Thursday, 22 de August de 2019

JUSTIÇA


Assassinato

MPE denuncia Iury Mendanha e Silas dos Santos pelo assassinato de Patrícia Aline dos Santos

05 Sep 2018    19:04

O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou, nesta quarta-feira, 5, Iury Italu Mendanha e Silas Barreiro Borges dos Santos como autores do homicídio de Patrícia Aline dos Santos, crime que ocorreu na noite de 8 de agosto deste ano, em Palmas, gerando grande repercussão.

Iury Mendanha, que manteve um breve e conturbado relacionamento com a vítima, foi denunciado por crime praticado com cinco qualificadoras: motivo torpe; emprego de meio cruel; dissimulação; emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima; e crime contra a mulher por razões do sexo feminino (feminicídio).

Silas Barreiro Borges dos Santos, que aderiu à prática do crime convencido por Iury Mendanha, foi denunciado por quatro qualificadoras: motivo torpe; dissimulação; emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio.

De acordo com a denúncia, a motivação torpe é configurada pelo sentimento de propriedade de Iury em relação à vítima, não tendo ele aceitado o fim do relacionamento, sendo que Silas dos Santos aderiu a tal motivo.

Ainda é relatado que, de forma dissimulada, os denunciados foram à residência da vítima e convenceram-na a acompanhá-los, sob a falsa justificativa de que gostariam de conversar sobre uma possível reconciliação do casal. Ocorre que, ao chegarem em local ermo, nas proximidades da Quadra 107 Norte, Iury Mendanha atingiu a vítima com três disparos de arma de fogo, atingindo-lhe o crânio e o abdômen.

Segundo é descrito no laudo pericial, após sofrer os disparos que lhe atingiram o abdômen, Patrícia Aline dos Santos caiu e agarrou-se à vegetação do solo do local, agonizando, momento em que foi executada com disparos efetuados pelas costas da vítima.

O feminicídio fica caracterizado por existirem vastos documentos e depoimentos no inquérito que comprovam episódios de violência doméstica, menosprezo e discriminação de Iury Mendanha com relação à vítima por razões de sexo feminino.

A denúncia contra Iury Italu Mendanha e Silas Barreiro Borges dos Santos foi ajuizada pelo Promotor de Justiça Rogério Rodrigo Ferreira Mota. (Flávio Herculano)

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Sarampo: Começa hoje vacinação preventiva

Crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas

Assembleia

Deputados requerem ao Governo obras de recuperação asfáltica

Na mesma sessão, foram aprovados em primeira fase de votação projetos como os que concedem título de cidadania tocantinense ao senador Eduardo Gomes e ao presidente do Sindicato Rural de Araguaína, Roberto Paulino da Silva.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira