Sunday, 29 de March de 2020

ESTADO


Medicamentos

Governador Carlesse assegura interesse do Estado em sediar centro de distribuição de medicamentos

30 Jan 2019
Divulgação Governador Carlesse assegura interesse do Estado em sediar centro de distribuição de medicamentos

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, participou de uma reunião na tarde desta quarta-feira, 30, com o gerente comercial da Panpharma, Luiz Dusso; e com o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, para tratar da possibilidade de instalação de um centro de distribuição de medicamentos em Araguaína. O encontro ocorreu no Palácio Araguaia, em Palmas.

De acordo com o representante da empresa, que integra o Grupo SC, um dos maiores do País em distribuição de medicamentos, a ideia de implantar um centro de distribuição no Estado seria para viabilizar os negócios da empresa no atendimento aos clientes já existentes nos Estados do Tocantins, Pará, Maranhão e uma parte do Piauí. Segundo Luiz Dusso, a logística que o Tocantins oferece é um dos principais atrativos para a instalação do negócio, que tem previsão de geração de 200 empregos diretos e outros 400 indiretos, já de imediato.

Tanto o governador Mauro Carlesse, quanto o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, deixaram claro o interesse do Estado e do Município na instalação deste centro de distribuição. “O Tocantins está em uma localização privilegiada e nós estamos abertos a receber esse tipo de investimento. O Estado precisa de empresas para gerar empregos e nós, enquanto Governo, vamos fazer o possível para que o Estado seja um local seguro para os empresários investirem aqui”, disse o governador.

Presentes

Participaram também da reunião, o deputado Elenil da Penha; o secretário desenvolvimento econômico de Araguaína, Junior Marzola; o chefe de gabinete do prefeito de Araguaína, Marcos Marcelo; e técnicos da Secretaria de Estado da Fazenda.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Isolamento social estabelecido em Palmas é recomendado para evitar colapso do Sistema de Saúde

Os números deixam claro que o Sistema de Saúde não possui condição de atender a demanda, caso não seja cumprido o isolamento social, uma vez que o crescimento de números de contaminados é exponencial.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira