Wednesday, 20 de November de 2019

ESPORTE


Olimpíada

Estudante do Tocantins é destaque regional na Olimpíada Fiocruz de Saúde e Meio Ambiente

26 Nov 2018    10:50
Divulgação Estudante do Tocantins é destaque regional na Olimpíada Fiocruz de Saúde e Meio Ambiente

O estudante Gabriel Oliveira Fernandes, 18 anos, aluno da 2ª série do ensino médio da Escola Estadual Vale do Sol, em Palmas, e a professora Osita Nepomuceno do Nascimento viajaram para o Rio de Janeiro (RJ), nesta segunda-feira, 26, para participarem da Semana de Premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e de Meio Ambiente (Obsma), evento que será realizado pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), de 26 a 28 de novembro.

Gabriel participou da olimpíada na categoria produção de textos para alunos do ensino médio com uma redação denominada Ouro Terra. Gabriel ganhou destaque na região Centro-Oeste e teve o seu trabalho classificado em 1º lugar na fase regional. Como prêmio, ele e a professora ganharam a viagem ao Rio de Janeiro e concorrem ao prêmio nacional, que será divulgado na quarta-feira, 28, às 9h.

A professora Osita explicou que já estavam se preparando para a olimpíada desde o ano passado. “Já estávamos na expectativa de ganhar, apesar de ter enfrentado uma grande concorrência. Foram 460 trabalhos inscritos”, frisou.

Gabriel falou da experiência que vai adquirir para a vida participando desses dias de atividades no Rio de Janeiro. “Retratei no meu trabalho o cerrado e suas riquezas e coloquei como elementos o pequi, o ipê e denominei essa beleza de cor amarela como ouro de nossa terra. Estou confiante e espero vencer na etapa nacional”, ressaltou.

Olimpíada

Participam dessa Semana de premiação 70 professores e estudantes representantes de escolas de todas as regiões do Brasil. Durante os três dias, essa comitiva conhecerá a Fiocruz, o Castelo Mourisco, um museu que guarda documentos históricos e fotografias que retratam o Rio de Janeiro no século 20, e a história de personagens como Oswaldo Cruz e Carlos Chagas, entre outros aspectos históricos. Também haverá visitas ao Museu de Arte do Rio de Janeiro, ao Jardim Botânico e ao centro histórico da cidade.

A Comissão Organizadora do prêmio registrou entre 2017 e 2018, 1.228 trabalhos realizados em centenas de escolas. Nesse período houve o envolvimento de 67.179 alunos e 4.270 professores.

A Olimpíada, promovida pela Fundação Oswaldo Cruz, é realizada a cada dois anos, e é voltada a alunos da educação básica. O objetivo é estimular projetos, ações e atividades educativas voltadas para os temas transversais Saúde e Meio Ambiente.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Uso inadequado de antibióticos aumenta resistência de bactérias

Prática pode levar ao agravamento de doenças, alerta OMS


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira