Eólica, Hidrelétrica, Biogás e Cogeração Qualificada. A meta da empresa é cobrir 80% da energia utilizada por suas operações em todo o Brasil, o que representa mais de 600.000 MWh/ano.

O programa prevê o fluxo de energia de forma bidirecional, gerando energia limpa para as concessionárias do setor e obtendo, em contrapartida, compensação nas faturas mensais da Claro. "Trata-se de um dos maiores projetos de geração distribuída de energia limpa do mundo e sem dúvida o maior implementado por uma empresa privada no Brasil", afirma Roberto Catalão, vice-presidente de Finanças da Claro Brasil. 

Em novembro deste ano, a Claro inaugurou o primeiro complexo de usinas, criando a maior operação solar dedicada a uma empresa, nas cidades de Várzea de Palmas e Buritizeiro, em Minas Gerais. O complexo ocupa uma área de 45 hectares, que irão gerar energia equivalente ao necessário para suprir uma cidade de 250 mil habitantes.

O Programa A Energia da Claro Brasil reuniu diferentes empresas, fornecedores e especialistas para viabilizar a iniciativa. A primeira fazenda do complexo solar da Claro Brasil começou a operar há um ano, como projeto-piloto, em Várzea de Palmas (MG), ocupando um terço do espaço que possui hoje.

Em 2018, está prevista a inauguração de mais 20 parques solares (4 em São Paulo, 1 em Brasília, 1 no Maranhão, 1 no Pará, 1 na Bahia, 2 no Ceará, 1 no Espírito Santo, 1 em Goiás, 1 no Maranhão, 1 em Mato Grosso, 1 no Pará, 1 na Paraíba, 2 em Pernambuco, 1 no Piauí, 1 no Tocantins); 4 parques eólicos (três no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro); 6 usinas de Biogás (3 em São Paulo, 2 no Rio de Janeiro e 1 no Paraná); e 3 Cogeração Qualificada (1 no Rio Grande do Norte, 1 em Sergipe e 1 em Alagoas). Na segunda fase do projeto, a ser implantado ao longo de 2018, será também incorporado ao programa energia proveniente de pequenas centrais hidrelétricas (CGH).

A Claro Brasil possui mais de 40 mil unidades consumidoras de baixa tensão, entre antenas, torres e toda infraestrutura, para atender mais de 85 milhões de clientes (pessoas, residências e empresas). "Teremos uma redução média de 30% nas despesas anuais com energia", estima Catalão. Segundo o executivo, a economia é representativa, uma vez que o consumo anual total de baixa tensão superior à 750 Gigawatt/hora por ano, capacidade que equivale ao consumo de 250 mil residências. "A energia elétrica é um dos insumos mais importante de nossa operação (5% dos custos), uma vez que os serviços de telecomunicações são oferecidos de forma ininterrupta para pessoas, residências e empresas de todo o Brasil e do exterior", diz.

PROGRAMA BENEFICIA A SOCIEDADE E O MEIO AMBIENTE

O Programa A Energia da Claro prevê várias iniciativas para reduzir a emissão de poluentes e garantir sua eficiência energética. A empresa adotou sistemas de automatização em suas instalações e está substituindo a iluminação de seus prédios e lojas pela tecnologia LED – já superando 90 mil lâmpadas.

As lâmpadas LED, por exemplo, reduzirão em 52% da carga instalada de iluminação. "A meta é que 100% de nossas instalações utilizem lâmpadas de LED até o final de 2018", afirma João Pedro Neves, diretor de Suporte Financeiro ao Negócio da Claro Brasil.

Os projetos de automatização permitirão que os prédios tenham gestão integrada para controle de temperatura, conforme a necessidade de cada instalação e com horários programados para controle da iluminação. Departamentos técnicos que demandam iluminação ininterrupta terão programação especial, sem que andares inteiros precisem ficar acessos por causa de apenas uma área, por exemplo.

Como parte do programa, a empresa está testando um projeto de Mobilidade Elétrica. "Temos um projeto-piloto de técnicos utilizando bicicletas elétricas, no Rio de Janeiro, que se mostrou eficiente, econômico e com zero impacto para o meio ambiente", conta Neves. "Atualmente, estamos em fase de testes de carros elétricos em São Paulo, que pretendemos expandir em breve".

Também estão previstos projetos de reaproveitamento de águas pluviais e obtenção de créditos de carbono. "Trata-se de um programa muito bem estruturado, que passa pela geração sustentável de energia e pelo uso racional e eficiente dos recursos, por parte de nossa empresa e de nossos colaboradores", afirma Daniely Gomiero, Diretora de Responsabilidade Social Corporativa e Comunicação da Claro Brasil e Vice-presidente de Projetos do Instituto NET Claro Embratel.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

7

PARABÉNS!
PARABÉNS!

8

BOM
BOM

9

AMEI!
AMEI!

17

KKKK
KKKK

14

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

9

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

12

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Administração Pública

Administração pública municipal é a mais complicada das três esferas, afirmam prefeitos

Burocracia, falta de recursos, fiscalização diária e pressão social são as principais queixas dos gestores municipais

Eleições Suplementares

TRE-TO inicia a distribuição das urnas eletrônicas para as Eleições Suplementares no Tocantins

Foi iniciada nesta segunda-feira (23/4) a distribuição das urnas eletrônicas para as Eleições Suplementares, para a escolha de governador e vice-governador do Tocantins



Instituto MRV

Instituto MRV realiza treinamento com os vencedores da Terceira Chamada Pública de Projetos do Programa Educar para Transformar

Foram três dias de muito conhecimento e imersão para desenvolver conteúdos com foco em gestão e capacitação para a aplicação dos recursos que serão recebidos pelos projetos para que eles sejam perenes


Eleições 2018

Mauro Carlesse registra candidatura a governador com Wanderlei Barbosa de Vice

O Plano de Governo da coligação Governo de Atitude também foi registrado no TRE.


Guaraná Antarctica

Guaraná Antarctica mostra em nova campanha o que é capaz de fazer pela Seleção Brasileira

O refrigerante mais brasileiro de todos suspende exportação para países adversários do Brasil até o final de julho. O que é original do Brasil, fica no Brasil, para fortalecer a nossa seleção


Saúde

Empenhados mais de R$ 1,7 milhão em emendas da saúde da deputada Dorinha


Meio Ambiente

Naturatins discute a redução de peixes nos rios tocantinenses e a construção de barragens


Eleições 2018

Márlon Reis anuncia coronel Edvan como vice dizendo que são os únicos que podem fazer a mudança de verdade no Tocantins


Eleições 2018

PSDC do Tocantins se rebela, deixa base de Amastha e apoia Kátia Abreu


Panorama

TIM acelera a Transformação Digital em uma nova parceria com a Microsoft em Inteligência Artificial


Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito de estuprar e engravidar criança de 11 anos no Extremo Norte do Estado



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira