Friday, 18 de October de 2019

ESTADO


Goiânia

Sexta edição do Paralelo 16 começa na quarta-feira, dia 13

11 Aug 2014

Com cinco dias de muita dança, o Paralelo 16 – Mostra de Dança Contemporânea reúne espetáculos de diferentes Estados juntamente com oficinas com grandes nomes da dança nacional. Realizado entre os dias 13 a 17 de agosto, o evento acontece no Teatro Goiânia e no Espaço Quasar. Em sua sexta edição, a mostra é idealizada pela produtora cultural Vera Bicalho e realizado pela Quasar Companhia de Dança, com patrocínio do O Boticário na Dança através do Ministério da Cultura e da Caixa Econômica Federal.

Considerado um dos festivais de dança mais importantes do Centro-Oeste, a programação do Paralelo 16 reúne seis companhias que se apresentam durante a extensa programação: Balé do Teatro Guaíra, do Paraná; Nega Lilu Cia. de Dança, de Goiás; Nômades Grupo de Dança, de Goiás; Núcleo de Pesquisa Mercearia de Ideias e Companhia de Danças de Diadema, ambas de São Paulo). Cada grupo desenvolve um diferente espetáculo no Teatro Goiânia (a programação completa pode ser vista no catálogo) em respectivas noites.

Segundo Vera Bicalho, diretora geral do Paralelo 16, o Paralelo 16 traduz a efervescência cultural de Goiânia, capital capaz de receber as mais conceituadas companhias de dança do Brasil, o que gera uma grande movimentação no cenário cultural da região. A proposta da mostra é, além de promover o intercâmbio artístico entre diferentes Estados, colocar Goiás no circuito de grandes eventos de dança do País.

“O evento atende a uma demanda continuada por espetáculos de dança por parte do público da capital de Goiás. O Paralelo 16 imprime na seleção de seus convidados, espetáculos com qualidade técnica, cênica e principalmente artística. O objetivo é a própria divulgação da dança como linguagem artística, voltada sempre para a formação de público e fomento aos trabalhos dos profissionais de arte, desde os que trabalham na parte técnica, como luz e som, até cenografia e o próprio corpo de dança”, reitera Vera.

Para o curador da mostra, o pesquisador e bailarino João Paulo Gross, a sexta edição do evento foi pensado a partir da importância em se divulgar companhias de dança já reconhecidas em todo o Brasil, além de promover o diálogo com as criações artísticas locais. “Com diversas propostas artísticas, as mostras reiteram a necessidade do diálogo entre diferentes partes do País.”

Muito além de desenvolver apresentações artísticas, este ano o Paralelo 16 desenvolve oficinas com grandes nomes da dança nacional. No dia 16 de agosto, por exemplo, o coreógrafo do Núcleo de Pesquisa Merceara de Ideias, de São Paulo, Luiz Fernando Bonfiovanni chega a Goiânia e promove a oficina sobre improvisação e composição, das 10h às 13h. Já no domingo, 17 de agosto, é a vez dos pesquisadores Ana Bottosso e Ton Carbones, da companhia de Danças de Diadema, também de São Paulo, realizarem uma oficina com o título Dança Contemporânea e Poesia do Movimento. “As oficinas refletem o crescimento do aprendizado e pesquisa em dança em todo o País”, comemora Vera.

Paralelo 16 ao longo dos anos
Em agosto de 2005 acontecia pela primeira vez em Goiânia uma Mostra não competitiva de dança, que trazia para a capital nomes de destaque da dança contemporânea brasileira. O primeiro Paralelo 16 foi realizado pela então Agepel - Agência Goiana de Cultura Pedro Ludovico Teixeira. O Paralelo ocupou os palcos do Teatro Goiânia e do Centro Cultural Martim Cererê.

A partir da primeira edição surgiu uma necessidade de se produzir eventos ligados à dança em Goiás. A edição seguinte aconteceu em 2009, com a participação do grupo espanhol La Intruza Danza. Já em 2010, o Paralelo consolidou-se com sua terceira edição. Foi realizado no Teatro Madre Esperança Garrido, e como atração internacional contou com a Compagnie Linga, da Suíça.

Em 2011 aconteceu a 4ª edição, que foi levada para o Distrito Federal. Neste ano o evento foi pensado para aproximar duas cidades no processo de produção e divulgação da dança brasileira. Com o apoio da Funarte houve um mês da dança no Teatro Plínio Marcos. Uma série de espetáculos e oficinas de dança contemporânea fizeram parte da versão brasiliense. Na quinta edição, no ano passado, grupos de diferentes estados promoveram um verdadeiro intercambio com companhias locais.

PROGRAMAÇÃO
13 de agosto
A sagração da primavera
Balé do Teatro Guaíra (PR)
 
14 de agosto
Nega Lilu
Nega Lilu Cia. de Dança (GO)
 
15 de agosto
Palavras em Giz
Nômades Grupo de Dança (GO)
 
16 de agosto
Nossos Sapatos
Núcleo de Pesquisa Mercearia de Ideias (SP)
 
17 de agosto
Paranóia
Companhia de Danças de Diadema (SP)
 
Inscrições para oficinas
Oficina I
Data: 16 de agosto (sábado)
Horário: 10h às 13h
Tema: Improvisação e composição
Ministrante: Luiz Fernando Bongiovanni (Núcleo de Pesquisa Merceara de Ideias - SP)
 
Oficina II
Data: 17 de agosto (domingo)
Horário: 10h às 13h
Ministrantes: Ana Bottosso e Ton Carbones (Companhia de Danças de Diadema - SP)
Tema: Dança Contemporânea e Poesia do Movimento
Local: Espaço Quasar (Rua T-28, 717, Setor Bueno)

SERVIÇO
Paralelo 16 – Mostra de Dança Contemporânea
Data: 13 a 17 de agosto
Local: Teatro Goiânia / Espaço Quasar
Entrada: R$ 10,00 inteira / R$ 5,00 meia (estudantes, idosos, cartão unimed) 50% de desconto no valor da inteira, doando 1 litro de óleo vegetal

COMPARTILHE:


Confira também:


Praia Limpa

Operação Praia Limpa retira quase 12 toneladas de lixo nos rios Araguaia e do Coco

Dois caminhões carregados de lixo recolhido e 10 responsáveis por acampamentos foram identificados e serão notificados para retirada das estruturas das praias


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira