Friday, 05 de June de 2020

JUSTIÇA


Música

Convênio entre Poder Judiciário e Prefeitura leva curso a reeducandos em Palmas

05 Feb 2015

A titular do Juizado da Infância e Juventude de Palmas, juíza Emanuela da Cunha Gomes, participou na tarde desta quinta-feira (05/02), da abertura das aulas práticas e teóricas de música ministradas para os adolescentes privados de liberdade do Centro de Atendimento Sócioeducativo – CASE da Capital. Em companhia do subsecretário Estadual da Proteção e Defesa Social, Gilmar Castro, e do secretário da Educação de Palmas, Danilo Melo, e da diretora da Escola de Belas Artes de Palmas, Cleizenir Santos, a magistrada entregou os instrumentos que serão usados durante as aulas: dez violões, quatro violinos, dois teclados, uma bateria, quatro cornetões, quatro taróis, três surdos e um prato.

O projeto é resultado de convênio assinado em 19/12 passado entre o Poder Judiciário e a Prefeitura Municipal de Palmas, que prevê também a elaboração de projeto de paisagismo e cultivo de hortaliças no CASE e assegura dez vagas, por semestre, no Programa Jovem Empreendedor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Emprego, a serem providas por adolescentes egressos do Sistema Sócioeducativo da Comarca de Palmas.

O subsecretário Gilmar Castro disse na ocasião que o projeto que se inicia é um esforço da sociedade no sentido de não excluir quem comete uma falta, mas, sim resgatá-lo para uma vida digna. O secretário de Educação de Palmas, Danilo Melo, afirmou que é motivo de satisfação a implantação do projeto de música no CASE. Já a juíza Emanuela agradeceu o empenho de todos os envolvidos na concretização do projeto, esclarecendo que ele foi pensado como uma oportunidade de mudança de vida para os reeducandos do Centro de Atendimento Sócioeducativo de Palmas.

"Estou muito esperançosa", disse a titular da Vara da Infância e Juventude da Capital, "de que o projeto vai render bons frutos, principalmente porque é curso profissionalizante. Os participantes vão receber certificados e podem, no futuro, conseguir emprego como monitores e até mesmo como músicos". Finalizando a abertura do curso os professores responsáveis pelo desenvolvimento do projeto, Eddie Kruk, Felipe Araújo, Evaldo Santos e Silva (Mestre Tambor) e Zezinho do Teclado, apresentaram os instrumentos e executaram música popular brasileira. O reeducando M.V. também fez uma apresentação ao violão.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 301 casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 5.182 casos no total, destes, 1.933 pacientes estão recuperados, 3.160 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 89 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira