Monday, 03 de August de 2020

GERAL


Acima da média

Defesa Civil Municipal registra 23,4 mm de chuva em Palmas na tarde desta quinta, 23

23 Apr 2015

A Defesa Civil  Municipal registrou  23,4 milímetros de precipitação pluviométrica no início da tarde desta quinta-feira, 23. O volume de chuva é considerado alto, mas, apesar disso não houve acúmulo de água por um longo período de tempo nas avenidas da Capital, graças às obras de drenagem realizadas pela Prefeitura de Palmas, minimizando os transtornos. 

A Defesa Civil informou que eram esperados cerca de 100 milímetros de chuva para todo o mês de abril, mas o acumulado do mês já ultrapassa os 240 milímetros.

Em Palmas, haverá pancadas de Chuva - Chuva de curta duração - e pode ser acompanhada de trovoadas a qualquer hora do dia, com temperatura máxima de 33 graus centigrados, nesta quinta,23, de acordo com a previsão do tempo, fornecida pelo  Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). 

De acordo com a Defesa Civil, as áreas de riscos foram vistoriadas logo após o término da Chuva, numa espécie de varredura tradicionalmente executada pelo órgão, não tendo sido registrada nenhuma ocorrência. Porém o superintendente da Defesa Civil do Município, Iranilto Sales, reforça que a atenção deve ser redobrada para os moradores que residem em áreas de risco e que em caso de emergência, a população deve acionar a Defesa Civil Municipal pelo telefone 190 ou 193 do Corpo de Bombeiros.

A Defesa Civil emitiu algumas dicas de segurança para o período chuvoso:
- Em caso de tempestades com descargas elétricas, com vento forte, permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados.
- É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.
- Em caso de alagamentos, inundações e enxurradas, deve-se evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados.
- Evitar transitar em pontes submersas e ter cuidado redobrado com crianças próximas de rios, lagos e ribeirões.
- Evitar as atividades de pesca ou utilizar embarcações em momento de ventos fortes.
- Ao perceber ameaça de inundação, manter os móveis e eletrodomésticos suspensos, proteger roupas e documentos, ao deixar a residência, desligar o padrão de água e energia e soltar os animais.
- Em situação fora do controle é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil ou os Bombeiros.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em junho

Cerca de 5 milhões de trabalhadores receberão R$ 3,2 bilhões


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira