Thursday, 26 de November de 2020

ESTADO


Cotidiano

O dia-dia dos mototaxistas em Palmas

27 Aug 2008

Cerca de 220 mototaxistas circulam regularmente na Capital. De acordo o sindicato da categoria, a profissão tem dado oportunidade para centenas de pessoas se locomoverem todos os dias em Palmas. “Temos registrado grandes conquistas desde a formação do sindicato. O trabalho de mototaxista hoje é visto como uma profissão”, disse o presidente do órgão, Juscelino Barbosa Lima, ao mencionar as conquistas da categoria nos últimos oito anos. “Isentamos diversas taxas cobradas pelo governo, inclusive o imposto que incomoda a todos os brasileiros, o IPVA”.

Sob duas rodas, o aposentado Francisco de Sousa Lira desperta às 5h da manhã para o seu expediente de trabalho. Com 55 anos, Francisco diz estar satisfeito com a profissão, e não pretende abandonar tão cedo a extensa jornada de trabalho. Quem divide a mesma opinião, há exatamente 10 anos, é o ex-carpinteiro Raimundo Bertoldo. Com 51 anos, ele começou a ganhar as ruas da Capital quando “nem havia asfalto na cidade”. Bertoldo se queixa por não gozar de outras oportunidades, mas garante que fez a melhor escolha ao decidir entre a carreira de vigilante e a profissão de mototaxista. “O mercado de trabalho não dá oportunidade para pessoas como eu, que não estudei. Por isso, optei por fazer corridas todo santo dia”.

Quem comemora a regulamentação da categoria é a auxiliar de Enfermagem Deise Quênia de Moraes. Para ela “não ter que pegar ônibus lotado todos os dias compensa os gastos com a corrida diária”. Deise chega a gastar 358 reais por mês num percurso que corta a cidade. “Se eu não tiver um número de mototáxi na bolsa, com certeza vou ficar onde eu estou”, diz. A usuária aprova a circulação dos mototaxistas na Capital, mas se queixa dos preços cobrados aleatoriamente por um mesmo percurso. “Uma vez fui para casa de um parente na 82 (Arse), e o motoqueiro me cobrou 7 reais. Na volta, outro mototaxista quis me cobrar 12 reais pelo mesmo caminho”, reclama.

Para o mototaxista Valdeci Alves, que corre pelas ruas da Capital há seis anos, uma das alternativas para evitar o superfaturamento nas corridas é a inserção de um taxímetro no painel do veículo. “Seria uma boa opção”, garante. Entre prós e contras, a profissão vem a cada dia crescendo na Capital. Ônibus lotados e o preço abusivo da corrida convencional justificam uma outra opção de o cidadão se locomover na cidade por  um preço mais em conta.

COMPARTILHE:


Confira também:


Retorno

Governador Carlesse reassume Palácio Araguaia e agradece Antonio Andrade pelo trabalho realizado à frente do Executivo

Presidente da AL agradece por oportunidade e faz balanço dos dias como governador



Saúde

Hemocentro de Palmas promove homenagem aos doadores de sangue

Ação foi realizada nesta quarta-feira, 25, Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue


IML

Corpo de um homem jovem não identificado e não reclamado permanece no IML de Palmas

Trata-se de pessoa do sexo masculino, com idade entre 18 e 25 anos, aproximadamente.


Naturatins

Governo apresenta Cartas Climáticas que vão auxiliar gestão ambiental no Tocantins

Naturatins acompanhou a apresentação do levantamento que aponta tendências climáticas do Tocantins com base nos registros das últimas três décadas servirão como referências para gestão de ações ambientais em diferentes regiões do Estado em cada período do


Amazônia

Tocantinenses são destaque no 2º Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus


Arraiá da Capital

Estrutura do Arraiá da Capital Online está sendo finalizada


Moradia

Recanto das Araras II: data para assinatura de contratos dos imóveis é adiada


Agenda

Governador em exercício, Antonio Andrade, vistoria obras da Ponte de Porto Nacional


Denuncia de Estupro

Jovem de 20 anos acusa senador Irajá Abreu de cometer estupro em São Paulo


Segurança

Polícia Civil do Tocantins deflagra segunda fase da operação Rosetta contra membros de organização criminosa



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira