Monday, 06 de April de 2020

GERAL


Endividamento

Palmenses continuam acima de média nacional quando o assunto é endividamento

10 Dec 2019

No mês de novembro, a pesquisa que mede o endividamento e a inadimplência dos consumidores de Palmas (PEIC) mostra que os palmenses estão ainda acima de média nacional no índice de endividamento. Já na inadimplência, Palmas está abaixo da média, assim como os que não terão condições de quitar essas dívidas em atraso. Neste mês foram registradas quase 58 mil pessoas endividadas.

Dentre os entrevistados 70,5% estão endividados. Desse total, 61,5% consideram-se pouco endividados e 12,2% estão com dívidas em atraso. Apenas 0,2% não terão condições financeiras para pagar suas dívidas, índice que estava zerado desde fevereiro. Desse nicho de endividados com contas em atraso, 47,5% estão com atrasados por até 30 dias, sendo a média de 42,7 dias.

“O endividamento não é necessariamente negativo, se não for acompanhado de um aumento expressivo da inadimplência. A dívida com responsabilidade e compatível com a renda possibilita a aquisição de bens importantes para as famílias, sejam eles bens duráveis ou até mesmo imóveis”, observou o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros.

O presidente do Sistema Fecomércio, Itelvino Pisoni, reafirma esse posicionamento. “Nós sabemos que para o comércio se o cliente tem potencial de consumo, seja por crédito ou carnês, isso é bom, pois gera vendas. Porém se as pessoas se endividam e não tem condições de pagar, aí já existe um ponto preocupante para o empresário. Mas o índice no Tocantins ainda está muito abaixo do nacional, então não é necessária uma grande preocupação”, ressaltou.

A maioria dos consumidores, 69,6%, disseram que comprometem sua renda familiar em torno de 11 a 50%, ficando a média em 33,4%. Já sobre o comprometimento em tempo com dívidas, 43,2% estão comprometidos com dívidas que perduram por mais de 1 ano. A média de tempo de comprometimento com dívidas é de 8 meses.

O ranking das principais dívidas continuam sendo: cartão de crédito, financiamento de carro, carnês e financiamento de imóvel.


(Ascom Fecomércio/TO com informações da Ascom/CNC)

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Brasil registra 11.130 casos de covid-19 e 486 mortes

Na região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 417, além de 14 mortes.

Tocantins

Tocantins tem 17 casos confirmados de Covid-19

Palmas concentra o maior número de casos confirmados com 12 pacientes diagnosticados. A cidade de Araguaína tem quatro casos confirmados e Dianópolis uma confirmação do Covid-19.


Palmas

Projeto Sextou na Sacada: inovação e solidariedade em condomínio de Palmas

Bares e casas noturnas fechadas, festas, comemorações e encontros cancelados, shows proibidos, distâncias e recolhimento são inevitáveis. O caos vira ingrediente para traçar planos, reinventar um (re)começo


Norte do TO

Governo do Tocantins apresenta medidas de contenção ao novo coronavírus em Araguaína

Reunião abriu precedentes para outros momentos de debate e parcerias entre município e estado


Meio Ambiente

Naturatins participa de conservação de nascentes em aldeia Xerente


Pandemia

Sedem prorroga prazo de validade de alvarás de localização e funcionamento


Economia

Grande indústria química se instala em Gurupi atraída pelos incentivos fiscais do Governo


Covid-19

Mulher de 31 anos é o décimo caso confirmado de Covid-19 na Capital


Campo

Condições climáticas favorecem a produção de grãos no Tocantins na safra 2019/2020


Pandemia

Palmas tem mais um caso confirmado de coronavírus



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira