Friday, 03 de July de 2020

ESTADO


A batalha dos Outdoo

Novas exigências da Seduh preocupam empresários

03 Jun 2008

A discussão levantada pelo jornal O GIRASSOL, em fevereiro deste ano, quanto à poluição visual causada pelos outdoors, faixas, totens e placas luminosas espalhadas pela cidade, volta à tona. De um lado a Seduh – Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, em defesa da estética e da saúde pública em Palmas; do outro lado, empresas de outdoors que se opõem às exigências da Secretaria.  

Na reunião que aconteceu na última segunda-feira, 05, na Seduh, entre o diretor de Controle Urbano, Dirceu Moura, e empresários do ramo, foram discutidas as normas que regem o decreto número 330. Dentre as exigências apresentadas pela Secretaria, está a troca dos postes de madeira que sustentam os outdoors por tubos de ferro. Os empresários também têm o prazo de 20 dias para a regulamentação dos outdoors expostos em áreas públicas, e de 15 dias para os que estiverem expostos em áreas privadas. Além disso, as áreas privadas alugadas para os proprietários de outdoors devem estar com a situação tributária em dia com a prefeitura. O descumprimento das normas pode gerar multas, baseadas na UFIR, aos empresários.

Os proprietários de outdoors estão indignados com a situação. Segundo eles, a prefeitura “deixou correr frouxo” e agora quer que tudo seja resolvido em, no máximo, 20 dias, prazo considerado inviável por esses. Além do prazo, os empresários reclamam do prejuízo que a troca dos postes pode gerar. Um custo de aproximadamente cinco mil reais por expositor. Eles afirmam que irão entrar com recurso junto à prefeitura nos próximos dias, para pedirem compreensão e flexibilidade quanto às exigências.

Mas Dirceu, na última entrevista concedida ao jornal O GIRASSOL, explicou que em 2006 foi feito um acordo verbal com os responsáveis pelas divulgações irregulares, na tentativa de que os mesmos se adequassem ao decreto. Segundo ele, nenhuma atitude foi tomada pelos empresários para o cumprimento das normas. Dirceu ainda afirmou, na ocasião, que a tolerância da prefeitura já está praticamente esgotada.

COMPARTILHE:


Confira também:


Educação

Com digitalização de salas de aula, pandemia acentua exclusão escolar

É o que mostra relatório da Unesco sobre ensino a distância

Eleição CREA-TO

Engenheiro Jefferson segue na liderança para Presidente do CRE-TO

A eleição para presidente do Confea-Crea, e conselheiros federais acontece no dia 15 de julho em todo Brasil.


Artistas e empresas se juntam para a Live “Amor por Palmas”

Evento acontece no próximo dia 11 e vai arrecadar doações para famílias da capital


Tocantins

Candidatos às eleições do Confea/Crea/Mútua querem prorrogação da data de votação

Para Luiz Fernando, a prioridade é preservar a saúde dos profissionais. “Cada um destes trabalhadores tem sua família. Não há bom senso em insistir na exposição se temos alternativas”, considera.


O CIRCO VAI À SUA CASA

Festival de Circo de Taquaruçu inicia edição histórica em meio à pandemia


Meio Ambiente

Governo do Tocantins mantém processos de regularização ambiental com Atendimento On-line


Tocantins

Conselho lamenta aumento na tarifa de energia elétrica do Tocantins


Conscientização

Cidadania e Justiça promove a Cartilha “Violência contra a pessoa idosa. Vamos falar sobre isso?”


Araguaia

Mauro Carlesse promove nova etapa de entrega de máquinas para mais 10 municípios


Palmas

Executivo faz prestação de contas do 1º quadrimestre de 2020 sobre Serviços de Saúde



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira