Friday, 03 de July de 2020

GERAL


Saúde

40% das mulheres optam por laqueadura, diz especialista

03 Mar 2012

O número de laqueaduras têm sido crescente no Brasil. Segundo especialistas, quando a mulher conclui sua prole, logo vem o desejo de fazer a laqueadura. “Esse método é um dos mais populosos do Brasil, sendo utilizado em quase 40% das mulheres entre 25 a 40anos. Atualmente existem inúmeros métodos no mercado, mas os mais conhecidos ainda são os anticoncepcionais e a laqueadura tubária”, conta a ginecologista e terapeuta sexual, Ana Virginia Gama Manduca. Ainda segundo dados nacionais, os procedimentos de laqueadura dobraram desde 2003 (confira tabela abaixo).

A especialista conta ainda que em novembro de 1997, o Ministério da Saúde publicou uma portaria de número 144 regulamentando a realização da esterilização cirúrgica, com base no artigo 6º da lei 9263. “Essa portaria estabelece que a laqueadura somente será permitida para as mulheres a partir de 25 anos de idade com pelo menos  02 filhos vivos”, explica Ana Virginia.

Questionada sobre os possíveis impactos da laqueadura na saúde da mulher, Ana Virginia explica que a desvantagem da cirurgia são os possíveis efeitos prejudiciais como a chamada síndrome pós-laqueadura, onde se apresenta clinicamente com distúrbios menstruais, e a possibilidade de arrependimento ,  que tem se tornado progressivamente mais visível nos serviços de saúde.

LEIA TAMBÉM: Pesquisa revela que 45% das gestantes não planejaram a gravidez

Quanto aos benefícios e malefícios da laqueadura , a especialista conta que é algo muito individual. “Muitas mulheres se sentem bem, livres para aproveitar agora sua vida sexual, com isso vivem bem tranquilas, sem queixas. Outras, podem se arrepender, iniciar um novo relacionamento e vir o desejo de uma nova gravidez, não ter certeza de que era aquilo mesmo que queria , pode vir o pensamento negativo, um bloqueio que irá interferir no seu desempenho sexual”, explica, contudo deixa claro que “fisiologicamente, não há relato cientifico sobre a diminuição da libido pós-menopausa”, conta.

Planejamento familiar
Ana Virginia finaliza explicando, de forma profissional, a melhor maneira de fazer um planejamento familiar sem arrependimentos futuros. “Nós profissionais de saúde, antes de indicar um método contraceptivo para a nossa paciente, devemos expor todos eles, explicar sobre cada um, dar oportunidade da paciente questionar, especificar o método mais indicado para cada mulher e assim decidir junto qual o mais apropriado para aquela paciente especificamente. Não existe método ruim, o que precisamos é saber qual o mais adequado para cada mulher, e é ela quem vai decidir o que usar, nós médicos, apenas vamos decidir se aquela mulher se enquadra com aquele determinado método”, explica.

Lei do Planejamento Familiar a laqueadura pode ser feita apenas por mulheres
- com capacidade civil plena e maiores de vinte e cinco anos de idade ou,
- com dois filhos vivos, desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e a cirurgia. Nesse período, será propiciado à pessoa interessada acesso a serviço de regulação da fecundidade, incluindo aconselhamento por equipe multidisciplinar e a desencorajar a esterilização precoce;
- situação de risco à vida ou à saúde da mulher ou do futuro concepto, testemunhado em relatório escrito e assinado por dois médicos.

Desde 2003 o número de laqueaduras praticamente dobrou. Isso significa que as mulheres estão tendo mais acesso e que o Ministério da Saúde já atingiu a meta do programa Mais Saúde de ampliar o número de procedimentos para 51 mil/ano em 2008.
 
Veja quadro de laqueaduras financiadas pelo SUS desde 2003
2003 - 31.216
2004 - 40.656
2005 - 40.865  
2006 - 50.343
2007 - 58.513
2008 - 61.847

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados

Até o momento, 852 mil pessoas se recuperaram da doença

Eleição CREA-TO

Engenheiro Jefferson segue na liderança para Presidente do CRE-TO

A eleição para presidente do Confea-Crea, e conselheiros federais acontece no dia 15 de julho em todo Brasil.


Artistas e empresas se juntam para a Live “Amor por Palmas”

Evento acontece no próximo dia 11 e vai arrecadar doações para famílias da capital


Tocantins

Candidatos às eleições do Confea/Crea/Mútua querem prorrogação da data de votação

Para Luiz Fernando, a prioridade é preservar a saúde dos profissionais. “Cada um destes trabalhadores tem sua família. Não há bom senso em insistir na exposição se temos alternativas”, considera.


O CIRCO VAI À SUA CASA

Festival de Circo de Taquaruçu inicia edição histórica em meio à pandemia


Meio Ambiente

Governo do Tocantins mantém processos de regularização ambiental com Atendimento On-line


Tocantins

Conselho lamenta aumento na tarifa de energia elétrica do Tocantins


Conscientização

Cidadania e Justiça promove a Cartilha “Violência contra a pessoa idosa. Vamos falar sobre isso?”


Araguaia

Mauro Carlesse promove nova etapa de entrega de máquinas para mais 10 municípios


Palmas

Executivo faz prestação de contas do 1º quadrimestre de 2020 sobre Serviços de Saúde



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira