Sunday, 15 de December de 2019

ESTADO


Saúde

Liberação de recursos extras é insuficiente, diz Pacelli

21 Oct 2008

Na última semana o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou a liberação de R$ 1,56 bilhão em recursos para a saúde, com a meta de reforçar o atendimento da população nas áreas de câncer, hemodiálise, transplantes e cirurgias cardíacas. Todas as unidades da federação e cerca de 400 municípios foram contemplados com recursos. Deste total, R$ 557,1 milhões serão destinados ao ajuste do teto financeiro dos estados e Distrito Federal para expansão da oferta em áreas menos favorecidas ou de difícil acesso.  

Temporão afirmou que o Ministério da Saúde, mesmo dentro das limitações orçamentárias, vem fazendo um grande esforço para ampliar o atendimento da população principalmente em áreas onde é maior a demanda por serviços, como na atenção ao câncer, leitos de UTI, cirurgias eletivas, hemodiálise, entre outros. “É preciso que essa estratégia seja mantida, pois só assim a população brasileira terá um melhor atendimento", explica o ministro.

Para o Tocantins, foram destinados R$ 6 milhões o que, ao contrário do que se pensa, não foi comemorado pelo secretário Estadual de Saúde, Eugênio Pacceli. O secretário alegou que o recurso, apesar de ajudar, não supre a demanda do Estado. Pacceli informou que o déficit anual da saúde no Tocantins é de R$ 25 milhões. Segundo cálculos feitos pelo secretário, o recurso disponibilizado, se dividido pelo número de habitantes do estado, seria de aproximadamente R$ 0,40 (quarenta centavos) mensais. “Quando se fala na liberação do recurso, parece ser uma grande vantagem para o Tocantins, mas na verdade, é muito pouco”, lamentou Pacceli.

Segundo o secretário, apesar de existirem critérios para a distribuição dos recursos, ele acredita que esta distribuição não seja adequada, já que, segundo ele, há estados em que se investe, mas que não dão retorno. “Em minha opinião, o Ministério continua liberando recursos a estados que não têm dado a resposta que eles precisariam, onde o ralo parece estar sem fundo”, indignou-se o secretário, acrescentando ainda: “O recurso disponibilizado para o Tocantins foi o terceiro menor do país. Atendemos muita gente do Pará, do Maranhão e o recurso deles foi muito maior que o nosso”.

Pacceli explicou que, em 2008, o Tocantins investiu 14,48% da receita corrente líquida em saúde. Segundo ele, a Emenda Constitucional 29, prevê valores iguais ou maiores que 12%, mas a maioria dos estados coloca menos de 12%. “Há estados que colocam apenas 5% na saúde. Outros ainda incluem todos os investimentos em pavimentação e saneamento básico como sendo investimentos em saúde. Fico preocupado com isso”, desabafou. O secretário afirma que também é motivo de preocupação a cobrança que é feita pela população, já que a mesma observa o montante e, segundo Pacceli, este montante, quando dividido pela população do Tocantins, não representa quase nada.

Entre as diversas áreas que receberão investimentos também estão recursos para saúde mental, incentivo à doação e captação de órgãos para transplante, política de sangue e hemoderivados e para os serviços de alta complexidade em queimados.

COMPARTILHE:


Confira também:


Diligências

Polícia Civil localiza em Luzimangues veículo furtado na Capital na última sexta-feira

Diligências contaram com o apoio do unidade aérea do CIOPAER

Golpe no Whatsapp

Especialista alerta sobre golpe no whatsapp e dá dicas de como recuperar sua conta hackeada

Um golpe através do WhatsApp está fazendo vítimas por todo o Brasil. Os criminosos usam os dados presentes em anúncios online para clonar o WhatsApp de usuários e com isso tentar pedir dinheiro para familiares e amigos da vítima, se fazendo passar pela pes



Gurupi

Polícia Civil prende três suspeitos de envolvimento em vários crimes em Gurupi

As investigações continuam de maneira intensificada porque existe a suspeita de que os homens presos nesta tarde tenham sido os autores de um homicídio ocorrido na tarde do dia 24 de novembro, em Gurupi.


TJTO

Presidente do TJTO entrega sistema de câmeras em Fórum de Palmas e informa mudanças para 2020

O CFTV é o mais moderno e eficiente dos sistemas de vigilância, e conta com maior qualidade de imagens, análise de vídeo inteligente, gravação rêmora e comunicação segura.


Ação

Educação entrega primeira parte dos alimentos arrecadados com as apresentações do Balé Popular

Foram arrecadadas mais de 3,5 toneladas de alimentos durantes as apresentações realizadas neste fim de ano


Previdência

Igeprev consegue recuperar 25 milhões de fundo sem solidez patrimonial


Educação Superior

Ceulp/Ulbra é avaliado como a melhor instituição do Tocantins


Teatro

Grupo de teatro aborda temática do suicídio em espetáculo teatral para estudantes de escola pública em Taquaruçu


Palmas

Sessão de encerramento do ano legislativo é marcada por reflexões e agradecimentos


Disparidade

Pesquisa do Procon Tocantins aponta variação de até 177% nos produtos da ceia de natal


Indústria

Governador Mauro Carlesse recebe empresários do ramo ótico da Kenerson



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira