Thursday, 17 de October de 2019

GERAL


Carta do Leitor

24 Mar 2010

“Prezados senhores, graças à notícia veiculada por esse jornal pudemos tomar conhecimento do HOLOCAUSTO ANIMAL que está ocorrendo em Palmas. Fiz a denúncia de n. 947 ao Ministério Público do Tocantins. A mídia tem um papel importantíssimo: não deixar que caia no esquecimento. Parabéns pelo trabalho digno de todos vocês.”

Ana Maria de Morais - Ativista e Protetora Independente (Goiânia – Goiás)

amm13@uol.com.br
 


“Excelente reportagem sobre o CCZ de Palmas, que mata 400 animais por mês! Aterrorizante a prática arcaica deste órgão. Uma vergonha o que o poder público desse Estado do Tocantins e dessa cidade de Palmas promove aos animais indefesos e inocentes jogados nesse ‘campo de concentração’. Repassei para o pessoal do RJ que também está indignado.

Tentei entrar em contato via internet no site da Prefeitura de Palmas, mas não encontrei nenhum campo para denúncias/sugestões ou algo do tipo.

Obrigada e Parabéns!”


Juliana Bueno do Amaral

jullibueno2@yahoo.com.br
 


“Parabéns pela reportagem - séria e bem fundamentada. A população deve ter a noção correta do descaso do poder público com animais abandonados, ainda mais numa cidade que tem a petulância de se auto-intitular "Capital Ecológica".

Temos a noção errônea de associar o termo "Meio Ambiente" apenas à  fauna e flora silvestres ou em extinção. Meio Ambiente é tudo que nos cerca: florestas, mares e geleiras sim, mas, também nossa cidade, nosso bairro, nossa rua... E os animais que compartilham conosco esse meio. Como queremos salvar o mundo se não conseguimos cuidar de quem está logo ali ao nosso lado?”.


Allan Cheque Chaudar

miaaudote@gmail.com

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira