Friday, 13 de December de 2019

GERAL


Operação Aquário

Policia Civil deflagra Operação Aquário e cumpre vinte mandados de prisão no Tocantins

13 Sep 2019
Divulgação Policia Civil deflagra Operação Aquário e cumpre vinte mandados de prisão no Tocantins

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 2° Divisão de Repressão a Narcótico – DENARC/Araguaína, com o apoio da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO), deflagrou na manhã desta sexta-feira, 13 a Operação Aquário, com o objetivo de desarticular uma rede de tráfico de drogas no Estado. Segundo o delegado de polícia, diretor da DRACCO, Evaldo de Oliveira Gomes, estão sendo cumpridos nesta sexta-feira, vinte mandados de prisão, oito mandados de busca e apreensão e quatro mandados de sequestro de contas bancárias.

 

Os mandados foram cumpridos em endereços localizados nas cidades de Palmas e Araguaína, bem como na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, na Casa de Prisão Provisória de Araguaína e no Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas.

 

Apurações

 

As apurações da Operação tiveram início no mês de maio, quando duas mulheres foram presas em flagrante por tráfico em Araguaína. Na ocasião, além do entorpecente, os policiais civis encontraram em posse das mulheres, anotações referentes à contabilidade do tráfico e vários invólucros feitos com balões de gás, contendo fones de ouvido, carregadores e demais acessórios de telefones celulares, já embalados e preparados para serem introduzidos de forma clandestina nas unidades prisionais do Estado.

 

Com o aprofundamento das investigações foi possível constatar que elas atuavam na traficância seguindo as diretrizes e ordens emanadas de W.A.S, vulgo “Cara de Peixe”, que já se encontra preso e comandava dentro da cadeia uma grande e rentável rede de traficantes atuantes em Araguaína, notadamente na região da “feirinha”.

 

Após a análise minuciosa do material apreendido e o cotejo das informações foi possível compreender o funcionamento do esquema criminoso e identificar um dos fornecedores de W.A.S, os seus subalternos e como era lavado o dinheiro oriundo do comércio ilícito de entorpecente.

 

As investigações também revelaram que W.A.S, vulgo “Cara de Peixe”, exerce papel de liderança dentro de organização criminosa nacionalmente conhecida, a qual vem tentando expandir seus domínios no Estado do Tocantins. Ao final do inquérito policial os investigados foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, integrar organização criminosa e lavagem de dinheiro.

COMPARTILHE:


Confira também:


Recursos

ATM pede celeridade em execução de obras do empréstimo e diz que há pouca informação sobre contratação

Presidente da ATM e prefeitos participam da solenidade de assinatura do protocolo entre Estado e Caixa e sentem falta de detalhes operacionais de execução das obras nos Municípios

Teatro

Grupo de teatro aborda temática do suicídio em espetáculo teatral para estudantes de escola pública em Taquaruçu

Para o cenário do espetáculo, são utilizados andaimes para reproduzir não apenas ambientes, como também os esforços físicos e psicológicos dos personagens.


Palmas

Sessão de encerramento do ano legislativo é marcada por reflexões e agradecimentos

Também usaram a tribuna durante a sessão com os mesmos propósitos, os vereadores Folha Filho (PSD), Diogo Fernandes (PSD), Irmão Jairo (PSL), Adão Índio (Cidadania), Milton Neris (Progressistas), Moisemar Marinho (PDT), Jucelino Rodrigues (PSC), Tiago Andr


Disparidade

Pesquisa do Procon Tocantins aponta variação de até 177% nos produtos da ceia de natal

Ao todo, 80 produtos foram pesquisados, entre eles entre carnes, azeites, bombons, farofas prontas, frutas, bebidas e panetones.


Indústria

Governador Mauro Carlesse recebe empresários do ramo ótico da Kenerson


Câmara aprova emenda de Tiago Dimas e garante poderes para municípios licenciarem serviço de saneamento


Tocantínia

Polícia Civil deflagra operação Risca Faca e prende suspeito por tentativa de homicídio no interior do Estado


Palmas

LDO é aprovada em sessão extraordiária. Orçamento ultrapassa R$1,3 bilhões


Pedro Afonso

Polícia Civil recupera 32 cabeças de gado furtadas na cidade no último fim de semana


Ação

TIM é a primeira operadora a ser nomeada empresa Pró-Ética pela Controladoria-Geral da União



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira