Thursday, 22 de August de 2019

ESTADO


Aftosa

Primeira etapa da campanha registrou índice vacinal de 99,13% do rebanho tocantinense

25 Jun 2019    19:37
Delfino Miranda Primeira etapa da campanha registrou índice vacinal de 99,13% do rebanho tocantinense

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) divulgou na tarde desta segunda-feira, 24, o índice vacinal da primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, que atingiu 99,13% do rebanho tocantinense. Os dados mostram ainda que o rebanho de bovídeos do Tocantins é de 8.356.175 animais, sendo que destes, foram vacinados 8.251.044 e somado também os 33.120 destinados ao abate e que, portanto, não vacinam na campanha.

O número de propriedades com rebanho chegou a 56.043. E entre os municípios que concentram o maior número de animais, Araguaçu continua liderando com 366.187, seguido por Formoso do Araguaia com 236.158, em terceiro aparece Araguaína com 229.682, Arraias agora está na quarta posição com 204.976 e Peixe aparece com 199.911.

Para o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, o resultado foi satisfatório, principalmente, porque nesta campanha marcou o oficialmente o calendário de retirada da vacinação contra a febre aftosa com a redução da dosagem. “O índice vacinal alcançado mostra que o produtor assimilou bem o processo de mudança para a retirada da vacina contra a febre aftosa, pois nesta etapa já foi reduzida a dose da vacina e não houve alterações nos números de animais vacinados em relação a outras campanhas anteriores”, destacou o presidente.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires, explicou que, o produtor que deixou de vacinar o rebanho deve procurar imediatamente o escritório da Adapec para pegar uma autorização de compra de vacina e agendar uma data na Agência para que os técnicos façam o acompanhamento da vacinação na propriedade e posteriormente declarar a vacinação junto a Adapec. “Mesmo que os produtores rurais que não vacinaram seus rebanhos não procurem imediatamente a Adapec, a Agência irá notificá-los para que façam a vacinação”, acrescentou João Eduardo.

Vale ressaltar que a multa para quem não vacinou é de R$ 5,32 por animal não vacinado e mais R$ 127,69 por propriedade não declarada, além disso, o produtor fica impedido de fazer a movimentação do rebanho até a regularização da vacina.

COMPARTILHE:


Confira também:


Justiça

União pode bloquear repasses voluntários a estados, decide STF

A possibilidade do bloqueio está prevista no artigo 11 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), cuja validade é julgada nesta quarta-feira pelo plenário do Supremo.

Operação Medusa

Polícia Civil prende 15º suspeito da Operação Medusa

Deflagrada no último dia 15, a Operação Medusa visa combater ataques criminosos ocorridos em 2018 a mando de facção criminosa de renome nacional.


Saúde

Pacientes do Tocantins correm o risco de ficar sem diálise

Instituto de Doenças Renais não recebe repasses desde abril. 140 pacientes serão prejudicados pela ausência de recursos para oferecer o tratamento adequado


Fotografia

Dia da Fotografia com a TIM: dicas para tirar boas fotos e ofertas em smartphones

Quando o assunto é fotografia, o foco é o mais importante na hora de fazer os cliques. O elemento a ser destacado deve estar claro e bem posicionado.


Festival Gastronômico

Prefeitura lança programação artística do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu


AL

Audiência pública homenageia UMA e Siqueira Campos


Agricultura

Seminário de Apicultura supera expectativa em números de participantes


Futebol

Capital empata com Palmas na abertura do Estadual de Futebol Sub19


Taquaruçu

Governo inaugura Núcleo de Identificação de Taquaruçu e entrega viaturas e armamentos para a Polícia Civil


Sanidade Animal

Adapec reúne mais de 70 médicos veterinários autônomos para debater sanidade animal



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira