Tuesday, 19 de November de 2019

GERAL


Estudo da FGV

TO é o Estado que mais cresce em desenvolvimento socioeconômico

08 Apr 2009

O Tocantins alcançou o 1º lugar entre os estados brasileiros que mais avançaram no desenvolvimento socioeconômico, entre os anos de 2001 e 2007, segundo estudo da FGV – Fundação Getúlio Vargas, publicado na edição da revista Veja desta semana (8 de abril). O estudo mostra o IDSE – Indicador de Desenvolvimento Socioeconômico, elaborado pela FGV Projetos. Em avanços, atrás do Tocantins estão Bahia, Maranhão, Ceará e Espírito Santo.

Segundo a pesquisa, no ano de 2001 o Estado tinha uma nota abaixo de 10, numa escala de 0 a 100, um dos menos desenvolvidos do país, com indicadores semelhantes a Alagoas, o pior colocado naquele ano. Seis anos depois, o Tocantins alcançou a marca dos 34,2, graças a ações integradas entre os governos estadual, federal e iniciativa privada.

De acordo com a revista, vários fatores contribuíram para os avanços dos indicadores socioeconômicos do Tocantins. “(...) o seu governo possui caixa para investir em infraestrutura e projetos sociais.”, diz a revista. Outro destaque dado pela Veja são os investimentos que o Estado tem atraído, “tanto públicos (Ferrovia Norte-Sul) como privados (frigoríficos e processadores de soja).”

Sobre a publicação que dá evidência ao Tocantins, o governador Marcelo Miranda diz que os avanços são resultados de uma política de investimentos bem planejada. “Mais uma vez o Tocantins se sobressai quando o assunto é desenvolvimento econômico. A Fundação Getúlio Vargas é uma instituição de grande credibilidade no país, e isso nos deixa muito satisfeitos e com mais responsabilidades para continuarmos no caminho certo.”, diz o governador.

A revista Veja apontou que o crescimento do Tocantins foi impulsionado, principalmente, pelo agronegócio. A outra motriz do desenvolvimento do Estado é a Ferrovia Norte-Sul, que tem no Tocantins o maior trecho da estrada, com mais de 800 km. Ao todo, a FNS conta com 2.240 km de extensão e os investimentos do governo federal e iniciativa privada são da ordem de R$ 6,5 bilhões.

 

Renda per capita

A pesquisa da Fundação Getúlio Vargas indicou um bom resultado do Tocantins também em relação à renda per capita. De acordo com os dados, colhidos da FGV Projetos e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Tocantins alcançou em 2007 a renda per capita de R$ 654 mensais, acima de vários outros estados, como o Pará (R$ 632), Bahia (R$ 523), Ceará (R$ 480), Maranhão (R$ 450), Piauí (R$ 499), entre outros.

 

IDSE

O Indicador de Desenvolvimento Socioeconômico é um índice elaborado pela FGV Projetos, feito a partir de 36 variáveis sociais e econômicas para medir o desenvolvimento dos 27 estados da federação. Por considerar mais fatores econômicos e sociais, o IDSE é um índice mais completo do que o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, divulgado pela ONU – Organização das Nações Unidas, que leva em conta somente dados sobre renda, expectativa de vida e educação.

Segundo o coordenador da pesquisa, Fernando Blumenschein, o IDSE poderá se transformar em um instrumento para o acompanhamento da eficácia das políticas públicas dos estados. “O índice poderá ser usado para selecionar investimentos públicos em cada região”, disse ele, para a revista Veja.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Receita paga hoje as restituições do 6º lote do Imposto de Renda

O lote contempla também restituições dos exercícios de 2008 a 2018

Economia

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

Outro fator é a redução de recursos para o financiamento habitacional. Atualmente, 65% dos recursos de poupança são destinados aos financiamentos habitacionais.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira