Monday, 03 de August de 2020

GERAL


Cooperação

Equipes de resgate israelenses são enviadas para ajudar no Nepal

28 Apr 2015

Três equipes médicas e de resgate israelenses foram prestar atendimento no Nepal após o trágico terremoto que arrasou o Nepal no sábado, 25/4, disse o porta-voz adjunto do Ministério das Relações Exteriores (MRE) Alon Lavi à Agência de Notícias Tazpit.

O MRE coordena os esforços de Israel em terra e já entrou em contato com o governo nepalês.

Uma equipe de atendimento avançado de seis homens da Força de Defesa de Israel (FDI) foi enviada para Kathmandu na madrugada de domingo, 26/5, e será seguida por mais de 200 soldados do Comando de Defesa Civil. A equipe avançada vai estabelecer um posto de triagem, enquanto funcionários do MRE e um adido militar da FDI da Índia buscam um local para montar um hospital de campanha.

Além dos soldados, as FDI vão enviar uma equipe de elite da Unidade de Resgate e Salvamento 669 para equipar o hospital de campanha e ajudar nos esforços em encontrar sobreviventes na extensão da cordilheira do Himalaia. Alpinistas no Monte Everest que sobreviveram às avalanches causadas pelo terremoto disseram que eles estavam ficando sem comida e outros suprimentos, segundo informações da imprensa. Motti Elimelech, o líder da equipe na missão, disse à Tazpit que espera que o grupo consiga tratar um número significativo de pessoas que já estão desidratadas devido à água contaminada.

Cerca de 250 cidadãos israelenses - muitos deles alpinistas em regiões montanhosas populares - ainda têm de fazer contato com as autoridades locais ou israelenses. A força-tarefa da FDI irá rastreá-los com prioridade, disseram autoridades israelenses.

A segunda das três missões para o Nepal consiste em uma equipe mista, composta por Zaka, organização de resgate de vítimas, formada em grande parte por voluntários ultra-ortodoxos, e outras organizações humanitárias israelenses. A organização Zaka é conhecida por sua dedicação na tarefa de recolher restos humanos, uma tarefa particularmente terrível na sequência de bombas suicidas e outros ataques terroristas. A organização já participou de uma série de operações de resgate internacional, viajando para a Índia, Haiti e Japão, entre outros locais.

A resposta das FDI é uma reminiscência das ações tomadas logo após o terremoto no Haiti em janeiro de 2010. Lá, as forças israelenses foram a primeira em solo, tratando mais de 1.000 haitianos e fazendo os partos de 16 bebês em uma operação de triagem e hospital de campanha similares.


Fonte: Tazpit Brasil (retirado do site Coisas Judaicas)
Texto: Zack Pyzer/Tradução Alessandra Franco
Crédito da foto: Sraya Diamant/Força de Defesa Israelense (FDI). 

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em junho

Cerca de 5 milhões de trabalhadores receberão R$ 3,2 bilhões


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira