Tuesday, 14 de July de 2020

JUSTIÇA


Direitos Humanos

Justiça determina que Estado construa hospital para presos com doenças mentais em 2 anos

02 Jun 2019
Justiça determina que Estado construa hospital para presos com doenças mentais em 2 anos

Como parte do projeto Mutirãozinho, realizado pelo Núcleo de Apoio às Comarcas (NACOM), em Guaraí, a juíza Wanessa Lorena Martins de Sousa Motta determinou, nesta quarta-feira (29), que o governo do Estado construa um Hospital de Custódia para abrigar presos em tratamento psiquiátrico. A obra deve ser concluída no prazo de dois anos.

A decisão atende à ação ordinária ajuizada pelo Centro de Direitos Dom Jaime Collins, Centro de Direitos Humanos de Cristalândia e a Associação Estadual de Direitos Humanos do Tocantins (MEDH), alegando que “várias pessoas encontram-se presas em celas de cadeias do Estado, sem qualquer tratamento psiquiátrico, quando são portadores de transtornos mentais (esquizofrenia, etilismo crônico, retardamento, etc) e deveriam cumprir pena de medida de segurança em estabelecimento adequado, qual seja um hospital de custódia".

Ao julgar o caso, a magistrada considerou a Lei de Execução Penal – LEP (BRASIL, 1984), que estabelece, em seu artigo 5º, que os hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico destinam-se a pessoas que cometeram algum crime, mas que são inimputáveis ou semi-imputáveis. Para os casos em que a inimputabilidade for comprovada, ao invés de ser aplicada uma pena ou medida alternativa, será aplicada uma medida de segurança.

“Portanto, grande a necessidade da sociedade deste Estado em ter um local que abrigue os doentes mentais que praticaram algum ilícito que seja típico penalmente, a fim de possibilitar aos mesmos o retorno de forma saudável à sociedade, sem apresentar nenhum tipo de ‘risco’ ou ‘perigo’ a si mesmo e às pessoas a sua volta”, concluiu a juíza.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos

Até o momento, 1.154.837 de pessoas se recuperaram da doença

Pesquisa

Fiocruz coordena estudo pioneiro na Profilaxia Pré-Exposição ao HIV

Estudo comparou a eficácia e a segurança em 4.570 voluntários HIV negativos da PrEP contendo CAB-LA com a PrEP com Truvada



DPE

Defensoria Pública requer medidas de orientação e prevenção à covid-19 a indígenas de Formoso do Araguaia

Após indígenas Javaé serem impedidos de ultrapassar barreira sanitária da prefeitura de Formoso de Araguaia, DPE-TO apresenta Recomendação contra quaisquer procedimentos de enfrentamento ao covid-19 baseados em restrição de circulação


Jardim Vitória I

Prefeitura de Palmas divulga agenda de vistorias para os futuros moradores do Jardim Vitória I

A previsão é que as chaves das unidades habitacionais sejam entregues para os moradores até o fim deste mês


Palmas

Em sessão extraordinária, Câmara aprova nova estrutura organizacional visando atender decisão judicial

Visando cumprir a determinação judicial, como também promover o enquadramento na nova estrutura aprovada em plenário, a Câmara Municipal enviou para publicação no Diário Oficial do Município, os Atos de Exoneração nº. 209, 210 e 212.


Regulação

ATR reativa Unidades de Fiscalização nos terminais rodoviários do Estado


Preservação

Tocantins usa tecnologia para reforçar ações de preservação e educação ambiental


Fiscalização

Polícia Civil intensifica fiscalização de distanciamento social em praias da cidade de Santa Fé do Araguaia


Ocorrência

Polícia Civil do Tocantins apreende produtos que tinha sido furtados de uma igreja no Aureny III no mês de março


Sanidade

Adapec faz alerta sobre proibição do uso e comércio do herbicida paraquat a partir de 22 de setembro


Pesquisa

Tocantins soma 59 pesquisas científicas autorizadas em Unidades de Conservação estaduais



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira