Wednesday, 26 de September de 2018

Wednesday, 26 de September de 2018

GERAL


Sustentabilidade Ambiental

03 Jun 2008

Diante de tantas discussões sobre o ambiente e seus problemas, causados pelo homem e pelos transtornos naturais decorrentes das próprias alterações climáticas, vemos, diante dos nossos olhos, a enorme repercussão causada nos nossos animais domésticos e silvestres.

Por um lado, os animais domésticos sofrem com doenças emergentes e reemergentes decorrentes das alterações ambientais; por outro lado, os animais silvestres, vendo seus habitat cada dia mais invadidos pelos centros urbanos, acabam se aproximando cada vez mais das cidades, fragilizando-se internamente e possibilitando a proliferação de doenças até então consideradas apenas das zonas rurais, ou já controladas.

Vemos nossos animais morrendo, sem chance alguma de recuperação, em decorrência da densidade demográfica, que cresce desordenadamente, e o próprio desenvolvimento tecnológico, que cresce a cada dia e não apresenta nenhuma alternativa de sustentabilidade.

Promover desenvolvimento de forma sustentável, que não venha a destruir nossa fauna e flora completamente, é a única saída para manter protegidos os nossos animais.

Essa semana, os acadêmicos do CEULP/ULBRA desenvolveram um excelente trabalho no aprendizado sobre o desenvolvimento sustentável. Estão simulando debates sobre o ambiente e a sustentabilidade e fundaram dentro da disciplina um jornal, intitulado “Visão Sustentável”. Dia 19 deste, novo debate será realizado sobre o assunto e isso demonstra a preocupação e interesse da população em conhecer e fazer sustentabilidade ambiental.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

11

PARABÉNS!
PARABÉNS!

16

BOM
BOM

11

AMEI!
AMEI!

11

KKKK
KKKK

12

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

8

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

13

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Irregularidades

Vistoria realizada pelo MPE constata irregularidades em obra da Feira da 307 Norte

Outro problema detectado foi a falta de vigilância para evitar a ação de vândalos durante o período de obra.

Câncer de Pele

TOCANTINS registrou 1703 casos de câncer de pele

Já o câncer de pele do tipo não-melanoma é o de maior incidência na população, porém de mais baixa mortalidade. Comum em pessoas com mais de 40 anos, é raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira